planejamento educacional

O planejamento educacional não se resume ao cumprimento de exigências, saiba como fazê-lo6 min read

Fazer um bom planejamento é uma ação que está presente em todas as áreas de negócios. Com a educação não seria diferente. Para ter um bom desempenho nesse setor, é preciso desenvolver um planejamento educacional de qualidade.

O planejamento não pode – nem deve – ser entendido como uma previsão do futuro feita a partir de achismos. Ele é uma implicação futura decorrente de decisões presentes. Ou seja: para fazê-lo é preciso levar em consideração dados e estatísticas do histórico, análise da situação atual e, a partir de então, é possível fazer previsões com grandes chances de acerto – o planejamento.

Para um planejamento educacional ser considerado de qualidade, ele deve seguir exigências básicas, porém deve ser mais do que isso. Para entender um pouco mais sobre esse sistema de organização de ensino, confira esse artigo até o final.

– Você também pode se interessar por: Crie seu curso online com nosso passo a passo: do planejamento até o lançamento

planejamento educacional

A abordagem científica para problemas

O planejamento é o ponto de partida. Ao se tratar do planejamento educacional, essa técnica significa aplicar à educação uma abordagem racional e científica dos problemas. Dentre seus principais objetivos, podemos destacar:

  • Determinar os objetivos;
  • Analisar quais são os recursos disponíveis;
  • Definir quais são as consequências que poderão ser presenciadas em cada situação escolhida – assim como a melhor escolha dentre essas possibilidades;
  • Determinar as metas específicas, que devem ser atingidas com um número certo de orçamento e em um prazo pré definido;
  • Colocar em prática: ou seja, desenvolver os melhores métodos para implantar a estratégia escolhida.

Dessa maneira, o planejamento educacional é muito mais do que a simples elaboração de um projeto. Ele é um processo eficaz e contínuo. Deve englobar muitas operações que ligam-se entre si.

Reconhecendo o sistema educacional

Para aplicar um bom planejamento educacional é preciso saber como funciona o sistema que envolve todo esse processo. O sistema de ensino deve ser preciso, seja ele de uma instituição de aprendizagem ou empresa corporativo.

Assim sendo, independentemente da área, os objetivos do sistema educacional devem ser definidos pela cultura ali presentes. Seja do país, do colégio, da universidade ou da empresa. São feitos de acordo com seus valores – morais, culturais, tradições, etc – e devem ser seguidos com eficácia por todos ali presentes.

Definição de prioridades

Para se fazer um bom planejamento educacional é preciso que haja uma definição de prioridades. Isso porque, em qualquer área, é impossível realizar várias ações de maneira rápida, urgente e simultânea. Sabendo disso, é possível colocar essas informações em práticas e criar um bom planejamento educacional. Confira como:

– Veja também: Segredo de um planejamento eficiente para seu EAD

Os principais passos para criar um planejamento educacional eficaz:

1. Quais são os objetivos desse planejamento?

Antes de colocar em prática qualquer ação, é preciso pensar: qual o meu objetivo em fazer esse planejamento educacional? Vou aplicar um novo curso? Precisei mudar algumas informações e foi necessária a criação de um novo planejamento?

2. Esse planejamento é para quem?

Qual o público-alvo do seu planejamento educacional? São os professores e tutores? São os alunos já matriculados? Ou são para aquelas pessoas que estão interessadas no seu curso, mas ainda não efetivaram a matrícula?

– Veja também: Pesquisa de mercado: como definir seu público-alvo?

3. Cumpra as exigências – mas ofereça mais

Para oferecer um bom curso é preciso seguir regras básicas. Porém, para se destacar no mercado, é preciso fazer mais do que isso. Além das horas necessárias para efetivar o ensino, também invista em materiais extras e destaque o diferencial do seu planejamento educacional. Em um mercado tão concorrido, em que a cada momento surgem novas instituições que aplicam e oferecem cursos diferentes, é preciso saber como se destacar.

 Nessa hora, apenas um planejamento que cumpre exigências não é o suficiente. As pessoas querem mais do que isso. Isso acontece porque o tempo e a atenção dos profissionais se tornou algo escasso. Logo, eles querem que o aprendizado seja o melhor possível. Cabe a você oferecer esse diferencial.

4. Entenda o planejamento como uma garantia de bons resultados

Dê a ele toda a atenção que ele precisa – e merece. Para se ter um bom resultado é necessário investir em um bom planejamento. Dedicar tempo, atenção, apostar em conteúdo de qualidade, entre outros. Apesar de ele, por si só, não representar ganhos financeiros, ele pode ser o que faz alguém o contratar. E isso, sim, representa grandes ganhos para a sua empresa.

5. Seja claro nas informações do planejamento educacional

É preciso sair do lugar comum, todavia, as informações ali presentes devem ser claras e facilmente entendidas pelos interessados. Isso poupa o tempo das pessoas e faz com que elas sintam maior segurança em contratar o seu serviço.

Também invista na sua autoridade: tenha um bom site, coloque depoimentos de alunos que já fizeram seus cursos e aprovaram.

– Você também pode se interessar por: Saiba como a aprendizagem online está acompanhando as tendências na educação

6. O planejamento influencia no dia a dia

Todas as ações são realizadas em busca de um objetivo em comum. Esses objetivos devem estar claramente definidos e estabelecidos no planejamento educacional. Por isso, um bom planejamento pauta o aprendizado de um estabelecimento. Assim sendo, é de extrema importância para qualquer atividade realizada dentro da instituição. Deve ser levado em consideração e utilizado como forma de autoridade.

Colocando em prática o planejamento educacional

Vale ressaltar que um bom planejamento educacional pode ser o grande diferencial para fazer com que uma pessoa realmente se interesse e se matricule no seu curso. Por isso, deve-se prestar muita atenção nessa parte do negócio. Deixe sempre um bom planejamento disponível para que seja acessado pelos usuários interessados.

Ademais, também faça dessa uma ação diária: planejar as ações pode render melhores resultados do que você imagina. Não à toa essa é uma ferramenta tão utilizada no dia a dia por tantas empresas e instituições.

Agora que você sabe mais sobre essas questões, que tal elaborar um bom planejamento educacional para implementar em seus cursos?

Gostou do artigo? Ainda possui alguma dúvida sobre a importância de um bom planejamento educacional? Então entre em contato conosco que adoraremos ajudar!

Planejamento de cursos online

Planejamento de curso


Categorias