produzir video aula gastando pouco

Como Produzir Videoaulas Gastando Pouco

A primeira vista, produzir videoaulas parece ser caro e demandar muito investimento, mas você não precisa começar assim.

Existem maneiras para produzir sua videoaula gastando pouco para que seu investimento se multiplique e você possa crescer cada vez mais, garantindo aquele dinheiro a mais no final do mês.

Embora os vídeos deem mais trabalho em sua produção, ele é a ferramenta de ensino à distância mais completa que existe. A videoaula engloba imagem, áudio e conteúdo escrito, que facilitam a absorção na mente das pessoas e fazem com que a mensagem se fixe mais naturalmente. Enquanto as empresas possuem em seu cliente interno uma certeza de audiência, você precisa conquistar os seus alunos.

Empresas vêm utilizando as videoaulas para soluções de comunicação interna visando treinamentos e comunicados, pois uma das grandes vantagens das ferramentas de ensino à distância é que você atinge uma grande quantidade de pessoas com um único vídeo, diminuindo os custos para o treinamento de profissionais, enxugando o gastos com deslocamento e hospedagem, por exemplo, além de transmitir a mensagem e imagem da empresa de maneira uniforme. Em tempos de crise e recessão econômica, cortar gastos é fundamental, mas aprovar verbas para novos projetos também é delicado.

Separamos neste conteúdo algumas dicas e ideias para que você possa gravar sua videoaula gastando pouco, seja para um projeto pessoal ou empresarial. Nem todo conteúdo em vídeo necessita de um grande investimento, pois o mais importante é conteúdo. Saber o que vai transmitir e como fazer isso pode lhe poupar boa parte de um investimento inicial.

 

Pré-produção é fundamental

O principal intuito do ensino à distância é passar um conteúdo de qualidade, e quanto melhor ele for, menos as pessoas vão notar em questões técnicas do vídeo. Escolha um conteúdo que tenha domínio, assim você vai ter muito mais segurança para falar deste assunto em público e fica muito mais fácil de transmitir a informação.

A naturalidade para falar em frente às câmeras é essencial para passar credibilidade ao seu aluno, se você possui domínio do tema o principal foco fica em como se portar diante das lentes. Workshops de teatro e cursos de telejornalismo ajudam. Também existem vários tutoriais na internet que lhe podem lhe dar dicas de como se soltar na frente das câmeras e parecer natural.

 

Planejamento da videoaula

Separe o conteúdo que vai abordar em tópicos, assim você vai conseguir ter uma visão geral do conteúdo que vai ser transmitido e ter a certeza de passar um conhecimento de valor. Levante questionamentos durante a videoaula e provoque o raciocínio dos seus expectadores, assim você vai conseguir prender a atenção deles.

Passe materiais de apoio como bibliografia recomendada e links que direcionem para outros assuntos do mesmo tema que enriqueçam o conhecimento de seus alunos. Quanto mais preparados eles se sentirem após ver a sua videoaula, maior a probabilidade de recomendarem o seu curso.

 

Linguagem certa é o segredo

A faixa etária, grau de instrução e área de atuação devem ser levadas em conta para definir a linguagem a ser utilizada na produção do conteúdo. Acertar o perfil do seu público-alvo é essencial para que você crie um laço com ele, essa empatia vai desviar o foco de quanto foi investido na produção pelo simples fato de vocês estarem em sintonia, o que também facilitará a absorção do conteúdo.

 

O que preciso para gravar uma videoaula?

Para começar a gravar seu conteúdo, é importante ter em mente alguns fatores. Você vai precisar captar o áudio e o vídeo de sua apresentação, ter um cenário ou capturar a tela do computador. Editar este conteúdo e publicá-lo em uma plataforma que seja de fácil acesso para seus alunos.

CTA Ebook Promover

Banner_Ebook-Planejar-promover-cursos-online_Eadbox

 

Estúdio e cenário

Antes de começar a gravar você precisa de um local para fazer a captura de áudio e vídeo. Procure lugares que sejam quietos, que você praticamente não ouça barulhos. Em sua casa ou apartamento, pode ser aquele cômodo que fica mais distante da porta e da rua. Em sua empresa, um local que os funcionários não costumem transitar e não tenham máquinas barulhentas por perto.

Vale lembrar que as ondas sonoras rebatem nas paredes, no chão e no teto e voltam gerando eco. Certifique-se de que o ambiente que escolheu não é grande e vazio, nem possui um pé direito alto. Enquanto estiver procurando o local ideal, faça algumas capturas de áudio para testar o ambiente que será utilizado como estúdio, buscando ouvir quanto de eco e ruídos externos são captados.

Este ponto pode ser decisivo na hora de passar a impressão de um vídeo profissional ou não, mantenha o padrão de cenário em todas as gravações voltadas ao tema específico para passar credibilidade. O cenário para as suas gravações precisa ser limpo e ter um contraste com as roupas do apresentador, por exemplo: se o fundo for branco, ele não pode utilizar branco para não ser confundido com o fundo. O instrutor também não pode utilizar roupas chamativas, para não tirar o foco do conteúdo, que é o mais importante.

O cenário das suas videoaulas não precisa necessariamente ter uma única cor sólida e nada mais. Experimente compor o enquadramento com elementos que tenham uma ligação com a sua temática. Se você for falar sobre gastronomia ou culinária, coloque elementos que lembrem a cozinha, e por que não gravar na cozinha? Só tenha o cuidado de manter ambiente limpo e organizado para as gravações.

 

Captação de áudio

Uma boa captação de som faz com que a mensagem do seu vídeo seja transmitida de uma maneira clara. Sabe aquele canal do YouTube que você gosta tanto, imagine que o áudio fosse repleto de ruído e que você precisasse aumentar o volume do dispositivo que está utilizando para conseguir compreender o que o apresentador está falando. Com certeza sua experiência seria prejudicada e o canal não teria tantos seguidores assim.

Por mais que não pareça, o áudio é o fator que dá mais sensação de vídeo um profissional, afinal de contas os smartphones de hoje possuem uma tecnologia para captação de vídeo que é excelente, mas a qualidade de captação de áudio que eles possuem não é boa quando o mesmo aparelho é utilizado para a captura de vídeo.

O microfone do celular é, em sua maioria, omnidirecional, ou seja, ele capta as ondas sonoras que vem de todas as direções. Ele pode funcionar quando posicionado o mais próximo possível da boca do instrutor, mas para isso seria necessário outro aparelho para captação de vídeo. Outra saída é tratar o áudio na edição, embora o resultado nem sempre seja satisfatório vale o teste.

Se não funcionar, pesquise os valores de microfones de lapela. Eles não necessitam que você utilize uma das mãos para gravar e não ocupa tanto espaço no vídeo quanto os microfones clássicos de mão, aqueles utilizados por repórteres nos telejornais. A maioria dos microfones de lapela podem ser conectados diretamente em seu smartphone, com isso você não precisa nem se preocupar em sincronizar o áudio na edição.

Veja também: como ter uma captação de áudio profissional para seus vídeos.

 

Qualidade do vídeo

O olho humano está habituado, principalmente pela televisão, em transformar 24 frames em um segundo de imagem. Ou seja, são 24 “fotos” em movimento que são transmitidas em uma velocidade que compreende um segundo. Um modo fácil de visualizar isso é o flippingbook, que todo mundo fez, quando criança, um desenho no canto de cada página do caderno e folheou rapidamente, fazendo com que os desenhos ganhassem movimento.

Atualmente, qualquer smartphone grava com mais do que 24 frames por segundo, mas fique atento ao utilizar aparelhos profissionais, algumas configurações podem diminuir a velocidade de captura e você pode perder sua gravação. Lembre-se de testar antes.

Para gastar pouco, experimente gravar os vídeos com seu smartphone, pois todos eles hoje possuem a opção de gravação em High Definition (HD). Só fique atento para a quantidade de iluminação que tem disponível no ambiente para que a imagem não fique “granulada”, dando um aspecto de amadorismo em sua gravação. Se isso ocorrer, antes de procurar uma câmera profissional, experimente aumentar a iluminação do ambiente com abajures e focos de luz.

 

Iluminação do cenário da sua videoaula

Com a captação de áudio ok e o dispositivo de vídeo selecionado, é hora de pensar na iluminação do cenário. Você precisa dar o destaque aos principais componentes do cenário para garantir que o a imagem não possua apenas uma boa qualidade, mas que elas passem uma experiência na visualização. Utilizando focos de luz, que podem ser feitos com lâmpadas caseiras você vai conseguir simular um cenário em um estúdio profissional sem a necessidade de investir em um equipamento caro.

 

Edição e pós produção

Após captar o áudio e vídeo, é a hora da pós-produção. Lembra que o seu vídeo precisa manter uma identidade na captação e no cenário para passar credibilidade? Isso também passa pela edição.

A criação da identidade visual, como vinheta e gerador de caracteres, devem seguir a linguagem do logotipo da sua empresa ou da sua marca pessoal. Faça o corte das informações desnecessárias para dar ritmo ao vídeo usando sempre o mesmo efeito de transição para manter o padrão. Não utilize música de fundo (BG), muitas pessoas não gostam de estudar ouvindo música e isso pode atrapalhar o aprendizado delas, confundindo a mensagem que você deseja passar.

Para editar suas videoaulas você vai precisar de um computador com um processador bom (Core i5 no mínimo) e uma memória RAM de pelo menos 4GB. Esta configuração vai garantir que você possua uma boa velocidade de edição de vídeos em HD. Vale lembrar que quanto maior o vídeo e mais elementos, como imagens e animações, mais potente seu computador vai precisar ser para suprir essa demanda.

Quanto aos softwares para editar videoaulas, você pode utilizar desde o Camtasia Studio (ferramenta para iniciantes e simples de usar) e o Movie Maker (nativo do Windows) até os profissionais, como o Sony Vegas e Adobe Premier, sendo que estes dois últimos necessitam de um conhecimento no mínimo intermediário para serem operados.

 

Divulgação

Depois que o material está pronto você precisa divulgar sua videoaula ou seu curso online. Trabalhar uma estratégia com foco em redes sociais utilizando-se de blog e site é o ideal. Mas para isso você vai precisar de uma ferramenta para disponibilizar o seu vídeo, que seja segura e possua um sistema integrado de pagamento. A EADBox oferece para você uma plataforma completa para hospedar as suas videoaulas, experimente a versão de teste gratuitamente por 15 dias.

Se você é o responsável pelo departamento de comunicação interna de uma empresa e precisa distribuir os vídeos para seus colaboradores, somos ideais para você. Nossa plataforma oferece recursos com fins de controle de qualidade, como a quantidade de pessoas que acessaram a videoaula, além da opção de transmissão ao vivo, que permite interação com seus colaboradores, ideal para treinamentos.

CTA Trial

Banner_Testar-Grátis-Eadbox

 

Categorias