gap de competência

Saiba como identificar um gap de competência em sua equipe6 min read

Para uma empresa contar com uma equipe que trabalhe motivada e focada, ela precisa conhecer cada um de seus colaboradores. Nesse processo de conhecimento, além de ressaltar as qualidades individuais, também é necessário identificar o possível gap de competência dos profissionais. Somente dessa maneira a corporação e equipe de RH poderão trabalhar em cima desses gaps a fim de melhorá-los.

Tem alguma dúvida sobre o que é um gap de competência e sobre como identificá-lo em sua equipe? Então continue lendo o artigo até o final e entenda mais sobre o assunto. Dessa maneira, você saberá como corrigir possíveis questões importantes que podem prejudicar a produtividade da empresa.

gap de competência

O que é um gap de competência?

Toda pessoa possui um conjunto de competências e habilidades. Essas características muitas vezes são observadas logo no momento da entrevista. Porém, também existem habilidades que são avaliadas apenas com certo de tempo de trabalho.

Quando os gestores e/ou equipe de RH percebe que existe alguma característica essencial para que um profissional desempenhe aquela função, porém, ele não a desenvolveu, esse é um gap de competência.

Ou seja: resumidamente, o gap de competência é a lacuna que existe entre as competências profissionais essenciais e os resultados esperados pela empresa. Assim sendo, cabe à empresa identificar quais dessas competências estão em falta em sua força de trabalho.

Dessa maneira, poderá desenvolver essas habilidades específicas em seus colaboradores. Também, na hora de contratar novos talentos, já saberá exatamente quais características deseja encontrar no candidato.

Como identificar um gap de competência?

Primeiramente, é preciso entender que para identificar de maneira certeira um gap de competência é preciso muita observação e paciência. Isso porque deve-se prestar atenção no trabalho de cada profissional. Somente dessa maneira poderá ter certeza quais características e habilidades precisam ser desenvolvidas por aquela pessoa.

Porém, se você não sabe por onde começar essa ação, sugerimos um passo a passo que pode ser de grande auxílio:

1. Quais são as competências que a sua empresa deseja encontrar em um profissional?

Para saber se um profissional está desempenhando corretamente as funções esperadas pela empresa, é preciso, antes de tudo saber exatamente o que o negócio como um todo procura. Assim sendo, defina de maneira objetiva e concreta quais habilidades você busca em seus colaboradores.

Para isso, é necessário saber quais são os objetivos da empresa. Também, nesse momento devem ser levados em consideração a visão, missão e valores da instituição. Esses são itens que mapeiam o planejamento estratégico da empresa. Ademais, sem eles, a equipe de RH não tem um norte – ou seja, não sabe de maneira exata quais são as competências necessárias exigidas para cada função dentro da empresa.

– Você também pode se interessar por: Veja como avaliar funcionário e melhorar o desempenho da sua empresa

2. Conheça cada um de seus colaboradores

Ao conhecer a sua equipe, você saberá quais são os pontos fortes – e os pontos fracos – de cada um. Dessa maneira, poderá trabalhar em projetos de treinamento e desenvolvimento a fim de otimizar as habilidades do seu time.

Para conhecê-los, você pode realizar pesquisas, por exemplo. Nessa ação, os próprios colaboradores podem responder questões sobre as suas próprias competências. Também, é possível fazer um levantamento sobre os últimos treinamentos feitos na organização: quais foram os resultados? Qual treinamento teve um maior índice de participação e engajamento?

Ainda, é possível conversar com os líderes de cada setor para saber suas impressões sobre os colaboradores etc.

3. Faça um mapeamento de gestão de competências e desempenho

Sabendo quais são as principais habilidades – tanto hard skills quanto softs skills – essenciais para um profissional ser bem sucedido na empresa e conhecendo cada um deles, cabe à área de RH fazer um mapeamento dessas informações. Assim, poderá ser feita uma gestão de competências e desempenho de maneira mais concreta.

Para isso, é importante organizar quais habilidades devem ser desenvolvidas em cada profissional, a fim de extinguir o gap de competência.  

Gap identificado? Hora de corrigi-lo

Agora você identificou as habilidades de cada um seus colaboradores e sabe identificar onde está o gap de competência. Agora, é hora de corrigir essa questão. Como? Utilizando o mapeamento das competências e focando nas habilidades que precisam ser desenvolvidas.

Para isso, o ideal é investir em treinamentos e desenvolvimentos (T&D). Também é importante implementar a cultura do feedback. Ou seja: sempre informar, de maneira transparente e clara o que acontece na empresa.

Além do feedback e dos programas de T&D, o gestor também tem um papel essencial ao oferecer todo o suporte necessário ao colaborador. Se você está nesse tipo de posição, auxilie o próprio colaborador a identificar seu gap de competência. Assim, ao lado do profissional, monte um planejamento a fim de corrigir essa questão. Ainda, além de ajudar no planejamento, o gestor deve acompanhar seu desempenho: deve sanar as possíveis dúvidas e impulsioná-lo no desenvolvimento e no aprimoramento das características exigidas.

– Veja também: Entenda a importância do desenvolvimento de pessoas nas organizações

Os benefícios de identificar e otimizar o gap de competência

Uma empresa que se dedica a identificar o gap de competência do seu time passa a ser uma instituição que retém os seus talentos. Isso porque os colaboradores sentem-se valorizados e motivados a desenvolverem novas habilidades. Além de reter os talentos, a empresa também atrai outros profissionais de destaque e desenvolve aqueles que ainda precisam de mais cuidados.

Ainda, há um aumento na produtividade, o que resulta em melhores resultados na conta final. Isso acontece porque os profissionais sabem seus pontos fortes e minimizam suas falhas. Assim, compreendem sua função na empresa e sabem como aproveitar melhor o seu tempo de trabalho.

Por fim, pense que profissionais que trabalham em áreas e processos que estão de acordo com as suas principais habilidades saem na frente. Eles são mais motivados, engajados e produtivos. Dessa maneira, o trabalho também é mais rápido e eficiente. No fim, a empresa e o colaborador ficam satisfeitos.

E você, já realiza ações para identificar gap de competência na sua equipe? Conseguiu identificar e aumentar a produtividade da instituição com essas atividades? Comente e compartilhe conosco a sua opinião!

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias