avaliação de aprendizado

Porque a avaliação de aprendizado deve ser feita para orientar e não classificar

Investir no aprendizado é questão essencial para se tornar um profissional qualificado. Independente da área de atuação, é importante manter-se sempre atualizado. Além disso, para saber a quantas anda a absorção de conteúdo, é importante que seja realizada, de maneira organizada e eficiente, uma avaliação de aprendizado.

Também é importante ressaltar que da mesma maneira que há uma evolução no processo de aprendizado, há uma mudança no formato de avaliação. Os métodos e ferramentas que envolvem plataforma EAD ganham cada vez mais espaço e atenção no mercado. Isso acontece em ambientes corporativos, educacionais ou em aprendizados autônomos.

Também é importante ressaltar que a avaliação de aprendizado deve ser utilizada para orientar possíveis melhorias na aquisição de conhecimento. Ou seja, não apenas para classificar o aprendizado por meio de notas ou questões objetivas. Aprender é algo que vai muito além de números concretos e estatísticas. Para saber mais sobre a importância de um processo de avaliação de aprendizagem, confira esse artigo até o final.

– Você também pode se interessar por: O planejamento educacional não se resume ao cumprimento de exigências, saiba como fazê-lo

avaliação de aprendizado

Como funciona o processo de avaliação do aprendizado?

Hoje em dia é muito comum que a avaliação de aprendizado esteja voltada apenas para o resultado e realização de exames. Essa é uma ação que deveria ser repensada. Afinal, são vários os casos em que as pessoas decoram as informações ao invés de realmente entendê-las.

Porém, isso acontece devido ao sistema de ensino comum no país. Normalmente as instituições de ensino estão mais interessadas nas aprovações e reprovações de alunos por meio de números. Por isso, estabelecer novos e diferentes formatos que possam atualizar o processo de avaliação do aprendizado pode ser uma ação essencial para realmente contar com profissionais mais dedicados.

Dessa maneira, ressalta-se que avaliação de aprendizado deve ser feita para orientar e não classificar os alunos. Os resultados de testes devem auxiliar a trilhar um caminho mais assertivo, focar nas falhas e potencializar os pontos fortes.

O desempenho do aluno nos processos de ensino

Nos formatos de ensinos atuais, um aluno sabe que aprendeu o conteúdo que lhe foi repassado quando é aprovado. Porém, se a instituição deseja efetivamente qualificar um profissional, deve levar muitas outras questões em consideração. O processo de aprendizado deve ser entendido, pelo aluno, como algo constante e positivo. Ademais, esse conhecimento deve somar na vida do estudante, e não apenas constar em seu currículo como mais uma informação.

Já à instituição, cabe verificar, oferecer e valorizar o aprendizado – e não apenas os dados estatísticos. Assim, é um papel de ambos – ou seja, do aluno e da instituição, – valorizar o processo de ensino. Por fim, para fazer a avaliação final do aprendizado, deve-se verificar:

  • O que o aluno aprendeu com o curso aplicado? Ele poderá utilizar o conhecimento adquirido no seu dia a dia?
  • Os objetivos e metas propostos pelas aulas foram atingidos como o esperado?
  • O programa foi conduzido de forma adequada pela instituição e pelos seus tutores?
  • Quais pontos podem ser alterados e otimizados para os próximos processos de ensino?

Para saber dessas respostas, é importante que o estudante ofereça um feedback para a instituição, seja ela presencial ou via EAD. Ressaltamos esse ponto porque: a qualidade do aprendizado e a sua forma de avaliação devem ser questões essenciais e primordiais para qualificar uma instituição de ensino, seja ela presencial ou online.

Assim, saber como fazer a avaliação de aprendizado é um ponto mais do que necessário para garantir a credibilidade de uma instituição.

– Confira também: Veja como criar cursos de capacitação e empreender em cursos online

Os passos essenciais de uma avaliação de aprendizado

Para fazer de maneira efetiva uma boa avaliação de aprendizado – conforme dito anteriormente, seja via presencial ou EAD; com instituições de ensino ou empresas corporativas; de ensino básico, médio, superior ou profissionalizante, entre outros, – o ideal é seguir alguns bons parâmetros que ofereçam credibilidade ao curso. Para acertar em cheio, leve em consideração os seguintes fatores:

 

  • Qual o nível atual de desempenho do seu aluno? Ou seja, qual o diagnóstico que você tem sobre ele? O que ele precisa – e deve – aprender com o seu curso? Sabendo disso….
  • O que é preciso ensinar a ele, para complementar e qualificar o seu ensino?
  • Quais ações fazer para atingir os resultados esperados? (Quantidade de aulas, possibilidades de oferecer seminários e webinários, planejamento de atividades extras, interação entre alunos, a possibilidade de tirar dúvidas e compartilhar o conhecimento com outros estudantes, entre outros);
  • Agora sim: avaliando o resultado. Como? Pedindo o feedback para os alunos, investindo em testes que possam mostrar o quanto aprenderam, analisando o comportamento e comentários dos estudantes, entre outros;
  • Após o resultado, é hora de orientar os estudantes. Esse é o ponto principal desse artigo: utilizar os resultados da avaliação de aprendizado para orientar os alunos a sempre melhorarem. Isso deve ser ressaltado, pois a avaliação só faz sentido quando leva ao desenvolvimento do estudante.

 

Foco no diagnóstico, não na classificação

A avaliação de aprendizado não deve ser utilizada para deixar os estudantes inseguros ou assustados. Muito pelo contrário. A atribuição de notas de acordo com as atividades deve estimular os alunos, servir como auxílio a capacitação, troca de conhecimento entre os alunos e motivação para os professores e tutores prepararem materiais com ainda mais qualidade.

Também é importante ressaltar que o profissional que passará o conteúdo tem um papel essencial no aprendizado e na sua avaliação. Seja como professor/tutor online ou presencial, todo o processo de absorção de conhecimento deve ser guiado e orientado por um bom profissional e apoiado em bons materiais de suporte.

– Também sugerimos a leitura do seguinte artigo: Quer trabalhar como professor online? Leia nossas dicas!

Colocando em prática a avaliação de aprendizado

Agora que você já entendeu a importância de utilizar a avaliação de aprendizado como uma maneira de guiar o conhecimento e qualificação de seus alunos, que tal colocar em prática essa ação?

Terminou o artigo mas continua com alguma dúvida no assunto? Entre em contato conosco!

CTA ebook cursos online

Planejamento de curso


Categorias