Plano de aula

Plano de aula: guia completo para criar o seu

Desenvolver um plano de aula é o impeditivo para você começar a investir no mercado de ensino a distância? O universo ead é algo promissor, principalmente para quem deseja fazer dinheiro falando do que gosta. Uma pergunta frequente dos produtores de conteúdo, que questionam se eles precisam ser professores ou mestres para poderem fazer as suas vídeo aulas. A resposta é: não! Você não precisa ser professor ou ter alguma experiência para começar a produzir o seu curso online. Neste texto vamos te passar um passo a passo para você ter um plano de aula eficiente.

Se você quer dar um passo à frente e entrar no mercado de ensino a distância e agora precisa elaborar o seu plano de aula, este texto é para você!

Conheça seu aluno antes de montar seu plano de aula

Saber definir o seu público alvo é de uma importância vital para que a sua vídeo aula seja atrativa. Digamos que o seu curso online seja direcionado para as pessoas que querem conhecer mais sobre moda. Se o seu público alvo for jovem e feminino, desenvolver um curso online para homens de 40 anos não vai funcionar.

Invista o seu tempo para traçar quem é o seu aluno. Se você está começando agora e ainda não possui uma base de alunos para traçar qual é o público médio, uma solução é criar personas para identificar seu público alvo. As personas vão te dar uma visão do seu público médio, bem como quais as aspirações de cada um dos seus grupos de alunos.

Clique no link abaixo e confira a ferramenta Aluno Ideal da Eadbox para criar as suas personas.

CTA Aluno ideal

criar persona do aluno ideal e planejamento digital

Por onde eu começo?

Para começar, é preciso escrever um plano de aula, ele vai garantir que todo o período de curso corra de maneira gradual e concisa. É importante dividir o material em diferentes seções, além de selecionar exemplos, estudos de caso e exercícios adequados para a fixação de cada tópico.

Mas não fique preso aos seus planos: principalmente, no início, sinta como os seus alunos estão respondendo as atividades e ensinamentos propostos. Caso eles estejam com dificuldade em resolver os exercícios ou mesmo desistindo do curso, não tenha receio: mude de estratégia. Assim como o aprendizado está em constante mudança, o ensino também é uma metamorfose ambulante.

Os segredos do planejamento

Seu plano de aula deve detalhar as atividades específicas e o conteúdo que você vai ensinar. Pense que o objetivo de um plano de aula é que ele fique tão claro e explicativo que outro professor poderia usar as suas instruções sem receio. Para isso, eles devem incluir os objetivos da aula, procedimentos de ensino e métodos de avaliação. Vamos ao passo a passo?

Introdução

Criar uma boa introdução fará com que os seus alunos compreendam o plano geral do que será aprendido em cada aula, além de despertar o interesse deles desde o início. Dependendo do quão complexo será o assunto, talvez você precise prolongar o tempo de introdução. Caso seja um assunto leve e de fácil retenção, não perca mais do que 5 minutos.

Assim como em uma sala de aula física, o aluno capta a essência do instrutor no início da aula. Por isso é importante que você seja rápido e conciso. Se o conteúdo do seu curso pode ser passado em 30 minutos, não adianta ficar 2 horas conversando com o seu público, pois vai ficar chato e repetitivo. O importante em uma vídeo aula é a qualidade do conteúdo, que não é proporcional a quantidade de horas de curso.

Desenvolvimento

Avalie todo o conteúdo que você realmente precisa que os seus alunos compreendam naquele momento. Lembre-se que o seu público alvo possui objetivos claros. O seu plano de aula precisa fazer com que estes objetivos sejam concluídos com êxito ao final do curso online.
Lembrando-se disso, comece a separar os tópicos, iniciando pelos assuntos mais simples. O seu objetivo é que o tema transcorra de maneira fluida, sem que existam quebras significativas no raciocínio.

Outra dica é quebrar os tópicos em sub tópicos. Para saber se você está acertando na divisão e de que não está colocando conteúdo desnecessário, basta fazer o seguinte exercício. Cada sub tópico precisa conter uma parte do conhecimento necessário para o aprendizado do aluno. Esta técnica ainda vai ajudar você a gravar o seu conteúdo de uma maneira que seja interessante. Ninguém consegue gravar durante 30 minutos sem parar, mantendo a empolgação do seu público. Com esta estratégia você quebra o seu curso em pequenas partes, facilitando até mesmo a edição do trabalho.

Se o assunto for complicado, encontre analogias: as pessoas costumam reter assuntos difíceis quando os comparam com situações do cotidiano. Assim, abuse dos exemplos!

Multimídia

Se antes, os únicos materiais usados por professores em sala de aula eram a lousa e as apostilas, agora, com o ensino a distância e todas as facilidades de uma plataforma ead, você poderá proporcionar aos seus alunos muito mais do que textos! Prepare apresentações, áudios e vídeos, que vão mostrar na prática o que você está explicando. Colocar isso no seu plano de aula vai ajudar a tornar a experiência do seu aluno mais eficaz.

Usando diferentes materiais, os alunos vão ficar muito mais envolvidos e instigados, compreendendo de maneira mais rápida e prática, o que vai elevar o nível de conhecimento e trará satisfação pessoal aos envolvidos. Utilize links para PDFs, Ebooks, podcasts, vídeos… Faça com que o seu aluno tenha onde buscar referências para o seu aprendizado.

Atividades

Sempre que possível, elabore exercícios que incluam, ao menos, parte do aprendizado daquela aula. É neste momento que os seus alunos têm a oportunidade de fixar e testar o conhecimento explorado no dia. Insira em seu plano de aula em quais momentos cada uma destas atividades devem aparecer.

A plataforma Eadbox possui um painel de controle no qual você possui acesso aos dados completos sobre a aula, analisando quantos alunos concluíram a aprendizagem e como eles se saíram nos exercícios. Essencial para o desempenho de um bom tutor ead.

Esta análise será essencial para que você compreenda o que está funcionando e, principalmente, se há algum gargalo no aprendizado. Sempre realize esta autoavaliação do conteúdo oferecido e da resposta de seus alunos.

Aumente o desafio

Boa parte das plataformas de ensino a distância possuem em seu ambiente virtual de aprendizagem um modo de gameficação. Os seus alunos vão formar uma grande turma virtual e vão poder aprender de qualquer lugar! Para que esta tarefa não seja solitária, você pode se utilizar de uma ferramenta para aumentar ainda mais a interatividade entre eles, transformando as atividades em game.

Por meio de um portal gamificado você vai ter ferramentas para promover as pessoas, designando competências e estimulando a competição entre elas! Desta forma, você verá crescer o engajamento dos participantes, que vão se dedicar ainda mais ao aprendizado, buscando sempre o topo do ranking. Quanto maior a concorrência interna, mais os alunos vão se aplicar. Consequentemente, melhor preparados eles vão estar.

Se coloque no lugar do seu aluno

Para acelerar a curva de aprendizado dos seus alunos é importante que você pense em alguns tópicos importantes durante a elaboração das aulas. Estas respostas vão ajudá-lo a criar um plano de aula de qualidade. Na medida em que você desenvolve o seu planejamento, este processo se vai se tornar automático.

Sempre se coloque no lugar do seu aluno: por mais que um assunto pareça fácil, você nunca poderá ignorar a possibilidade de que alguém possa não ter bagagem para compreendê-lo. Procure deixar materiais disponíveis para que os alunos recorram quando não entenderem o conteúdo da aula. Desenvolva estratégias de ensino que vão facilitar a aprendizagem.

Quando você for lecionar para um público leigo, que está começando a aprender agora sobre o assunto, é importante que você seja bem didático. Estabeleça quais são os pilares da aprendizagem, começando do básico mesmo. Por exemplo, em uma aula de violão, é importante você explicar a diferença entre os tipos de violão e o nome de cada uma das partes que compõe o instrumento.

Se o seu público possui um certo conhecimento sobre o tema, nunca parta do pressuposto de que ele sabe tudo o que vai desenvolver em sua vídeo aula. Cada pessoa possui experiências e vivências diferentes das outras. Isso não quer dizer que você precise voltar e explicar o conceito desde o começo. Você pode se utilizar do material multimídia para dar um suporte a estes alunos.

Utilize materiais de apoio

Nestes casos que o material de apoio é fundamental. Imagine-se em um curso no qual o professor fala sobre um conceito que você nunca ouviu falar, e ele ignora isso completamente. Agora imagine a mesma situação, mas agora o professor direcionou você para um link que contém a explicação deste conceito. A relação no segundo caso é bem mais confiável, não é mesmo? Qual destes professores você indicaria para seus amigos e colegas?

Outro ponto importante é na hora que você for selecionar os exercícios que deverão ser resolvidos naquela aula, pergunte-se: quando é o melhor momento para fazer esta lição? Existem pré-requisitos que meus alunos devem ter dominado? Pensando nestes pontos, você não correrá o risco de colocar exercícios muito simples ou extremamente complicados, que podem resultar em desistências e frustrações por parte dos participantes do curso.

A aula acabou: avalie os resultados. A lição foi bem sucedida? Os seus alunos estavam interessados? Estes alunos realmente conseguiram absorver o conteúdo? O que não funcionou? O que você pode fazer de forma diferente na próxima vez? As plataformas de ensino a distância permitem que os seus alunos entrem em contato de maneira rápida e objetiva. Desta forma é fácil saber como eles estão interagindo e o nível de conclusão e sucesso em cada aula. Diferente dos métodos convencionais de ensino, você terá um panorama geral de todos os participantes, fazendo com que você avalie a estratégia de ensino como um todo, sem depender do desempenho de diferentes professores.

Relacione as aulas do seu curso online

Agora que você já concluiu esta primeira etapa, é hora de preparar suas próximas aulas! Aproveite a introdução para relembrar os conteúdos abordados anteriormente e, sempre que possível, comece a sua próxima aula com a conclusão da anterior. Desta forma, você vai criar uma linha de raciocínio forte, facilitando o entendimento dos alunos, além de fortalecer o seu curso online como um todo.

Como se portar em frente às câmeras?

Todo mundo teve aquele professor no colégio ou na faculdade que falava sempre da mesma maneira. Ele mantinha o tom de voz igual e ficava parado no canto da sala. Era insuportável, não é mesmo? Presencialmente é difícil para este professor manter a atenção do aluno. Agora, imagine a dificuldade de manter o seu aluno atento através de um curso online.

Conhecer as características do ensino a distância é importante, pois ele traz consigo um paradigma. Dentro de uma sala de aula o professor possui o controle dos seus alunos. Já no curso de ensino a distância o seu aluno pode assistir sua vídeo aula na frente de uma televisão. Ele pode perder o foco da sua aula e prestar atenção em outra coisa.

Existem algumas técnicas para fazer com que você chame a atenção do seu aluno. A primeira delas é o tom de voz. Procure falar sempre em um tom firme e alto. Quando falamos baixo parecemos desanimados, e ninguém merece um professor desanimado. Não precisa dançar axé na frente das câmeras, mas fazer pontuações com as mãos já é o suficiente.

Estudos apontam que o ser humano presta atenção em quadro estático por no máximo sete segundos. Você não precisa de duas câmeras para gravar o seu conteúdo. Mas experimente aproximar e afastar a imagem do quadro neste tempo.

Outra técnica que vai ajudar a prender a atenção do seu aluno é a utilização de palavras chave. Por exemplo, se você está explicando os nomes das notas, conforme você falando “B é igual a si, G é igual a sol…”, coloque isso escrito na imagem. Vai facilitar o aprendizado do seu aluno e tornar a sua vídeo aula ainda mais interessante.

Quer melhorar a produção da sua vídeo aula? Aprenda a produzir vídeo aulas incríveis gastando pouco.


Categorias