como abrir uma empresa

Como abrir uma empresa: veja nosso passo a passo e tire seu projeto do papel!6 min read

Deseja empreender, ser o seu próprio chefe e construir sua marca? Então confira nosso passo a passo sobre como abrir uma empresa e perceba que esse sonho está mais próximo de se tornar realidade do que você imagina.

As mentes empreendedoras são cada vez mais valorizadas. Some a isso o fato do grande alcance da internet e suas inúmeras ferramentas que facilitam e aperfeiçoam essa criatividade. Assim, canalizando as ações de maneira produtiva e eficiente, saber como abrir uma empresa pode ser a grande saída para você realmente criar um projeto para mudar o mercado. Porém, como fazer isso?

Primeiramente, é bom entender que: o país valoriza e facilita a jornada para os pequenos empreendedores. Isso porque esses profissionais estão fazendo a economia girar e, mais do que isso, estão mudando o formato de produção e consumo da sociedade. Isso tudo foi percebido e, então, as leis que estimulam a abertura das pequenas empresas podem ser facilmente seguidas. Veja como.

– Você também pode se interessar por: Conheça a economia criativa, uma tendência de novos negócios!

como abrir uma empresa

E então: como abrir uma empresa? Confira nosso passo a passo:

Para tirar o seu projeto do papel, é essencial que você tenha um bom conhecimento sobre algumas ações a serem seguidas. São elas:

Decidir qual o tipo da minha empresa?

No Brasil, você pode abrir empresas de pequeno porte em dois formatos: MEI e ME.

MEI – Microempreendedor Individual

Esse é o formato mais básico e com mais limitações de acordo com faturamento anual e número de funcionários. O MEI é um programa do Governo Federal feito para regularizar o empreendedor que trabalha por si próprio. Para conhecimento, as principais características para saber como abrir uma empresa nesse formato são:

  • É extremamente fácil e não exige um contador;
  • Basta visitar o Portal do Empreendedor para tirar suas dúvidas;
  • Você paga cerca de R$55 mensais, possui um CNPJ e contribui para o INSS;
  • O MEI não permite profissões regulamentadas e atividades intelectuais (como médicos, advogados, publicitários, entre outros);
  • Não permite que você tenha sócios;
  • É possível contratar apenas um funcionário;
  • Seu faturamento mensal deve ser de, no máximo, R$5mil.

Ou seja: o MEI é ideal para pequenos negócios e prestadores de serviço. Porém, caso você não se sinta contemplado pelas normas do MEI, pode investir em outro formato, o ME:

A ME –  Microempresa

A Microempresa oferece mais opções do que o MEI. Nesse formato, é possível ter sócios e ter um faturamento de até R$360mil por ano. Ainda, é possível emitir quantas notas fiscais forem necessárias e escolher atividades ilimitadas. Essas ações facilitam o possível fechamento de contrato com outras empresas, o acesso a créditos especiais, contratação de funcionários, entre outros.

Vale lembrar que, caso você registre uma empresa como ME, é necessário ter um contador específico para a sua instituição.  

– Veja também: Como ter uma mente empreendedora nos negócios: 5 maneiras de exercitar

Quais os documentos necessários para abrir uma empresa?

Outro passo importante para saber como abrir uma empresa é conhecer os documentos necessários nesse processo. Assim sendo, é essencial reconhecer que as exigências desses documentos variam de acordo com a cidade e o estado sede da empresa. Isso porque existem diferenças de acordo com cada governo.

Ainda assim, é comum que sejam exigidos os seguintes documentos:

  • CPF e RG;
  • Comprovante de endereço;
  • Se casado(a), certidão de casamento;
  • Cópia do IPTU ou documento que conste a inscrição imobiliária ou a indicação fiscal do imóvel onde a empresa será instalada.

Dependendo da atividade que será exercida pela sua empresa, podem ser solicitados outros documentos – como OAB, para advogados, por exemplo. Após conferir e ter esses documentos em mãos, é hora de ir até a Junta Comercial e protocolar seu pedido de registro. Nesse momento, são exigidos outros documentos:

  • Requerimento Padrão (Capa da Junta Comercial), em uma via;
  • Contrato Social ou Requerimento de Empresário Individual ou Ata de Assembleia Geral de Constituição e Estatuto, em três vias (quatro vias, no caso de empresário);
  • Cópia autenticada do documento de identidade do titular ou dos administradores;
  • FCN (Ficha de Cadastro Nacional) modelo 1 e 2, em uma via;
  • Pagamento de taxas por meio de Guia de Recolhimento (JC) e DARF(CNE);
  • CNPJ.

Assim, com seu CNPJ e o requerimento aprovado, é hora de ir à prefeitura para solicitar o alvará. Essa documentação costuma variar de cidade para cidade. Porém, é essencial que pelo menos o IPTU esteja em dia.

Qual o custo para abrir uma empresa?

Após abrir seu MEI ou ME e estar com a documentação em dia, outro passo essencial para saber como abrir uma empresa é identificar quanto custará essa ação.

MEI:  abrir o MEI é gratuito. Por meio do portal do empreendedor é muito simples realizar essa ação. É necessário apenas arcar com os custos do DAS (em média 50 reais por mês).

ME: para o ME, o serviço de abertura do empreendimento costuma variar entre R$500 e R$1.500 reais, – o que inclui os custos burocráticos e de registro de abertura.

Porém, seja ME ou MEI, é essencial ter em mente os outros valores que deverão ser investidos:

  • Investimentos iniciais e o capital social;
  • Manutenção da empresa e o capital de giro para mantê-la em funcionamento;
  • Alavancagem da empresa.

Vale lembrar que esses são os investimentos comuns e que variam de acordo com todos os pormenores envolvidos com a empresa: tamanho, se haverá uma sede física – e quais as atividades serão realizadas nessa sede, entre outros.

Quando tempo demora para abrir a minha empresa?

Com tudo regularizado, processo de abertura do seu negócio deve levar, em média, entre 30 e 45 dias. Esse período é contado a partir da data em que a solicitação foi protocolada na Junta Comercial.

Principais cuidados com a própria empresa

Agora que você sabe os principais passos sobre como abrir uma empresa, tenha em mente que esse é o seu negócio exige cuidados contínuos e específicos. Assim sendo, para manter a sua empresa funcionando de maneira adequada:

  • Tenha um bom planejamento financeiro e conheça os custos do seu negócio;
  • Cuide com a burocracia – fique de olho se a sua documentação está sempre em dia;
  • Utilize a tecnologia a seu favor para manter a organização da sua empresa – calendários, ferramentas que auxiliem a controlar datas, frequências, estoques, entre outros;
  • Separe finanças pessoais das finanças da empresa.

Com essas dicas você está preparado para tirar seu negócio do papel e transformá-lo em realidade! Terminou de ler o artigo, mas ficou com alguma dúvida no assunto? Então deixe seu comentário!

CTA ebook cursos online

Planejamento de curso


Categorias