padrão de aprendizagem

Conheça a importância do padrão de aprendizagem em uma economia criativa

Sempre há o que ser aprendido. E sempre existirão pessoas interessadas em adquirir novos conhecimentos. Porém, são muitas as pessoas que não sabem muito bem como fazer esse processo. Assim, ganha atenção de muitas pessoas a ideia de padrão de aprendizagem, que pode ser de grande auxílio para todos que desejam desenvolver novas habilidades.

Veja também: Saiba como a aprendizagem online está acompanhando as tendências na educação

padrão de aprendizagem

O que é um padrão de aprendizagem?

Ele funciona como uma diretriz, oferecendo informações sobre como fazer alguma coisa – nesse caso, auxiliar uma economia mais criativa. É importante no processo de aprender a aprender – afinal, essa não é uma tarefa fácil. Desde crianças nós estudamos, mas nem sempre nos ensinam as melhores formas de realmente aprender, absorver conteúdos e estudar.

Assim sendo, o padrão de aprendizagem oferece bons métodos de como conquistar objetivos e metas traçadas. É uma maneira de documentar uma lição importante que tenha sido aprendida.

Como criar um padrão de aprendizagem?

Para criar um padrão de aprendizagem que, nesse caso, possa auxiliar em uma economia criativa, existem alguns passos que podem ser seguidos. São eles:

  • Projete a sua aprendizagem: aprenda a aprender por meio de métodos de ensino já conhecidos devido ao seu sucesso. Aproveite para também ajudar quem precisa, passando esses métodos para frente. Vale lembrar que cada pessoa aprende melhor de maneiras diferentes, mas existem atitudes básicas que podem ser feitas por todos. Por exemplo: ter o foco completo no que está sendo ensinado, separar uma hora do dia apenas para isso, fazer listas e anotações, tirar dúvidas com quem possa ajudar, etc;
  • Crie suas próprias oportunidades: crie oportunidades para aprender de acordo com seus próprios interesses, de forma autônoma. Não dependa de terceiros para manter-se atualizado. A internet pode ser de grande valia nesse processo, aproveite-a;
  • Compartilhe: passe para frente o seu processo de aprendizagem. Assim, poderá colaborar com outros colegas e pessoas interessadas no assunto – que também poderão ter seus conhecimentos aprofundados.

Esses três métodos de padrão de aprendizagem, até pouco tempo, eram mais difíceis de serem compartilhados. Isso porque dependiam de estrutura física, anotações manuais, e era mais difícil para os alunos conseguirem realmente ter uma noção do que aprenderam de fato.

Mas com a tecnologia isso mudou. Todas as atividades de estudo podem ser registradas. Com isso, o padrão de aprendizado é mais detalhado e facilmente compartilhado com outros. Usando esses dados como base, pode-se propor novas metas e criar novos planos de estudo – inclusive no que diz respeito a uma economia criativa.

Complemente a leitura com: Aprendizagem autônoma: como será o aluno do futuro

Qual o principal objetivo em investir no padrão de aprendizagem?

Conhecido por ser uma mistura de boas práticas e bons resultados, o padrão de aprendizagem oferece a melhora e otimização de estudos. Consequentemente, passa-se a aprender melhor com menos tempo investido. No mundo empresarial, essa função é de extrema importância. Isso porque há sempre uma necessidade de utilizar o tempo disponível da melhor maneira possível.

Sabendo quais são os melhores formatos de aprender a aprender, esse objetivo é conquistado com sucesso. Tendo um bom padrão de aprendizagem e automatizando-o, os processos poderão ser feitos de forma mais sistemática, baseado nos dados dos alunos e de todos os outros que também passaram pelo processo – e tiveram seus dados coletados.

Um padrão de aprendizagem aprimorado de acordo com os seus objetivos, evidencia como os alunos de sucesso chegaram lá (como estudaram; em qual ordem; com que dedicação; desprenderam atenção maior para qual assunto) e onde seu desempenho atual os levará.

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias