desenvolvimento pessoal

Desenvolvimento de pessoas: qual a importância de ter profissionais desenvolvidos

A qualificação profissional é algo que todos buscamos, antes ou depois de alcançar determinado cargo. É preciso estar em constante evolução, principalmente com o mercado de trabalho tão competitivo como está. O desenvolvimento de pessoas é algo com que as empresas devem se preocupar, para reter os talentos e manter os colaboradores em busca de melhoras.

Investir no desenvolvimento dos funcionários significa um melhor desempenho individual e das equipes. Como consequência isso traz também melhores resultados para a empresa como um todo.

Você também pode gostar – Treinamento in company: o que é e porque aplicar.

 

Desenvolvimento de pessoas

 

Treinamento e desenvolvimento de pessoas

A busca pela capacitação e transformação de pessoas em profissionais de sucesso é a premissa do desenvolvimento em ambientes corporativos. E existem muitos tipos de treinamentos que podem ser colocados em prática:

Treinamento comportamental

Esse tipo de treinamento é focado em trabalhar o autoconhecimento, a saúde mental, o desenvolvimento de inteligência emocional. Também foca em facilitar as relações entre as pessoas de uma mesma equipe ou de setores diferentes da mesma empresa.

Ninguém consegue separar totalmente o que está acontecendo na vida pessoal do ambiente corporativo. Quando um colaborador tem algum problema como ansiedade ou stress ou não consegue se conectar com outras pessoas da equipe, por exemplo, isso impacta diretamente o desempenho.

É por isso que o desenvolvimento de pessoas deve ser pensado não só em habilidades técnicas.

Treinamento de lideranças

O líder tem um impacto direto em relação aos que estão sob sua gestão. E o exemplo sempre é mais impactante do que o que é dito. É por esse motivo que as empresas devem prestar muita atenção nas escolhas dos gestores e continuar melhorando o desempenho dos mesmos.

Treinar os líderes internamente significa uma melhora da comunicação entre os gestores e destes com as suas equipes. Isso pode ser feito através de análises dos pontos de melhoria, feedbacks, capacitações e desenvolvimento de plano de carreira.

Nós abordamos esse assunto de/ forma completa no post “Treinamento de líderes: um passo a passo para aplicar em sua empresa”.

Treinamento de habilidades

É claro que esse tipo de desenvolvimento de pessoas não pode ficar de fora. Para a empresa, pode ser muito mais interessante ensinar um colaborador a melhorar ou a aprender uma skill específica do que procurar outra pessoa no mercado que já tenha essa habilidade.

O alinhamento de competências corporativas aumenta os níveis de conhecimento, de produtividade e torna o profissional referência no mercado de atuação.

As habilidades podem ser específicas da área, bem como habilidades mais amplas, mas que auxiliam no dia a dia empresarial. Alguns exemplos são: aprendizado de línguas estrangeiras, gestão de tempo, melhora na comunicação etc.

Ferramentas e recursos

Depois de analisar e identificar quais são os pontos de melhora e em que áreas os treinamentos devem ser desenvolvidos, chega a hora de partir para a ação. Existem muitas formas de ajudar no desenvolvimento pessoal e conjunto dos colaboradores e equipes de uma organização corporativa.

Aqui estão algumas delas, que o setor de Recursos Humanos pode explorar:

Cursos, palestras, dinâmicas e treinamentos internos

Oferecer esse tipo de interação significa estimular a participação. Isso acontece principalmente se o curso, palestra ou qualquer outro treinamento acontecer dentro da empresa e em horário de trabalho.

Esse pode ser um ótimo recurso, utilizando profissionais de dentro da própria empresa como mentores. Se esses colaboradores já tiverem um amplo conhecimento prévio sobre o tema a ser discutido, estimule a interação e o compartilhamento internamente.

Veja também: 4 ferramentas de desenvolvimento de pessoas para você utilizar na sua equipe

Cursos, palestras e treinamentos externos

Oferecer esse tipo de benefício ao funcionário desperta o interesse. Uma vez que essa é uma possibilidade de estar em contato com outros profissionais do mercado, do mesmo setor ou não.

Além disso, essa é uma forma de valorizar o colaborador, com algum curso ou palestra que ele gostaria de ver, mas que não precisaria ter gastos extras. Por outro lado, é também uma mecanismo de direcionar os colaboradores para temas e skills de interesse da empresa.

Cursos e treinamentos a distância

Apesar dos treinamentos presenciais terem suas vantagens, outra forma de oferecê-los é através de ambientes virtuais. Com a correria do dia a dia pode ficar difícil parar toda a equipe para um treinamento durante o período de trabalho. Da mesma forma, conciliar agendas para um curso ou palestra fora da empresa pode ser difícil, pois muitos colaboradores podem ter outros compromissos.

Quando falamos em treinamentos remotos, com acesso via internet, estamos falando em praticidade e em adequação às necessidades e agendas individuais. Outro ponto de vantagem é que o custo x benefício da modalidade de EAD (ensino a distância) também é muito mais interessante para a empresa.

A procura pelo desenvolvimento de pessoas em ambientes online têm crescido por todos esses pontos levantados. Com um curso ou treinamento a distância, a empresa oferece o mesmo nível de conhecimento. E ainda com a vantagem de que cada um pode acompanhar no seu próprio ritmo, do conforto do trabalho ou mesmo de casa e quando tem tempo disponível.

Leia também – Como usar educação corporativa aliada ao ensino a distância

 

A sua empresa pode optar por um tipo de treinamento ou mesclar as diferentes modalidades. Assim, as possibilidades de crescimento e aprendizado podem ser exploradas de forma mais completa.

O desenvolvimento de pessoas é proveitoso para ambos os lados e o setor de Recursos Humanos da sua empresa pode e deve investir nesse tipo de ação.

 

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias