avaliação de comportamento

O que é e como fazer avaliação de comportamento com suas equipes6 min read

Para uma empresa ser bem sucedida, ela precisa contar, em primeira instância, com colaboradores produtivos. Porém, para garantir que isso aconteça de maneira efetiva, é preciso que haja uma avaliação de comportamento das equipes.

Somente assim a empresa saberá no que investir para melhorar seus resultados, reter seus principais talentos, acertar nas novas contratações e mensurar a qualidade das ações implementadas na empresa. Esses são apenas alguns dos pontos que merecem destaque na questão da avaliação de comportamento.

Se a sua companhia ainda não realiza essa ação – ou se deseja otimizá-la, – confira esse artigo e entenda mais sobre a importância que essa ferramenta pode representar no seu dia a dia. Além disso, veja como fazer para colocar em prática uma avaliação de comportamento efetiva.

– Você também pode se interessar por: Comportamento Organizacional: entenda o que é e a importância na equipe

avaliação de comportamento

A importância da avaliação comportamental

A avaliação de comportamento é extremamente importante para uma corporação. Essa ação auxilia a mensurar quais mudanças puderam ser observadas de acordo com os treinamentos e projetos desenvolvimentos pela empresa. Também pode ser utilizada na hora de recrutamento e seleção de novos talentos, acertando em cheio nas novas contratações.

Investir em projetos de treinamento e desenvolvimento eficientes pode ser o grande diferencial de uma empresa. A corporação que entende a importância dessas ações passa a contar com colaboradores sempre qualificados e atualizados no mercado. Também retém os seus talentos e, além disso, passa a ter uma maior produtividade.

Porém, para saber qual o real ganho dessas ações, é importante fazer uma avaliação comportamental. Dessa maneira, poderão ser mensurados e calculados os efeitos positivos dos treinamentos na empresa. Ou seja, de maneira resumida, a avaliação de comportamento determina a influência prática dos programas de treinamento na rotina da empresa.

Avaliação de comportamento na hora de recrutar e selecionar candidatos

Durante o processo de recrutamento e seleção de colaboradores existem diversas etapas. Uma fase importante é conhecer e avaliar o candidato por meio de seu comportamento. Nesse cenário a avaliação de comportamento denominada DISC merece destaque. Entenda:

Conhecendo a DISC

O termo DISC, em português, é a sigla para Dominância, Influência, Estabilidade e Cautela.

Essa avaliação é importante na hora dos recrutamentos, pois auxilia a mapear as emoções e reações dos candidatos. Pode ser utilizada para momentos de realocação, promoção ou contratação. De acordo com esse método de avaliação comportamental, analisa-se as seguintes questões:

Dominância

Como a pessoa lida com os desafios, obstáculos e dificuldades? Normalmente, o profissional que possui a característica de dominância é mais competitivo e objetivo. É o colaboradores que deve ser orientado para o alcance de resultados concretos.

Influência

Como essa pessoa se relaciona e influencia os outros? Esses são os profissionais mais comunicativos. Normalmente, se saem bem em atividades em grupos, são populares e otimistas.

Estabilidade

Como essa pessoa lida com as mudanças? Esse perfil de colaborador é o mais paciente e constante. Possui boa capacidade para ouvir os outros e promover relações amistosas no ambiente de trabalho.

Cautela

Como as pessoas lida com as regras? Ela respeita as normas pré estabelecidas? Normalmente, esse são os profissionais mais perfeccionistas, detalhistas e analíticos.

Para uma empresa, é importante contar com colaboradores com diversas características e qualidades diferentes. Assim, eles se complementarão e farão um time forte e efetivo. Assim, tendo as informações da avaliação de comportamento DISC, é possível saber qual profissional se encaixa melhor em cada situação.

Vale lembrar que existem vagas de trabalho para todos. Se uma pessoa não está desempenhando seu melhor potencial, é porque talvez esteja com foco em alguma competência que não faz parte da sua personalidade.

– Veja também: 5 passos para recrutar talentos para sua empresa

Avaliação de comportamento para aumento de produtividade

Além de ser utilizado para selecionar, contratar ou promover um colaborador, a avaliação de comportamento também deve ser utilizada para melhorar a produtividade e diminuir a rotatividade e o turnover das equipes.

A avaliação comportamental auxilia a identificar falhas nos processos de treinamento e desenvolvimento. Também revela a possibilidade de lideranças ineficientes.

O objetivo é levantar dados sobre o dia a dia dos funcionários após eles terem participado de programas de treinamento ou desenvolvimento empresariais. Assim, descobre-se se eles realmente absorveram os conteúdos que foram ensinados e, mais do que isso, se estão aplicando esse novo conhecimento na sua rotina de trabalho. Pense nas seguintes questões:

  • O desempenho aumentou?
  • Qual o impacto efetivo dos programas de treinamento no dia a dia do colaborador?
  • Essas mudanças irão se sustentar por bastante tempo?

O real sucesso de uma ação é fazer com que esses novos ensinamentos façam parte da rotina do trabalhador de maneira duradoura, sejam replicáveis para novos funcionários e se tornem parte da cultura organizacional de uma empresa. Porém, como fazer esses cálculos? Explicamos abaixo:

Como fazer uma avaliação de comportamento?

Para fazer a avaliação de comportamento de produtividade, é preciso pensar nas seguintes questões:

Quais indicadores serão analisados?

Assim, você poderá medir os dados anteriores ao treinamento e após o treinamento. É preciso que esses números sejam objetivos e tenham relação direta à ação realizada. Alguns dados que podem ser analisados:

  • Tempo para a execução de tarefas;
  • Absenteísmo;
  • Falhas humanas;
  • Qualidade e quantidade de produção;
  • Grau de produtividade, entre outros.

Leve em consideração a opinião dos colaboradores

A avaliação de comportamento pode ser feita por meio de um checklist, por exemplo. Após terminar uma tarefa, o colaborador preenche um checklist. Pode ser com respostas objetivas, escalas – de 0 a 10, por exemplo, – ou subjetivas. Varia de acordo com o objetivo da empresa.

Essas respostas devem ser levadas em consideração pelos gestores da empresa. Porém, de maneira sutil, para que não haja exposição de nenhum profissional.

Frequência adequada

Também vale lembrar que as avaliações devem se feitas numa frequência adequada. Não devem ser apenas ações pontuais. Elas devem ser contínuas e fazer parte da rotina e cultura da empresa. Também deve ser levada a sério tanto pelos colaboradores quanto pelos gestores e líderes responsáveis pela corporação.

– Você também pode se interessar por: Organize o desenvolvimento dos colaboradores com a matriz de treinamento

Colocando em prática a avaliação de comportamento

Por fim, agora que você sabe mais sobre como colocar em prática a avaliação de comportamento, é hora de utilizá-la. Lembre-se que ela possui funções importantes na hora de selecionar, recrutar, contratar e/ou promover um colaborador, ou no dia a dia da empresa.

Você já utiliza algum método de avaliação de comportamento? Qual acredita ser o mais eficiente? Compartilhe conosco a sua opinião sobre o assunto!

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias