jogos empresariais

Jogos corporativos: o que são e como utilizar com sua equipe3 min read

É comum que equipes de diferentes setores não conheçam a rotina um dos outros nem como cada escolha feita pode impactar setores diferentes. Dessa maneira foram criados os jogos corporativos que visam criar um ambiente corporativo através de atividades lúdicas. Nestes é possível reproduzir as atividades rotineiras a fim de entender seus resultados e impactos.

 

Jogos corporativos

 

O que são jogos corporativos?

Os jogos cooperativos são vivências a partir de atividades lúdicas. Esses jogos são voltados para adultos e cada tipo de jogo visa entender um determinado tipo de comportamento. Comportamentos esses que, em sua maioria, precisam ser mudados para que o ambiente em que eles acontecem seja transformado.

Geralmente os jogos corporativos são colocados em prática dentro de um ambiente controlado. Ou seja, as respostas são previsíveis, portanto são previamente estruturados para que o comportamento realizado seja fruto de um questionamento. E, posteriormente, cada participante compreenda as consequência de cada decisão tomada. Gerando assim, uma mudança no ambiente.

Existem dois tipos de jogos: os competitivos e os cooperativos. Ambos podem ser colocados em prática no ambiente de trabalho e em equipes. O que os diferencia é a forma como o trabalho em grupo é colocado em prática.

Modo competitivo

Esse modo é o que mais se assemelha a rotina de trabalho dentro da maioria das empresas. Nele cada jogador exerce sua função sozinho, porém todos os participantes possuem as mesmas instruções, oportunidades e condições. Sendo que no final existe apenas um vencedor.

O modo competitivo pretende analisar as decisões tomadas individualmente e suas consequências no coletivo. Se o ganhador conseguia, diante as oportunidades dadas, se destacar, o que ele fez de diferente dos outros? Nesse modo é possível responder e entender cada detalhe.

Modo cooperativo

Ao contrário do modo competitivo, o cooperativo visa que todos os membros trabalhem juntos. Pode haver momentos de conflito e competitividade dentro do jogo, mas o objetivo é que todos cooperem para que possam atingir o propósito do jogo.

É possível avaliar a forma como cada colaborador trabalha em equipe, quais são suas motivações e interesses. Dessa forma, ao atingir o objetivo final, o sentimento de pertencimento aumenta. Proporcionando um trabalho em equipe mais harmonizado.

Jogos corporativos são mais do que dinâmicas

Para que seja considerado, de fato, um jogo corporativo e não apenas uma dinâmica, é necessário seguir alguns pontos:

  • Entender e estudar todo o ambiente lúdico, desde o espaço físico aos objetos a serem utilizados;
  • Criar um planejamento e definir as regras que irão gerir o jogo. Assim como a inteligência do jogo;
  • É necessário fazer um teste do jogo para ver se as variáveis indicam para um mesmo resultado esperado;
  • Definir os aprendizados esperados;
  • Buscar o facilitador ideal para o jogo.

Um jogo corporativo bem elaborado é capaz de ser reproduzido em grande escala. Por exemplo, se hoje é utilizado para uma equipe de dez pessoas ele deve ser possível de ser reproduzido em uma equipe de 500 pessoas.

Os jogos corporativos em si são capazes de proporcionar uma avaliação comportamental, além de uma mudança positiva individual e coletiva.

 

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias