funil de marketing

Funil de Marketing: saiba o que é e qual a importância para sua estratégia de conteúdo

Os formatos mais tradicionais de marketing passaram a ser vistos por muitos consumidores como inadequados. Apesar do marketing tradicional ainda funcionar muito bem em alguns casos e continuar tendo o seu valor dentro das estratégias de divulgação, as pessoas não querem mais ser “interrompidas” pelas marcas quando estão consumindo algum tipo de conteúdo, seja informativo ou de entretenimento.  É por isso que muitas empresas começaram a fornecer o conteúdo, ao invés de interrompê-lo. Para que isso seja feito da melhor forma possível, é necessário compreender como o funil de marketing funciona.

funil de marketing

Todo empreendedor entende que manter os seus clientes fiéis dá lucro e é um processo muito mais barato do que conquistar novos. Então, entender o que é o funil e saber como utilizá-lo deve ser uma prioridade da sua empresa, para entregar conteúdo de qualidade, específico e personalizado, conquistando assim novos clientes e mantendo a fidelidade daqueles que já conhecem a sua marca.

O ABC do funil de marketing

O funil de marketing corresponde à jornada que seu consumidor passa até o momento de decisão da compra. Enquanto o funil de vendas representa as cinco etapas – conscientização, interesse, avaliação, decisão, compra – o funil de marketing é seu equivalente em forma visual.

Em sua representação visual, o funil é como uma pirâmide invertida, com base mais fina do que o topo. As cinco fases estão distribuídas de cima para baixo da “pirâmide”. A conscientização é a fase mais larga, portanto ficando no topo; a fase de compra é a fase mais estreita, representando o fundo.

Em suma, o funil é separado em três partes: topo, meio e fundo. Os nomes não são dados à toa, cada um deles tem um objetivo dentro do planejamento.

Veja também: Funil de vendas: aprenda hoje a organizar o seu.

Relacionando as etapas com estratégias

A essa altura do campeonato, você já deve ter conseguido visualizar o formato da pirâmide invertida. Dessa forma, ficará mais fácil de entender cada etapa do processo.

A parte mais larga é o topo, que se relaciona com o público mais abrangente e que busca por solução de alguma necessidade. Nesse momento, ainda não estão interessadas em comprar ou contratar um serviço e sim em informações para algum problema ou dúvida.

O meio do funil representa a parte do processo em que o cliente já conseguiu informações suficientes e relevantes. Agora nessa etapa, ele busca por opções que sejam interessantes para sua realidade. Dentro da estratégia de marketing, para pessoas que estão no meio do funil, são necessários conteúdos que visam mostrar opções de produtos e serviços que solucionem determinados problemas.

Na etapa mais estreita do processo, o fundo, é o momento em que o cliente já está tomando suas decisões. Aqui o cliente já tem consciência do seu problema, já sabe como quer resolvê-lo e está buscando a melhor opção no mercado para isso. Nesse momento é possível (e muito importante) trabalhar com conteúdos promocionais, além de mostrar os produtos ou serviços que a empresa que produz o conteúdo oferece.

A importância de um funil bem feito

Entender o funil de marketing é essencial para o sucesso da empresa dentro do marketing atual. Com as informações conquistadas ao longo da jornada é possível criar estratégias e planejamentos para alcançar os objetivos estabelecidos.

É a partir da análise detalhada de cada fase do processo que a equipe de marketing e vendas entende o momento de compra do cliente.

 

Trabalhe um planejamento de funil equilibrado em todas as fases. Dessa forma, o conteúdo fica mais específico e certeiro.

CTA ebook cursos online

ebookcursos-online


Categorias