acelerador digital

Se você quer ficar por dentro das principais tendências do mercado quando o assunto em questão é gestão e inovação, você está no lugar certo: ao longo deste artigo vamos te apresentar a metodologia ágil, abordagem que tem o poder de revolucionar seu modelo de gestão e acelerar seus resultados.

O assunto está em alta, nos trending topics do mundo dos negócios. De startups a grandes empresas, só se fala em projetos, culturas e métodos ágeis. Mas por que todo esse sucesso?

A metodologia ágil é o que orienta as ações das empresas, sem importar seu tamanho ou segmento, em busca de uma maior produtividade e, consequentemente, melhores resultados.

A lógica por trás da metodologia ágil é bem simples: ao conduzir processos de maneira mais rápida e barata, você consequentemente irá melhorar os seus níveis de produtividade.

Mas os estudos por trás dos métodos ágeis não tem nada de simples e vão muito além de conceitos básicos.

Para exemplificar o que significa métodos ágeis, pense num grupo de desenvolvedores que sofriam com longos projetos, erros frequentes em softwares e clientes insatisfeitos. Pois então, esse grupo decidiu deixar a burocracia para trás e criou por si próprio um sistema de trabalho muito mais adaptado à realidade tecnológica e competitiva do mundo atual: mais rápido, flexível e dinâmico.

Foi assim, a partir do manifesto ágil (uma declaração que contém os princípios do desenvolvimento ágil de software), que nasceu essa metodologia que, graças à sua eficiência, rapidamente se espalhou para outras áreas.

Afinal, nesta busca constante de empresas que desejam a melhoria contínua de suas operações, a metodologia ágil surge como uma excelente alternativa, principalmente para as empresas de áreas ligadas à tecnologia.

A metodologia ágil, ou agile, envolve diversas orientações que, juntas, contribuem para o desenvolvimento de soluções mais eficientes.

Quer entender, de fato, o que é e quais as vantagens da metodologia ágil, além das diferenças entre metodologia ágil x tradicional? Continue a leitura deste artigo até o final e encontre a resposta para todas as suas perguntas.

Leia também: Entenda o que é metodologia ágil: origem, benefícios e tipos de metodologias ágeis

Afinal, o que é metodologia ágil?

Metodologia ágil é o nome dado ao conjunto de técnicas e práticas que oferecem mais rapidez, eficiência e flexibilidade na gestão de projetos. Começou com o intuito de agilizar o desenvolvimento de softwares, mas seus métodos ultrapassaram a área de tecnologia e revolucionaram a gestão de empresas de todos os segmentos.

De maneira descomplicada e direta, podemos dizer que os métodos ágeis tornam os processos mais simples, dinâmicos, flexíveis e interativos, desde o momento do surgimento da ideia até a entrega do produto final.

Ou seja, ao otimizar seus fluxos de trabalho, a agilidade melhora a produtividade de seus projetos e eleva a probabilidade de sucesso do seu negócio. Aumentando a eficiência da sua empresa e sua competitividade diante do mercado.

Entre as principais características dos métodos ágeis, encontram-se:

  • Melhoria contínua
  • Ciclos de feedback constante
  • Entregas rápidas e de qualidade
  • Flexibilidade 
  • Entrega de valor
  • Adaptabilidade
  • Alto nível de inovação.

Diante de tudo o que foi dito até aqui, é importante ressaltar que existem vários tipos de metodologias ágeis e, cabe a você, descobrir quais funcionam melhor para o seu negócio.

No entanto, antes de falarmos sobre os principais tipos de metodologias ágeis, vamos entender a real diferença entre metodologia ágil x tradicional.

Metodologia ágil x tradicional

Vários são os pontos divergentes entre a metodologia ágil e os métodos tradicionais, mas podemos destacar, sem sombra de dúvidas, a velocidade do processo.

A metodologia tradicional, também conhecida como método cascata, nada mais é que uma sequência pré definida de etapas, como análise de requisitos, desenvolvimento, testes, produção e manutenção.

No modelo cascata, os projetos são lentos e o princípio é a previsibilidade, buscando prever quais serão os resultados na entrega final. Já nos métodos ágeis, o foco principal é a adaptabilidade. É como um mantra: adaptar ao invés de planejar.

Na prática, os projetos são divididos em pequenas entregas chamadas de iterações. É como se cada uma dessas iterações fosse um “miniprojeto” que possui todas as etapas presentes em um projeto tradicional, mas em um ciclo rápido e eficiente, que gera uma entrega parcial.

Dessa forma, o cliente consegue ver resultados rapidamente e participar de maneira ativa ao longo de todo o processo, dando seus feedbacks para a melhoria contínua do produto (ou serviço). Vem justamente daí a característica incremental do método.

Conforme os ciclos vão se repetindo, o projeto vai sendo aprimorado e ajustado de forma contínua, podendo ser testado a cada nova entrega. Isso permite uma maior entrega de valor em menos tempo.

O resultado disso é uma versão final mais completa e assertiva do que na metodologia tradicional, onde a entrega de um projeto pode se dar meses depois de seu início.

Um outro diferencial presente na metodologia ágil é que seus projetos estão sempre abertos à mudanças, por maior que sejam, enquanto na tradicional buscamos minimizar as alterações para não comprometer o planejamento do projeto.

Por último e não menos importante, outra diferença entre as metodologias se dá na participação dos clientes e colaboradores no processo. Nos métodos ágeis, com entregas mais fragmentadas, é possível que todos avaliem o progresso do projeto, evoluindo, juntos, a entrega de cada nova fatia.

Conheça as duas principais metodologias ágeis

Para entender de uma vez por todas o que é a metodologia ágil, não há nada melhor do que conhecer os principais tipos existentes.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre dois dos principais métodos mais utilizados no mercado.

Kanban

A metodologia ágil kanban inspira-se nos métodos dos japoneses para organizar o fluxo de trabalho nas fábricas, ao usar cartões ou post-its que buscam indicar o status dos fluxos de produção.

Na década de 60, a empresa japonesa Toyota desenvolveu o sistema Kanban, que tinha como objetivo ajudar a sincronizar o estoque com a produção.

Hoje, esse modelo é replicado em quadros com post-its, ou em plataformas online, que permitem ao usuário uma visão geral do andamento das tarefas na empresa.

O conceito norteador da metodologia ágil de kanban é criar um método simples e visual que torne o acompanhamento das tarefas algo de fácil compreensão para todos.

Normalmente, as funções são divididas em três categorias: pendente, em andamento e concluído.

Assim, é possível priorizar o que é mais importante, evitando que os colaboradores fiquem sobrecarregados. Afinal, o limite de tarefas e prazos acordados fica claro para todos.

Scrum

Agora, você deve estar se perguntando o que é metodologia scrum? Pois bem, a resposta para essa pergunta é mais simples do que parece. O Scrum nada mais é do que uma metodologia ágil para planejamento e gerenciamento de projetos.

Nesse modelo, os projetos são segmentados em ciclos, também conhecidos como sprints, que consistem em um intervalo de tempo em que um conjunto de atividades deve ser entregue.

O Scrum é considerado um dos métodos ágeis mais versáteis e complexos que existem, ao oferecer uma dinâmica única para a organização de equipes em torno de um objetivo comum.

No entanto, antes de dizer que entende seu funcionamento, você deve conhecer alguns termos muito importantes. Por exemplo, você sabe o que é scrum master? Confira, a seguir, o que significa esse e outros termos fundamentais para a compreensão da metodologia scrum.

  • Product Owner: responsável por coordenar o time de desenvolvimento e gerenciar o Backlog do produto.
  • Time de desenvolvimento: equipe multidisciplinar e auto-organizada responsável pelo desenvolvimento do projeto
  • Backlog: conjunto de tarefas a serem realizadas para o desenvolvimento do produto, que mudam conforme o avanço do projeto
  • Sprint: são os ciclos rápidos de trabalho que geram uma entrega parcial e podem ser definidos em intervalos de semanas ou meses. 
  • Scrum Master: é o facilitador da metodologia, responsável por garantir que todos os envolvidos no processo entendam e apliquem o Scrum de maneira correta.

O objetivo do Scrum é garantir uma entrega de valor do início ao fim do projeto, renegociando o escopo conforme necessário e melhorando continuamente.

Vantagens da metodologia ágil

Os métodos ágeis, como vimos ao longo deste artigo, podem ser aplicados para muito além do desenvolvimento de software, apresentando diversas vantagens em sua implementação. São elas:

  • economia de tempo e recursos,
  • aumento no engajamento das equipes,
  • garantia de satisfação do cliente,
  • capacidade de reação rápida às mudanças.

A partir do momento que acontece a transformação cultural na sua organização e ela se torna ágil, a melhoria contínua passa a fazer parte do pensamento de todos os colaboradores e nortear o crescimento do negócio.

Conseguiu entender o que, afinal, é a metodologia ágil?

No começo pode não ser um conceito muito claro, mas rapidamente você percebe que os métodos ágeis buscam simplificar e acelerar o dia a dia das organizações, por mais que, a princípio, pareçam complexos. 

Para adotá-los em sua empresa, basta integrá-los à cultura da organização, assim, todos colocarão, naturalmente, a metodologia em prática no seu dia a dia.

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a entender como e porque a metodologia ágil pode ajudar sua empresa a crescer.

Aproveite e conte para gente aqui nos comentários como você pretende implementar esses métodos para agilizar a gestão da sua organização!

herospark-bottom-banner-venda-seu-produto-digital

Categorias