como-emitir-certificados

Conheça as regras e saiba como emitir certificado para seus cursos

Seja para comprovar suas qualificações, incrementar o currículo ou até mesmo protocolar horas na faculdade. Ao buscar por um curso online as pessoas sempre desejam um certificado que comprove o tempo investido e o conteúdo aprendido.

Dessa forma, quem ainda não sabe como emitir certificados para seu conteúdo online acaba perdendo esses consumidores. Quer aprender como emitir certificados para seus cursos? Então continue sua leitura e torne-se um verdadeiro especialista em emissão de certificados.

Pode ser do seu interesse – Conheça as tendências para cursos preparatórios em EAD

como-emitir-certificados

Por que emitir certificados?

O conceito de “nem só o certificado não importa” é eficaz com todo mundo. Afinal de contas, o indivíduo concluiu o curso, investiu seu foco, disciplina, tempo e até mesmo dinheiro.

Dessa forma, não importa o objetivo final do curso, seja para atualização, aperfeiçoamento, entre outros. Confira abaixo bons motivos para emitir os certificados de seus cursos online:

É emocionante

Tenho certeza que você não esperava que esta razão estivesse no topo da lista. Bom, acontece que depois de se dedicar tanto a um curso, seja ele presencial ou online, tem-se um marco, afinal uma etapa acaba de ser concluída.

E é natural celebrarmos cada vitória em busca de nossos sonhos com algo que nos remeta a importância disso. Na graduação, temos os diplomas e, nos cursos, os certificados. Prova disso é o cuidado que as pessoas têm em armazenar esse material. Muitas os plastificam, outras os matem no envelope e há aquelas que até os enquadram.

As empresas cobram

Quando as empresas buscam novos funcionários, é normal focar nas qualificações que eles possuem. Principalmente nas informações que constam nos currículos, já que são o primeiro contato da empresa com os futuros colaboradores. No entanto, o currículo em si não comprova se os indivíduos realizaram os cursos de verdade.

Dessa forma, é indispensável que eles possuam os certificados de conclusão, sendo uma segurança tanto para a empresa quanto para o colaborador. Além das empresas de maneira geral, diversos concursos públicos exigem a apresentação dos certificados para a posse dos cargos.

Serve como comprovante de horas complementares

Durante o período universitário é convencional que os centros acadêmicos peçam aos estudantes atividades externas para complementar o ensino. Dessa forma, é preciso utilizar o certificado dos cursos como validação para as horas complementares serem computadas.

Dessa forma conseguimos analisar previamente que diferentes grupos utilizam os certificados para diversas funcionalidades que podem ou não se encontrarem. No entanto, note que apesar de serem grupos diferentes, todos buscam os certificados. Logo, quem não sabe como emitir certificados está perdendo consumidores e alunos.

Cuidados ao emitir certificados

Outra grande dificuldade de quem busca emitir certificados é saber ao certo como funciona a regulamentação desses casos. Caso seja uma de suas dúvidas nós vamos te ajudar!

Certificados para cursos técnicos

Como o próprio nome indica, os cursos técnicos têm por objetivo fornecer formação técnica aos alunos. Muitas pessoas buscam cursos técnicos devido a sua alta taxa de empregabilidade.

Um impeditivo para emitir os certificados para essa categoria pode ser o Ministério da Educação (MEC). Isso porque é necessário que o MEC reconheça seu curso como capacitador técnico. Para isso os cursos devem variar de 3 meses a 3 anos, dependendo da área de atuação.

Certificados para cursos profissionalizantes ou livres

Para os cursos que visam agregar, atualizar e aperfeiçoar os conhecimentos dos estudantes, não há necessidade de serem reconhecidos ou aprovados pelo MEC.

Nessa categoria podem ser emitidos certificados simples que comprovem a participação do indivíduo no curso.

Como emitir certificados para cursos?

Agora que você já entendeu a importância da emissão dos certificados, chegou a hora de aprender de fato como emitir certificados. A boa notícia é que, na verdade, isso é muito mais fácil do que parece. Confira:

Escolha a forma de emissão

O primeiro passo é escolher a forma de emissão dos certificados. Isso significa que você deverá escolher entre emissão física ou digital. Ou seja, você irá emitir todos os certificados, assiná-los e depois os enviar aos alunos, ou prefere disponibilizá-los digitalmente e cada aluno poder emitir o próprio certificado ao final do curso?

Saiba que as emissões físicas são muito mais trabalhosas, demandam mais tempo e estão passíveis de erros, como extravio, mudança de endereço e claro, envios para locais errados.

Dessa forma, se torna evidente que os certificados digitais são bem mais baratos e possuem chance quase nula de algo dar errado.

Caso opte pela emissão física, lembre-se de organizar esses custos a mais.

Saiba quem são os participantes

Tanto por questão de organização, quanto de facilitação, possuir uma lista de todos os participantes do seu curso te oferece um panorama de organização, desenvolvimento e claro, concluintes. Sendo esse último fundamental para o envio, ou disponibilização, do número de certificados que devem ser ofertados.

Use modelos prontos

Para otimizar a sua produção, ao invés de se sentar na frente do computador e desenvolver do zero, é possível utilizar modelos já prontos que devem ser alterados de acordo com as informações de cada estudante.

Eles podem ser encontrados em vários softwares, pagos ou não, ou na internet.

Cuide do envio

Para quem optar por emitir os certificados na própria instituição, a maneira de envio é através do endereço de cada participante.

Para quem os disponibilizará de forma digital, existem algumas outras opções, como: enviar o certificado em .pdf para o email da pessoa ou também disponibilizá-lo na própria plataforma do curso.

O que não pode faltar?

Os certificados podem variar um pouco de acordo com a área, instituição e entre outros. No entanto, algumas informações são fundamentais:

  • Carga horária;
  • Assinatura;
  • Local e data;
  • Logo;
  • Nome do estudante;
  • Nome do curso;
  • Nome da instituição.

Caso ache todo esse processo muito trabalhoso, é possível automatizá-lo. Ou seja, através de uma ferramenta previamente instalada consegue-se realizar todas essas atividades com pouquíssimos cliques.

Leia também – Veja como produzir cursos online com nosso passo a passo

Ainda lhe resta alguma dúvida sobre o assunto? Então deixe seu comentário abaixo e nós ajudaremos você!

CTA Planejamento de cursos online

Planejamento de curso


Categorias