Como criar Curso Online

Criar curso online: as 4 etapas que você precisa conhecer

Criar curso online é uma prática cada vez mais popular e altamente vantajosa, tanto para quem ensina quanto para quem aprende. Com o avanço da tecnologia, a plataforma de educação à distâncias (EaD) tornou-se uma grande aliada no ensino no Brasil, delineando um novo modelo de aprendizagem, totalmente interativo, dinâmico e acessível a todos.

Este novo formato de ensino, também conhecido como e-learning, é amplamente aplicado por empreendedores digitais, empresas interessadas em disponibilizar treinamentos a seus colaboradores e instituições de ensino. Atualmente é possível criar curso online e oferecer conteúdos atualizados e valiosos, reduzindo gastos com a qualificação.

No entanto, muitos ainda têm dúvidas a respeito do processo. Afinal, como criar um site de cursos online do zero? Para responder a essa pergunta, é necessário avaliar o que você está disposto a ensinar, no que você é bom, sobre qual tema vai tratar etc. Independente do tema escolhido, é fundamental fazer uma boa pesquisa antes de entrar de cabeça em um projeto.

Pense em um problema sobre o tema a ser tratado, coloque-o no papel, decida o que vai ser feito para mudar e faça testes para verificar o que funciona ou não. Em seguida, verifique quais são as opções de contato, para quem será divulgado e quais os contatos já existentes. A partir daí, é necessário pensar nas estratégias que serão utilizadas.

Interessado em uma plataforma para criar cursos online? Antes de começar um projeto, confira tudo o que você precisa saber para ingressar no mercado de ensino à distância com pé direito!

Como criar um site de cursos online?

1° Passo: Planejamento

A contínua transformação do ensino e alta demanda do mercado são os principais motivos para criar curso livre. Primeiramente, realize um planejamento caprichado para começar seu projeto. Para delinear uma estratégia de sucesso, é preciso avaliar uma série de fatores:

  • Estabeleça objetivos

    Alinhar conceitos, propostas e metas é fundamental para avaliação de resultados de um negócio EAD. Seja claro e preciso ao estabelecer orçamentos, temas, resultados, prazos e margem de lucro desejada.

  • Defina a estrutura de conteúdo

    Outra parte importantíssima do processo é a estruturação do conteúdo. Após determinar o assunto, é preciso organizar tópicos, conceitos e exemplos, a fim de produzir um curso coerente, relevante e de fácil aprendizagem. Lembre-se de dividir seu conteúdo de forma coesa para manter o ritmo das aulas. Realize uma cuidadosa e profunda pesquisa do tema escolhido e trabalhe apenas com fontes confiáveis.

  • Defina o público-alvo

    Ao criar curso livre saiba exatamente com quem você está se comunicando. Conhecer o público-alvo (seus hábitos, profissão, hobbies, faixa etária etc.) e suas demandas específicas é essencial para preparar um material assertivo e bem direcionado.

  • Faça uma análise de mercado e concorrência
    É importante saber como anda o mercado e como seus possíveis concorrentes se comportam, como divulgam seus conteúdos, como retém alunos etc. Aproveite os dados da análise para oferecer diferenciais e destacar seu negócio.

2° passo: Construção

Após definir toda a organização do conteúdo, é hora de pensar na construção do curso online. As videoaulas são uma ótima maneira de interagir com o aluno e criar uma atmosfera de sala de aula, porém, com mais conforto e praticidade. Antes de ligar a câmera, saiba quais são as melhores práticas de gravação: a qualidade do seu material vai determinar o engajamento dos alunos e a assimilação de conhecimento.

Crie um bom roteiro com falas e conteúdo, invista em equipamentos e reserve um espaço adequado para a filmagem. Entender pelo menos o básico de softwares de edição também ajuda a poupar tempo e facilita o processo. Caso seja possível, reutilize material institucional ou vídeos antigos como base, a fim de suprir de forma mais barata e reciclável a demanda de conteúdo.

Lembre-se sempre de adaptar o conteúdo ao público-alvo, além de complementar as aulas online com materiais complementares, como filmes, documentários e artigos relacionados ao curso.

3° passo: Divulgação

Na hora de divulgar seu curso na internet é fundamental saber se você está em um ambiente seguro, de fácil acesso e entendimento do usuário, além de detalhamento do material utilizado no curso. Para isso é necessário investir em uma plataforma capaz de gerenciar bancos de dados complexos, assim como materiais e ferramentas de avaliação, a plataforma EAD.

Esta poderosa ferramenta oferece aos usuários a capacidade de gerir cursos online por longo período, oferecendo equilíbrio entre a funcionalidade e a facilidade de uso, além de apresentar uma interface fácil, simples e inovadora. Por meio dela, é possível personalizar cursos, modificar cores, logo e adicionar materiais como apresentação de power point, games e PDFs. Assim, é possível ser mais assertivo com relação ao público e ao investimento feito.

4° passo: Venda

Para a realização de vendas dos cursos online, você pode optar por três modelos diferentes:

  • Venda de aula

    Este tipo de venda é focado em instituições que conseguem manter um padrão em seus conteúdos e trabalham com ele de forma mais específica, em uma única aula. Este “padrão” é importante, pois existem pessoas que têm interesse em comprar uma aula direcionada a um determinado assunto, não sendo necessário comprar o curso inteiro.

  • Venda do curso

    Este modelo é recomendado para quem deseja entender sobre o assunto de maneira mais ampla e profunda, em ocasiões que o conteúdo não pode ser trabalhado em um só dia, pois é necessário tempo para assimilar tudo o que foi passado na aula.

  • Venda recorrente por assinatura

    Permite que o usuário consuma quantos cursos ou aulas quiser por um preço fixo pago periodicamente. Assim, o aluno pode navegar por diversas áreas e conteúdos e ter uma experiência mais rica e completa dentro da plataforma.

Após definir o modelo de venda, o próximo passo é fazer com que a oferta chegue às pessoas. Isso pode ser feito de diversas formas, uma delas é por meio das redes sociais (facebook, LinkedIn, instagram, anúncios no google ou sites relacionados, propagandas na tv, jornal ou rádio).

A melhor maneira para decidir o foco é saber em quais canais seu público-alvo está. Não se esqueça de verificar a planilha de verba para saber o valor disponível para divulgação.

Comece a criar cursos online com plataforma EAD agora mesmo!

Além de seguir o passo a passo rigorosamente, lembre-se de investir em marketing para alavancar a divulgação do seu curso online. Aposte em uma eficiente plataforma para criar cursos online com total flexibilidade e praticidade.

Deseja saber mais? Deixe-nos sugestões ou divida suas experiências nos comentários!

CTA Demonstração 1

demonstração


Categorias