E-learning vs Treinamentos Presenciais

E-learning vs Treinamento Presencial – Qual é a Diferença?

Apenas 15 anos atrás, E-learning era uma forma experimental de ensinar assuntos muito técnicos. Hoje, os educadores de todas as áreas usam o treinamento online para ensinar qualquer coisa; é difícil encontrar escolas ou algum departamentos de treinamentos que não incorporam de alguma maneira a aprendizagem à distância em seus programas.

Infelizmente, profissionais da educação que ainda não estão familiarizados com o E-learning podem ser resistentes quanto a adoção de cursos online, geralmente devido a uma falta de conhecimento, e aqueles que se envolvem no E-learning tendem a usar os mesmos métodos pedagógicos dos processos tradicionais em seus processos online, embora replicar no ambiente online as interações, atividades e eventos que acontecem em sala de aula não é uma prática recomendável. São ambientes diferentes, então devem ser aplicadas metodologias diferentes.

Para ajudar os novos profissionais do E-learning, separamos as principais diferenças entre o ambiente online e o tradicional:

1) O Contexto do Aprendizado

O contexto em que a aprendizagem online se encaixa é muito diferente. Em contraste com a aprendizagem em sala de aula convencional, o treinamento online é uma atividade individual, mesmo se os alunos estão em uma sala com outras pessoas realizando as mesmas tarefas. Os instrutores devem preparar os cursos para este ambiente online; por exemplo, o isolamento dos alunos torna mais provável a evasão por parte dos alunos dentro de um curso, porém, existem táticas de motivação e feedback que podem reduzir este risco. Portanto, personalizar a aprendizagem, tornando o E-learning mais “humano”, é uma forma importante de se conectar com os alunos online e evitar que estes sintam-se isolados.

Além disso, o meio online cria um ambiente único para o ensino e aprendizagem: principalmente, o tempo de deslocamento. Prazos são essenciais para evitar que os alunos fiquem para trás em sua atividades.

2) Dinâmicas Sociais

Um dos principais focos na aprendizagem online é a comunicação. Como em um ambiente tradicional, as interações online com outros alunos e o instrutor só são possíveis através de fóruns de discussão, chats, quadro de avisos e troca de e-mails. A comunicação através destes meios é essencial para que os processos no E-learning sejam eficazes, uma vez que os cursos não possuem as “características face-a-face” que permitem aos alunos para formar laços sociais em treinamento em salas de aula.

Para ser bem sucedido, portanto, o instrutor precisa ser socialmente presente, fornecer instruções claras sobre a forma como os alunos devem participar de discussões, e estar pronto para intervir se as discussões são inadequadas ou não ocorrer. Isso ajudará a uma classe em linha formar uma comunidade e evitar transformar a aprendizagem em um processo individual.

3) Tempo

Um minuto dentro de uma sala de aula não é igual a um minuto de treinamento online. Num curso à distância, é possível percorrer o mesmo conteúdo de uma aula tradicional com um gasto de 25 a 60 por cento do tempo necessário original.

Entretanto, os cursos online quase sempre percorrerão um período mais longo; Por exemplo, enquanto um curso tradicional, com 16 horas de conteúdo pode abranger dois dias de aulas, um curso à distância pode ser acessado duas horas por dia durante uma semana. Desenvolvedores focados em produzir para o ambiente online devem lembrar que é sempre melhor dividir os conteúdos em pedaços menores.

Em cursos online, os alunos conseguem acessar os conteúdos a qualquer momento e quase em qualquer lugar. Então fique sempre atento com as dimensões do seu curso, torne o processo mais intuitivo e dinâmico, fique atento com as terminologias utilizadas no ambiente EaD e construa sua metodologia pedagógica de uma maneira escalável e próxima da realizado do aluno.

Categorias