vender cursos online

Como planejar um curso online

Você tem interesse em criar um curso online do zero ou melhorar aquele que você já possui? Se a resposta para as dúvidas acima for sim, entender quais são os passos essenciais para planejar um curso online de sucesso faz toda diferença.

Após a leitura deste material, você vai descobrir cada uma das etapas do processo de planejamento para garantir que seu curso online seja o mais completo e rentável possível.

Vamos lá?

Passo 1. 

Identifique seu público ideal

Passo 2. 

Monte listas de aulas

Passo 3. 

Defina o roteiro das aulas

Passo 4. 

Grave o conteúdo

Passo 5. 

Edite as aulas

Passo 6. 

Elabore materiais complementares

Passo 7. 

Adicione o conteúdo em uma plataforma EAD

Passo 1. Identifique seu público ideal​

A partir do momento que você já tem consciência que suas habilidades e experiências são únicas e, com base nisso, que seu conhecimento pode ser vendido, o primeiro passo a ser executado é identificar sua persona, que nada mais é do que seu público ideal. Sabe aquele cliente dos sonhos, que tem todas as características que combinam perfeitamente com seu produto e com a filosofia da sua empresa? Ele é sua persona!

passo011

Por que é importante conhecer a persona?

O processo de definição de persona é complexo, mas primordial para você falar a língua do seu cliente. Não adianta você ser do segmento jurídico, por exemplo, que atende um público mais formal, e se comunicar com eles usando memes ou outras estruturas de conteúdo mais descontraídas. Um problema que muitos empreendedores enfrentam é justamente na etapa da produção de conteúdo e na maneira de se comunicar com os cliente. Isso porque nem sempre a definição da persona está bem elaborada ou ela simplesmente nem existe!O fato é que você deve produzir conteúdo envolvente e de valor para o seu cliente e não para você!
Mas como assim?
No momento da identificação do seu público, você vai perceber que o tema X é mais relevante para eles. Não importa se você gosta mais do tema Y: se este não for considerado de valor pela sua audiência, não gaste seu tempo produzindo!

Conhecer a persona faz com que você crie conteúdos relevantes para seu público. Só assim ele vai se identificar com sua marca e enxergar na sua empresa a solução ou possível solução para os problemas e dores dele.

Como definir a persona do negócio

A definição da persona deve ser bem específica: quanto mais detalhada, melhor! O levantamento dessas informações pode ser feito por meio de pesquisas e questionários online, observação dos seus clientes atuais, identificação de clientes de concorrentes entre outros.

Veja alguns exemplos de informações relevantes que podem aparecer em um questionário para definição da sua persona:

•  Informações gerais, como idade, sexo, profissão.

•  Características físicas e psicológicas dessa pessoa.

•  As principais dores e dificuldades que esse potencial cliente enfrenta.
•  Os sonhos e objetivos que esse cliente tem.
•  Os assuntos que são relevantes para ele.
•  E todo tipo de dado que seja relevante para seu segmento!

Persona é diferente de público-alvo

A definição de público-alvo é mais ampla e oferece uma visão geral das pessoas que consomem seu produto e são potenciais clientes.

Público-alvo

Homens de 25 a 45 anos, com renda mensal de R1.500,00 a R$3.000,00.
Moradores das capitais do Brasil e cidades grandes de interior e que buscam um estilo de vida mais agitado.

Essa descrição é interessante para oferecer um direcionamento, mas para elaborar estratégias de vendas e de marketing pode ser um tiro no pé.

Já a persona é mais específica e tem o intuito de criar um personagem fictício:

Persona

João Silva, 35 anos, casado e pai de dois filhos. É gerente de marketing em uma empresa multinacional e tem dificuldades em gerir uma empresa com múltiplos perfis. Sua principal forma de adquirir conhecimento é através de portais de notícias e jornais.

passo02

Passo 2. Monte listas de aulas

Você já sabe qual será o tema do seu curso e também já percebeu o jeito certo de se comunicar com seus clientes e possíveis clientes. Agora, é hora de começar a planejar efetivamente o seu curso online. Este momento é crucial para o sucesso do seu negócio: tenha bastante disciplina na etapa de planejamento.O primeiro passo é, com base nas dores e problemas dos seus clientes ideais, iniciar a montagem das aulas que você pretende abordar em seu curso.


Dica: pense primeiro nos módulos principais e, em seguida, nas aulas específicas. Por quê? Fazendo isso, você consegue organizar os conteúdos de maneira que façam sentido para quem estiver consumindo o material.

Quer um exemplo? Vamos supor que você pretenda criar um curso online sobre confeitaria. Pense nos módulos principais, como:

•   Módulo 1: Organizando sua cozinha

•   Módulo 2: Segredos para massas de bolos perfeitas

•   Módulo 3: Recheios que conquistam a clientela

•   Módulo 4: Coberturas de bolo e técnicas de confeitagem

E assim por diante!

Pense comigo: faz sentido você aprender primeiro a fazer coberturas de bolo, sendo que você nem sabe quais são os equipamentos essenciais que um confeiteiro deve ter na cozinha? Não!

Após estipular os módulos, destrinche as aulas e conteúdos que você pode ensinar:

 

•  Módulo 1: Organizando sua cozinha
            Aula 1: Regras de vigilância para cozinhar em casa
            Aula 2: Equipamentos essenciais que todo confeiteiro deve ter
•  Módulo 2: Segredos para massas de bolos perfeitas
            Aula 1: Como escolher os melhores ingredientes
          ○  Aula 2: Pão-de-ló fofinho e coringa

         ○   Aula 3: O bolo de chocolate da vovó

 
Siga adicionando as aulas que façam sentido dentro de cada módulo.
 

Onde anotar tudo isso?

Você pode simplesmente abrir um arquivo no Google Drive e começar a digitar as aulas, reorganizando os conteúdos conforme façam sentido.
Outra alternativa é usar o Trello, um gerenciador de projetos online, gratuito e extremamente fácil de usar. Você cria listas referentes a cada módulo e adiciona as aulas que devem ser abordadas.
A ferramenta para anotação não deve ser um empecilho para seu planejamento. Se você funciona melhor anotando tudo, primeiramente, em uma papel, faça desse jeito!

Passo 3. Defina o roteiro das aulas

Todos os módulos estão planejados? É hora de estruturar o que você vai falar em cada aula. Por mais claro que o processo esteja na sua cabeça, é importante que você roteirize e separe os pontos importantes e essenciais em cada uma das aulas. Quer saber por quê?
A definição do roteiro está diretamente ligada ao tempo de duração de uma videoaula. Se você fizer um roteiro muito raso, pode ser que deixe alguma informação importante passar. Se o fizer muito detalhado, corre o risco de ter uma aula com 50 minutos de duração.

passo031
Mas como acertar a mão na hora de planejar o roteiro?
Conquistar e manter a atenção em sala de aula é um dos maiores desafios dos professores, presencialmente ou virtualmente. Isso porque os educadores disputam a atenção dos alunos com smartphones e até com os vídeos de gatinhos das redes sociais — por isso cada minuto vale ouro.O tempo de duração de um vídeo é tão importante que, para você ter uma ideia, o site Wistia realizou um estudo em 2016 para saber “Quão longo o seu vídeo deve ser?”. Esse estudo mostrou que vídeos com mais de 3 minutos tendem a ter uma queda nas visualizações e uma redução de 10% da taxa de engajamento.Veja o gráfico abaixo.
Disponível em https://wistia.com/learn/marketing/optimal-video-length;  Acesso em: 28/09/2018
Claro, isso vai depender do seu segmento e do perfil da sua persona. Novamente, lembre-se: o conteúdo tem que ser feito sob medida para seu cliente, não para você! Se seu público necessita de vídeos mais densos, tudo bem! 
Porém, se sua persona tem a necessidade de consumir os conteúdos mais rapidamente, para sua videoaula não ficar muito cansativa, a dica é dividir o todo em várias partes iguais. Por exemplo, se você tem aula de 30 minutos, é interessante dividi-la em 6 aulas de 5 minutos cada.
Além de multiplicar o seu conteúdo, você pode aumentar a capacidade de retenção, despertando no aluno o desejo de ver a próxima aula
passo04

Passo 4. Grave o conteúdo

Luz, câmera, ação!
Com tudo organizado e preparado, é hora de se posicionar em frente às câmeras para gravar seu curso online.Nesta etapa, você vai perceber que ter o roteiro das aulas estruturado vai fazer toda a diferença, tanto para que o conteúdo gravado fique mais fluido quanto para você não se perder na aula!

Equipamentos

Muitas pessoas acreditam que os equipamentos são fatores decisivos para produzir uma videoaula poderosa. Mas isso não é 100% verdade. Se seu roteiro tiver furos ou se você estiver falando com o cliente da maneira errada, não adianta nada ter uma câmera poderosa para gravar um conteúdo ruim. Por isso: não pule as etapas anteriores de planejamento.

 

Os equipamentos não são os únicos responsáveis pelo sucesso de uma aula, mas ajudam bastante a entregar um conteúdo acima da média! Confira quais são os itens que você deve ter:

 

Câmera

A escolha da câmera vai influenciar na qualidade das gravações, mas isso não significa que você deve investir, logo de cara, em um equipamento caríssimo. Você pode usar até câmeras de celulares modernos, que capturam vídeos em HD e até 4K. Analise e invista nos equipamentos conforme seu orçamento.

Microfone

A captação do áudio é mais importante do que a qualidade do vídeo, sabia? Não adianta você ter uma aula bem planejada e gravada, sendo que seus alunos não escutam direito sua voz. Para isso, invista em um microfone externo de qualidade, capaz de captar bem sua voz e eliminar ruídos do ambiente. Usar o microfone de câmeras ou de celulares não é legal.

Iluminação

A claridade em uma videoaula é outro fator importante para gerar um conteúdo refinado para seus alunos. Até porque: ninguém vai se interessar por uma aula em que parece ser ministrada dentro de uma caverna! Se tiver orçamento, invista em um softbox. Se a grana estiver curta, aproveite a luz solar ou até faça um rebatedor caseiro, usando uma chapa de isopor e papel laminado.

Cenário

Um cenário bonito e bem organizado pode ajudá-lo a engajar seus alunos durante a aula. Planeje um espaço elegante, sem muitas distrações, para reter a atenção. Claro que isso, mais uma vez, vai depender do perfil do seu cliente. Se você oferece um curso sobre criatividade, é natural que o cenário seja mais descolado e compatível com o perfil do seu cliente.

Passo 5. Edite as aulas

Não sei se você já passou por isso, mas parece que o universo conspira contra os momentos de gravação de vídeos. Algum buzinaço vai acontecer na rua, o vizinho vai ligar música alta, a reforma no andar de cima vai acontecer justamente nesse dia!Pode ser que nem tudo saia perfeito durante a gravação. Por isso que ferramentas de edição de vídeos são essenciais! Isso porque você pega esse material bruto gravado, retira esses trechos de imprevistos e amarra suas ideias.
A equipe da EADBOX recomenda que você conheça os seguintes editores de vídeo:

passo051

Camtasia Studio

Apesar da quantidade de recursos, inclusive com ferramentas avançadas de edição, o Camtasia Studio é fácil de usar.
O programa faz captura de tela e áudio do computador, além de permitir a criação de legendas sem complicação. O programa é pago, mas possui versão gratuita para testar.

VEGAS Movie Studio

O VEGAS Movie Studio também oferece ferramentas mais avançadas, mas não é nada complicado fazer edições de vídeos com ele.
O programa tem suporte a diferentes plugins, recursos para ajustar áudio e aceleração de hardware para renderizar vídeos de forma mais rápida. O VEGAS tem versão PRO com mais funcionalidades.

Lightworks

Mesmo com a grande quantidade de recursos, basta usar a ferramenta por alguns minutos para se familiarizar com a edição.
Uma função de destaque é a multicam, que permite fazer várias filmagens ao mesmo tempo. A licença completa é paga, mas mas possui versão gratuita para testar e conhecer o potencial da ferramenta. O programa é compatível com Windows, Mac e Linux.

HitFilm Express

HitFilm Express é indicado para para estudantes, youtubers e iniciantes. Ao mesmo tempo que oferece recursos avançados para edições, o programa é fácil de usar.
Com ele, você tem a sua disposição mais de 410 efeitos e presets e recursos para edição e renderização de máscara. Uma das vantagens em usar o software é que a versão Express é gratuita.

Blackmagic Design - DaVinci Resolve

Se você já possui experiência em edições, vale a pena conhecer o Blackmagic Design. As ferramentas são avançadas e permitem a criação de vídeos com requintes profissionais, tanto que esse software já foi usado em produções de Hollywood, acredita?
Isso porque possui recursos poderosos para pós-produção de áudio. A versão Resolve (não a Studio) é 100% gratuita.

Adobe Premiere

O editor de vídeo da Adobe é uma ferramenta profissional indicada para usuários mais experientes.
O software tem o suporte de mídia nativo mais amplo do setor, apresentando poderosos fluxos de trabalho que facilitam a edição. A integração com outros aplicativos da Adobe é perfeita. Você pode baixar uma versão de avaliação do Premiere.

passo06

Passo 6. Elabore materiais complementares

Preparar um material complementar para sua aula é extremamente importante. O sentimento de posse, de ter algo nas mãos, faz com que seu aluno se sinta mais próximo de você e do seu curso. Não subestime o poder que um PDF tem na vida de quem consome seu conteúdo!Por isso, vale a pena você investir na produção de materiais para suas aulas. Não precisa ser em 100% das aulas: comece criando os arquivos para as aulas principais e, conforme o tempo passar, elabore para as seguintes.

Sejam PDFs ou planilhas, seu aluno pode imprimir esses materiais e ter uma “apostila” para acompanhar o curso e fazer anotações relevantes.

É importante que esses materiais tenham uma identidade visual semelhante com a da sua empresa, trazendo cores, fontes e logo. Isso ajuda a reforçar sua marca na mente destes alunos

Essas adaptações de identidade podem ser feitas, utilizando ferramentas online de grande qualidade, como o Canva ou o Pixlr. Se preferir instalar um programa em seu computador, vale a pena conhecer as opções gratuitas como o Paint.NET ou GIMP. Se você tiver orçamento e conhecimentos mais avançados, o Photoshop é sempre a melhor opção.

Passo 7. Adicione o conteúdo em uma plataforma EAD

Tenho certeza que o trabalho foi grande até aqui! Mas se você se planejou, a chance de gerar um conteúdo de valor, que vai fazer diferença na vida dos alunos, será realmente grande!Agora, é o momento de pegar todo esse seu pote de ouro de colocá-lo em uma plataforma EAD para começar a distribuição.Mas antes de contratar uma plataforma EAD, é interessante você observar se a ferramenta oferece suporte aos seguintes recursos:

passo071
vetor_criacao_LP

Criação de landing pages ​

Verifique se a plataforma EAD que será contratada já oferece ferramentas nativas para você criar páginas de divulgação do seu curso. Você tem essa joia pronta, agora deve mostrá-la para o mundo! Caso a plataforma EAD não ofereça suporte para essas criações, você terá que contratar uma ferramenta extra somente para isso ou vai precisar ter um time de desenvolvimento pronto para te atender.

Suporte para aulas ao vivo

Tudo bem que você dedicou grande tempo gravando as aulas para seu curso, mas tenha em mente que interações ao vivo com seus alunos também fazem parte do processo. Alguma notícia sobre seu segmento pode surgir, por exemplo, e repassar essa informação para seus alunos será importante. Além disso, você pode oferecer sessões de perguntas e respostas para tirar as dúvidas enviadas previamente pelos seus alunos durante uma aula ao vivo.

vetor_suporte_aulas_aovivo
vetor_geracao_relatorios

Geração de relatórios robustos

A inteligência do seu negócio depende totalmente de informações extraídas do seu curso online. Por isso, observe se os relatórios gerados pela plataforma são robustos e detalhados. Se você quer passar seu conhecimento para frente e fidelizar alunos para que continuem consumindo e comprando seus produtos, você precisa ficar atento aos números do seu curso. Não adianta você preparar um curso com todo carinho e descobrir que a retenção está baixa, por exemplo.

Integrações nativas

A questão de integrações com outras ferramentas não é pensada logo no começo do lançamento do curso e, por isso, muitos empreendedores fracassam em seus lançamentos ou percebem a necessidade de migração de plataforma pouco tempo depois. A longo prazo e com o crescimento do negócio, este recurso acaba se tornando um poderoso aliado. Questione o suporte se é possível integrar a plataforma com o RD Station, por exemplo, e ter um disparo de e-mails mais robusto, automático e personalizado.

vetor_integracoes_nativas
vetor_ferramentas_autoria

Ferramenta de autoria

Por que você quer vender cursos online? Acredito que seja para ganhar dinheiro de forma escalável! O que você prefere: gastar tempo analisando seu negócio e preparando a estratégia para alavancar sua empresa, ou você prefere focar seu tempo em ficar colocando aulas no ar e cadastrando textos? Você como empreendedor tem que resolver o problema de alguma pessoa, por isso, não pode perder tempo com coisas operacionais. Verifique se a plataforma EAD oferece um período gratuito de testes e se permite que tudo seja feito com facilidade para que você foque seu tempo no que realmente importa para o negócio.

Gamificação ​

As aulas dos cursos online precisam ser curtas e ao mesmo tempo cativar o aluno, isso porque é muito fácil que essa pessoa perca o foco enquanto está assistindo à uma aula. Se ela está em casa e recebe uma mensagem no WhatsApp ou é marcada em um vídeo de cachorrinho do Facebook, pronto: a dispersão aconteceu! Porém, se a plataforma EAD oferece recursos de gamificação, para o aluno interagir com as aulas, você consegue trazer o aluno novamente para a aula. Isso é possível com exercícios, conquistas, quizzes, trilhas, avaliações etc.

vetor_gamificacao
Nós acreditamos que este conteúdo certamente vai te ajudar a chegar mais perto do que você deseja para o seu negócio. Ele vai te guiar pelos passos iniciais para você ter resultados com o planejamento e a criação do seu curso online.Mas, esse é apenas o início do caminho.
Se você quer divulgar seu curso online do jeito certo e melhorar ainda mais seus resultados, fale gratuitamente com um especialista da EADBOX e encontre a melhor solução para o seu negócio!
vender cursos online

Já está pronto para lançar seu curso?