Procura por curso a distância cresce no interior de SP

A título de comparação, o aumento de matrículas nos cursos presenciais no Estado no mesmo período foi de 3,8%
A procura por curso superior a distância na maioria das regiões do interior de São Paulo teve um aumento expressivo entre 2010 e 2011, indica levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado (Semesp).
Na rede privada da região de Bauru, o crescimento foi de 32%, seguida por Marília (21,3%) e Ribeirão Preto (17,2%).

As regiões de Campinas (17,1%), Sorocaba (10,5%) e Presidente Prudente (8,6%) também tiveram aumento em matrículas superior à média do Estado, incluindo a capital paulista, de 5,2% no mesmo período.

A título de comparação, o aumento de matrículas nos cursos presenciais no Estado no mesmo período foi de 3,8%. O levantamento nas regiões de São José do Rio Preto e de São José dos Campos ainda não foi concluído.
De acordo com o diretor executivo do Semesp, Rodrigo Capelato, mesmo com o esforço do governo federal para reduzir a oferta dos cursos a distância, os números comprovam que há um grande potencial para crescimento no segmento. Pedagogia, administração, gestão de pessoal e logística estão entre os cursos mais procurados. “A maior procura pelos cursos a distância está na faixa etária dos 30 aos 34 anos e quase o dobro das matrículas é feita por mulheres”, detalhou.

fonte: exame.abril.com.br

Categorias