tripé

Tripé para gravar vídeos: conheça os melhores modelos

Quando falamos em equipamentos para gravar vídeos, geralmente, o tripé é esquecido ou colocado como última prioridade. Em um panorama geral, é comum ver câmeras em cima de pilhas de objetos para ter a altura e estabilidade certa para gravar vídeos, principalmente para quem não faz isso de forma profissional. Contudo, o tripé traz muito mais segurança e estabilidade para as imagens do que você imagina.

Afinal, de que adianta ter uma câmera profissional e equipamentos de iluminação se a imagem sai com a qualidade ruim e tremida? As câmeras DSLRs já possuem estabilizador embutido, mas quando gravamos segurando a câmera só a nossa respiração já faz com que a câmera faça pequenos movimentos. E quando se trata de vídeo, qualquer tremida pode ser notada.

Veja também: câmera semi profissional: uma lista para escolher a sua.

 

tripé

 

O que um bom tripé deve ter?

O dever principal do tripé é estabilizar a imagem, evitando que as mesmas fiquem tremidas. Mas antes disso é necessário pensar nos tipos de imagens que você irá utilizar e é essencial que o tripé supre essa necessidade.

Por exemplo, um tripé fotográfico é diferente de um tripé usado em vídeos. Para fotografar, a base é fixa, salvo alguns modelos mais completos em que é possível mexer na horizontal e vertical. Para gravar vídeos o movimento da base é mais sutil para horizontal e vertical (pan e tilt), sem solavancos e com a suavidade necessária.

Outra diferença que é importante ser analisada é o peso. Para câmeras fotográficas, o equipamento é mais leve e, consequentemente, aguenta menos peso e é menos robusto. Para vídeos é necessário ser um pouco mais pesado, tanto para aguentar a câmera quanto para ter estabilidade em imagens externas.

Quando for comprar o seu tripé, preste atenção nesses pontos:

  • Cabeça e pedestal – antigamente eram fixos, mas os atuais são móveis. Isso facilita no nivelamento e posição da câmera;
  • Coluna do pedestal – geralmente é móvel (verticalmente) e algumas possuem proteção. Por exemplo, se por algum motivo a tranca destrava, o pedestal desce. Alguns tripés fazem com que essa descida seja mais suave e não bata na base, correndo menos risco de estragar o equipamento;
  • Pés – são eles os responsáveis por sustentar toda a estrutura e geralmente são feitos por materiais derivados da borracha. Alguns modelos dão a opção de trocar os pés, para adaptar ao tipo de solo.

Agora que você sabe como analisar um tripé, veja as opções que existem no mercado.

Os melhores modelos para investir

Beike Bk-472

É feito de fibra de carbono, portanto é mais leve e aguenta até 8kg. Para quem está iniciando no mundo do audiovisual e possui uma câmera mais singela, como as DSLR por exemplo, pode ser o equipamento ideal.

Profissional Video Jy0508g

É confeccionado em alumínio e aguenta um pouco menos de peso do que o anterior. Sua capacidade é de até 5kg. O grande diferencial deste modelo é a capacidade de fazer movimentos suaves, além da grande capacidade de estabilidade que ele proporciona.

Benro Aero 4

É o modelo ideal para quem precisa de uma versão mais compacta, seja para viagens ou pela mobilidade. Tem o sistema de inversão das pernas em 180°. O equipamento aguenta até 4kg, então é necessário colocar na balança esse ponto na hora da compra.

 

Gostou das nossas dicas? Nos conte nos comentários!

 

EADSummit

Eadsummit


Categorias