inovar ead

Veja nossas dicas para inovar seu ensino a distância e sair na frente5 min read

Desde o surgimento do modelo de educação a distância no Brasil, em 1996,  esse método tem recebido atualizações até chegar a estrutura que conhecemos hoje.

Se antes o modelo EAD se designava exclusivamente às teleaulas, com professores lecionando por meio de vídeos que eram acompanhados por tutores locais em auxílio aos alunos, atualmente com o advento da internet, as atividades já podem ser realizadas realmente à distância através de plataformas online e específicas a essa finalidade.

De acordo com dados da Agência Brasil, em relação a 2014 o ensino a distâncias aumentou em 3,9% o número de matrículas, maior que o percentual do ensino presencial que foi 2,3% no mesmo ano.

Dessa forma, é possível perceber que a EaD já faz parte da realidade de muitos brasileiros, tanto na educação básica, quanto profissionalizante, superior e cursos de extensão. Em conjunto com a tecnologia, que serve como meio de transporte à esse modelo de educação, mais pessoas podem ter acesso a informação.

Embora o desenvolvimento seja grande, um dos maiores questionamento de quem trabalha com nesse setor é como inovar seu ensino a distância e sair na frente da concorrência. Uma vez que o ensino a distância têm se expandido rapidamente. Pensando nisso, desenvolvemos esse artigo com algumas dicas de como inovar seu ensino a distância. Confira:

Como inovar seu ensino a distância

Existem pelo menos dois motivos para você ter chegado a artigo:

  1. Falta de engajamento dos alunos
  2. Estudantes desmotivados

Inovar na educação a distância significa reverter essa situação, com objetivo de garantir maiores índices de aprendizado e aproveitamento do conteúdo por parte dos estudantes. Além disso, financeiramente falando, torna-se um meio para colher os frutos do investidos no projeto e , assim, todas as partes saem ganhando.

Então, se o seu interesse é virar o jogo oferecendo e recebendo retorno sob o investimento, veja as dicas abaixo:

1.Invista na tecnologia e formatos de conteúdos

No ambiente online é possível fazer uso de diferentes formatos de conteúdos para prender ainda mais a atenção do estudante. Afinal, é do seu interesse que eles permaneçam interessados pelos assuntos oferecidos com objetivo aumentarem a retenção da informação. E aqui não existe um número limite de formatos tecnológicos que podem ser utilizados, entre os mais indicados estão:

  • Videoaula
  • Podcast
  • webinar
  • infográfico
  • e-book

E não pense que é difícil desenvolver conteúdos nos referidos formados, pois assim como a internet auxilia a propagação da infomações ela também funciona como meio para criar aulas multimídia. Com uma rápida pesquisa, é possível encontrar plataformas que se propõe a essa função, entre elas podemos citar o Nearpod e o Content Toll.

  • Nearpod: Essa é uma plataforma online, desenvolvida para ser utilizada tanto em dispositivos mobile quanto em desktop. De fácil acesso, ele permite que professores criem aulas em diferentes formatos (texto, imagens, áudios, vídeos, questionários, enquetes, etc.) para serem compartilhados entre os estudantes. Além disso, a plataforma proporciona gerenciamento da participação de estudantes nas atividades.
  • Content Tolls:  Muito parecida com o Nearpod, essa ferramenta permite que professores criem suas aulas com recursos com enquete, quiz, vídeos e fotos, entre outros. Ela pode ser usada tanto em desktop quanto em dispositivos móveis.

2. Torne as aulas mais dinâmicas

Inovar seu ensino a distância envolve uma série de etapas, inclusive repensar o formato de aula. E uma dos  metodologias que mais tem se destacado nos últimos tempos é a gamificação.

Esse conceito, que tem revolucionado o processo de educação, faz uso de princípios dos videogames como sistema de pontos, níveis e personagens para estimular os estudantes na aprendizagem.

Nesse sentido, durante as aulas é permitido criar desafios, jogos e usar plataformas que seguem o conceito de gamificação.

3.Não esqueça dos detalhes

Durante a explicação da matéria não esqueça de detalhar as informações, você pode dar exemplos, passo-apasso, demonstrar como se faz, entre outros.

Essa pequena mudança na forma de apresentar o conteúdo, além de deixar o assunto claro, ajuda a diminuir as dúvidas e proporciona maior segurança aos estudantes.

4. Redes sociais

Nas salas de aula presenciais, as redes sociais são constantemente associadas a falta de atenção. No entanto, quando bem utilizada ela pode proporcionar maior proximidade na relação professor aluno.

E o Facebook, é a rede social mais indicada para esse tipo de interação, uma vez que ele é gratuito e possui altos índices de penetração populacional. Além disso, proporciona botões úteis para analisar a interação como curtir, comentar e compartilhar.

Neste sentido, professores em diferentes locais podem tirar dúvidas de estudantes com maior rapidez pelo inbox e comentários no geral.

5. Atualize seu conteúdo com frequência

Todas as dicas citadas são muitos úteis para quem deseja inovar no processo de educação. No entanto, de nada adianta chamar a tecnologia para dentro da sala de aula se o principal, que é o conteúdo, se mantém ultrapassado.

Dessa forma, uma das dicas mais relevantes que se pode citar é a atualização do conteúdo. Sempre que encontrar algo novo ou sentir a necessidade, inclua na sua aula. Os estudantes agradem!

Conclusão

Apesar de o ensino a distância ter crescido bastante no Brasil, devido ao seu acesso facilitado e baixo custo para o estudante, é necessário investir em recursos para mantê-lo atento ao conteúdo apresentado. Somente dessa forma será possível garantir altos índices de aprendizado, além de crescimento da organização que oferece cursos da educação a distância.

Conte para nós o que você faz em sala de aula para inovar seu ensino a distância!

Planejamento de cursos online

Planejamento de curso


Categorias