Inovação, criatividade e Educação

Inovação: 3 Formas de Mantê-la Quando a Startup Cresce

A diferença entre inovação e estagnação é ter uma cultura bem definida no começo de uma startup. É natural que o empreendedor acompanhe tudo de perto.

Crescimento e inovação são dois termos tradados pelo presidente e diretor de operações da Wix, Nir Zohar. Plataforma que permite criar sites de graça fundada em 2006 e que hoje contabiliza mais de 45 milhões de usuários. “Fazer o funcionário número 543 sentir o mesmo nível de conexão com a empresa que o funcionário número 33 não é uma tarefa simples”, escreveu Zohar em um artigo para a “Fast Company”.

Com base em sua experiência à frente de uma empresa que nasceu pequena e que abriu seu capital na bolsa americana Nasdaq em novembro passado, quando foi avaliada em cerca de US$ 800 milhões, Zohar dá três dicas para manter a inovação em sua startup ao mesmo tempo em que ela cresce.

1. Discorde – e em alto e bom som!

Poucas coisas simbolizam mais a fraqueza de empresas burocráticas que a imagem do “homem do sim”. Enquanto isso pode até fazer bem para o ego do executivo, acaba com a paixão e a criatividade do funcionário. Nós sempre exigimos o oposto de nossa equipe: se você discorda, fale alto e claro.

Falar pode não ser o caminho mais fácil para impulsionar a inovação, mas é muito eficiente, pela nossa experiência. Funcionários apaixonados e criativos são os que levam a companhia adiante, então não sufoque a opinião deles.

Seja qual for a ideia que surgir, deixe a pessoa lutar por ela e mostre a importância que você dá a essas opiniões criando fóruns para que os funcionários se expressem. Mesmo que você não possa – e não deva – implementar cada ideia que ouve, permitir as discussões é um jeito de canalizar a paixão em uma direção positiva e impulsionar a inovação.

2. Agarre oportunidades

À medida que sua empresa cresce, muitas vezes você vai sentir que precisa se ater aos planos. Planejamento e organização são necessários, mas na Wix o ambiente onde agarrar oportunidades e adaptar-se rapidamente a mudanças externas se tornaram o centro da cultura – e isso tem se provado uma peça-chave para inovação e o crescimento.

3. Continue transparente

No começo da empresa, é natural que todos da equipe se sentem juntos em um pequeno escritório. Sentar-se próximo, ainda que exija o uso de fones de ouvido de vez em quando, ajuda a fomentar a colaboração, um maior entendimento do produto e dá uma sensação mais ampla de pertencimento.

À medida que a empresa cresce, colocar todos em uma só sala para trabalhar não é a coisa mais produtiva a se fazer, mas criar uma atmosfera de equipe ainda é vital.  Para que todos se sintam conectados , todas as divisões do escritório (Wix) são feitas de vidro, assim os funcionários se sentem parte de algo maior. Essa transparência física vem acompanhada de atualizações regulares sobre a companhia, onde o tempo é usado para conhecer um ao outro fora das estações de trabalho. Também há desenvolvimento da ferramenta interna de compartilhamento de informação que conecta todos ao redor de tópicos e projetos. Tudo isso junto cria uma atmosfera de aproximação, aberta e transparente, que auxilia na inovação.

Fonte: Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios

Categorias