planejamento videoaula

Faça um planejamento e tire sua videoaula do papel

A cabeça do ser humano trabalha a todo o momento, e conseguir focar no desenvolvimento de um projeto enquanto as turbulências do dia a dia da vida não param, não é uma tarefa fácil. Este texto contém algumas dicas para você planejar e começar a gravar as suas videoaulas, fazendo entrar aquele dinheiro extra no final do mês.

Quando empresários começam um negócio do zero, eles desenvolvem um business plan completo com análises e riscos. Embora a produção de conteúdo seja um negócio, não é necessária tamanha análise. Mas para que não haja erros, alguns pontos devem ser observados antes de começar a produção. Confira:

Por onde começar seu planejamento?

Considerada uma das etapas vitais para tirar a videoaula do papel, o planejamento é constituído por várias partes. É nesse momento que os aspectos relacionadas ao conteúdo e produção serão definidos, viabilizando o projeto.

Além disso, o planejamento possui o objetivo de cumprir com a função básica de garantir que a vídeoaula seja efetiva para o estudante em termos de conteúdo. Afinal, de nada adianta para educadores e educandos investir em algo que não transmita o conhecimento de forma eficaz, não é mesmo?

Embora não existam muitas regras para que você planeje suas videoaulas, como citar algumas dicas para que ela seja eficiente e eficaz. Veja:

1- Tenha domínio sobre o assunto

Com uma rápida pesquisada é possível encontrar diversas vídeoaulas sobre inúmeros assuntos. Mas, o que separa o vídeo com o maior do número de visualizações daquele que quase ninguém vê até o final?

Essa resposta está muito ligada a qualidade do conteúdo, pois é atrás dele que as pessoas buscam como resultados quando iniciam sua pesquisa.

Dessa forma, é essencial possuir um profundo conhecimento sobre os conteúdos trabalhados nas vídeoaulas, com objetivo de oferecer o maior número de respostas ao “consumidor”.

2- Use o feedback a seu favor

Quando dissemos ‘planeje sua vídeoaula’, isso significa também escutar o que seus alunos têm a dizer. Uma vez que através desse feedback é possível estar em constante melhora no conteúdo atendendo a necessidade e objetivos dos estudantes.

Além disso, o feedback proporciona insights para a construção de novas vídeoaulas mais assertivas e alinhadas com aos desejos e dúvidas do público. Algo essencial para os professores e produtores de conteúdo.

Aqui, é importante ouvir tanto os comentários positivos quanto os negativos, sendo imparcial para filtrar aquilo que é relevante para a vídeoaula.

3- Faça uso das multimídias

Nem sempre os alunos irão pegar 100% do conteúdo de uma única vez. Afinal, cada ser humano possui uma forma de aprendizado. Nesse sentido, produzir vídeoaulas em conjunto com outras mídias ajudará a enriquecer ainda seu conteúdo. Uma vez, é inviável incluir em apenas um vídeo todo o assunto de que o aluno precisa para obter conhecimento.

Dessa forma, é interessante desenvolver também fóruns, conversas para tirar dúvidas, slides, entre outros que possam facilitar o aprendizado.

4- Invista em equipamentos de qualidade

Aqui é importante deixar claro que qualidade não é sinônimo de caro! Embora equipamentos mais caros representam maior qualidade, existem câmeras e microfones de menor preço que suprem essa necessidade. Tudo depende do seu poder aquisitivo.

Afinal, o que realmente importa é a resolução do vídeo. Algo que atualmente pode ser encontrado até mesmo em dispositivos móveis.

Dessa forma, a dica aqui é: Pesquisar e avaliar os recursos da câmera (ou smartphone) antes de efetuar a compra. Além disso, é interesse investir em microfones adicionais para que o áudio seja gravado de forma compreensível.

5- Gravação e edição

Com a difusão cada vez maior da internet e da produção de conteúdo para plataforma como o Youtube. Têm crescido, proporcionalmente, o número de programas que facilitam tanto a gravação quanto a edição de vídeoaulas. Dentre eles podemos citar:

  • Cyberlink PowerDirector: Ideal para sistema Windows, essa ferramenta permite fazer uso de mais de uma filmagem ao mesmo tempo.
  • iMovie: Desenvolvido especialmente para sistema Mac essa ferramenta é ideal para quem não possui muita experiência com edição.
  • Camtasia Studio: Muito utlizado tanto para gravar quanto editar vídeoaulas com resultado positivos entre os usuários. Pode ser usado em sistema Windows e Mac.

Como todo e qualquer projeto, fazer uma estimativa de custos é sempre bem-vinda, e até mesmo necessária. O primeiro passo é fazer um levantamento dos equipamentos necessários para gravar.

Levantamento de custos

Captação de vídeo e áudio é a primeira coisa que você deve se preocupar. Atualmente os celulares de ponta possuem câmeras poderosas que podem servir para o início, mas lembre-se que um celular possui uma “câmera de bolso”, e sua qualidade pode deixar a desejar, principalmente quando os alunos começarem a comparar as suas aulas com a de outros professores do mesmo tema. Para captação de vídeo, quanto mais luz, melhor. Experimente iluminar o cenário com algumas softbox, afinal de contas estamos na era da informação, não na idade das trevas.

A captação de áudio é muito importante, pois é através deste canal que você transmitirá o conteúdo para os seus alunos. Os smartphones possuem uma captação omnidirecional, ou seja, capta as ondas sonoras vindas de todas as direções.

 

Embora captação de áudio dos celulares seja melhor do que os microfones incorporados das câmeras DSLR, este deve ser um “quebra galho”, saiba como ter uma captação de áudio profissional para seus vídeos.

Você também vai precisar de um ambiente para gravar, seja na sala ou no escritório de sua casa. O importante aqui é conseguir um local que tenha o mínimo de ruído possível e que você não seja incomodado durante as gravações. Para deixar o ambiente mais bonito e trazer um diferencial para as suas aulas, coloque na ponta do lápis quanto custa para você montar um cenário temático para seus vídeos.

A pós produção também é importante, afinal, poucas pessoas no mundo conseguem ficar uma hora desenvolvendo um conteúdo sem errar, se atrapalhar nas palavras ou sem se desviar do assunto.

Se você entende de edição de vídeos, a única coisa que deve se preocupar é com a quantidade de tempo que dedicará a cada edição. Se souber mexer em softwares de edição, existem vários tutoriais espalhados pela internet que podem lhe auxiliar, mas vale a pena uma pesquisa de preços para terceirizar este serviço, pois o tempo necessário para aprender a trabalhar com softwares de edição podem ser investidos em outros pontos do projeto.

Tempo é investimento no sucesso

Um ponto importante para tirar qualquer projeto do papel é saber quanto tempo você pode investir para que ele dê certo. Uma maneira fácil de ter um controle assim é com um planejamento semanal.

Se você vai produzir este conteúdo paralelamente ao seu trabalho, leve em conta que ainda possui os afazeres da casa, a vida social e o lazer. Já dizia o filósofo: “tempo é questão de prioridade”. Não coloque prazos que não vai conseguir cumprir, pois quando isso ocorre é desgastante, além de desmotivador.

Considere que você vai precisar de tempo para planejar o conteúdo do seu curso, montar e desmontar o cenário (se você não puder deixá-lo fixo), gravar o conteúdo e editar o material (a não ser que você possua um terceirizado para fazê-lo). Leve em conta também um tempo para a publicação e divulgação das suas vídeoaulas. Com tudo isso na ponta do lápis, gerenciar seu tempo vai ser uma tarefa mais fácil.

Planejamento financeiro

Você já colocou no papel quantos cursos precisa vender para atingir o break even (quando a receita é a igual despesa) da sua videoaula levando em consideração o tempo e o dinheiro investido? Faça as contas de quanto tempo você precisa dedicar para desenvolver uma videoaula completa, desde sua elaboração até a publicação e divulgação.

Tem dúvidas de quanto tempo vai levar? Faça um piloto, teste! Produza uma vídeoaula experimental e mostre para os seus amigos e familiares e aproveite o feedback para aparar as arestas.

A partir daí você começa a ter uma noção de quanto cobrará para cada matrícula em seu curso.

Criação de roteiro

A criação do roteiro para vídeoaula é uma das partes mais importantes da produção. Através dele será possível determinar o objetivo do vídeo, além de garantir maior assertividade na gravação. E aqui, não é preciso desenvolver um roteiro no estilo Hollywood. Afinal, a ideia é fazer algo simples que possa ajudar durantes as gravações. Nesse sentido, você pode começar respondendo perguntas como:

  • Qual o objetivo do vídeo?
  • A qual público se destina os vídeos?
  • Qual será o meio de divulgação?
  • Como será a produção/gravação do vídeo?

Respondendo detalhadamente à essas questões já é possível dar início as gravações, sem margem para erros!

Se você chegou até aqui merece ser gratificado devido à força e a determinação, mas é agora a hora de executar o seu projeto. Com o material gravado e editado você precisa de uma plataforma para disponibilizar o seu produto, colocá-lo no mercado e conquistar seus alunos.

Lembre-se que utilizar uma plataforma que não atende a expectativa do aluno pode acarretar em uma experiência ruim para o usuário final, não por conta da qualidade do seu produto, mas pela usabilidade da ferramenta.

 

Demonstração 1

demonstração


Categorias