balanced score card

Entenda o conceito e como aplicar o Balanced Score Card

Você já ouviu falar sobre o Balanced Score Card? O método, que poderia ser traduzido como “Indicadores Balanceados de Desempenho”, funciona como uma ferramenta de planejamento estratégico e auxilia a encontrar um equilíbrio harmônico para a instituição.

Entenda como ele funciona e como pode ser aplicado para a gestão estratégica da sua empresa. Assim, você passará a ter uma instituição melhor preparada para alcançar os seus objetivos e conquistar o mercado. Veja como:

O que é o Balanced Score Card?

Criado em 1992, o Balanced Score Card (BSC) é um método desenvolvido por dois importantes nomes: David Norton, executivo americano e Robert Kaplan, professor da universidade americana de Harvard. Ao criar o BSC, o objetivo dos estudiosos era apresentar ao mundo um novo modelo de gestão estratégia. Assim, com o Balanced Score Card, a mensuração de resultados e definição de objetivos foge do tradicional uso de indicadores financeiros, de faturamento ou mercado.

Assim sendo, após muita pesquisa e estudos, Norton e Kaplan desenvolveram o BSC. O método se revelou como uma ferramenta inovadora para medir e calcular o desempenho das instituições. Ainda, se mostrou como uma metodologia extremamente eficiente na hora de definir estratégias e fazer planejamentos de uma forma mais ampla e abrangente. Tudo isso sem precisar ficar preso em métricas focadas apenas em resultados financeiros.

Assim, surgiu o Balanced Score Card. O método pode ser definido como um modelo de gestão estratégica que auxilia a mensuração dos progressos das empresas. Esse caminho até o sucesso é calculado de acordo com as metas de longo prazo estipuladas pela organização. Esses objetivos são desenvolvidos a partir das metas, indicadores e iniciativas estratégicas.

– Você também pode se interessar por: 7 ferramentas para empreendedores que vão simplificar a gestão do seu negócio

Como é feito o Balanced Score Card?

O BSC pode ser aplicado em estratégias de empresas pequenas ou até em áreas dentro de uma instituição maior. O método consiste em mensurar de maneira equilibrada as ligações entre causa e efeito de acordo com 4 indicadores de avaliação das empresas. São eles:

Perspectiva financeira

Segundo o Balanced Score Card é importante levar em consideração o índice financeiro da empresa. Esse dado auxiliará o gestor a entender o que a empresa deve oferecer para satisfazer os acionistas. Assim, eles passarão a ter melhor rentabilidade em seus  investimentos.

Perspectiva de clientes/mercado

Para o BSC funcionar, é importante saber qual o grau de satisfação dos clientes com a empresa. Assim sendo, para a instituição alcançar um bom nível de satisfação, deve saber responder às seguintes perguntas:

  • Para alcançar os objetivos financeiros propostos, quais necessidades, desejos e anseios dos nossos clientes nós devemos atender? Ainda, como a empresa está entregando valor para seus clientes? Para descobrir esse índice, a instituição pode realizar pesquisas de satisfação e analisar prazo, qualidade, custo e desempenho dos produtos.

Perspectiva de processos internos

Outro ponto essencial para o Balanced Score Card é a empresa saber como estão os seus processos internos. Assim, a companhia deve identificar se existem produtos ou serviços que estão com problemas ou deixando a desejar. Também, esse ponto é importante para a companhia ter a certeza de que está entregando o que promete – no tempo hábil combinado com o cliente – e se oferece o que há de melhor no mercado.

Ou seja: a corporação está investindo na inovação e garantindo a satisfação e fidelização dos clientes? Quais processos internos devem ser otimizados para conquistar e satisfazer clientes, acionistas, parceiros, entre outros?

– Veja também: Conheça boas práticas de inovação para implementar em seu negócio

Perspectiva de aprendizado e crescimento

O quarto ponto de destaque do Balanced Score Card é a perspectiva de aprendizado e crescimento oferecido pela empresa. Assim, essa etapa está diretamente ligada à capacidade e motivação das equipes e também no investimento em inovação.

Para uma instituição ter uma boa perspectiva de aprendizado e crescimento deve oferecer um bom sistema de informação, comunicação e capacitação para todos. Aqui, a organização deve responder à seguinte pergunta:

  • Para alcançar nossas metas e objetivos, o que devemos aprender, inovar, investir e apresentar tanto ao mercado quanto aos colaboradores?

Assim, cabe à instituição fazer uma análise para identificar qual infraestrutura da empresa pode e deve receber aplicação de recursos. Também, é importante conferir se há a necessidade de novos equipamentos, pesquisas, treinamentos, entre outros.

Equilibrando os 4 indicadores de avaliação

O objetivo é colocar em equilíbrio os 4 indicadores essenciais propostos pelo método Balanced Score Card. Assim, quando há essa harmonia, conclui-se que a corporação terá um melhor desempenho de mercado. Desenvolverá estratégias mais efetivas, contará com uma equipe mais engajada e se mostrará adepta às inovações. Ou seja, ao aplicar o Balanced Score Card, o gestor deve pensar da seguinte maneira:

“Para tornar a instituição mais lucrativa e valiosa, é essencial satisfazer os clientes, fornecedores, acionistas e o mercado como um todo. Para alcançar esse objetivo, devemos melhorar os nossos processos internos. Isso só será possível se aprendermos com a experiência, praticarmos a inovação e contarmos com equipes qualificadas e diferenciadas”.

Assim sendo, conquista-se o equilíbrio proposto pelo Balanced Score Card focando nessas quatro ações e etapas específicas.

– Confira: Comprove as vantagens em investir em inovação na sua empresa

Aplicando o Balanced Score Card

Entendendo como funciona o Balanced Score Card e seus 4 indicadores, é hora de aplicar o método. Assim, é essencial definir:

  • O objetivo: ou seja, o que a empresa deseja alcançar com o BSC;
  • Os indicadores: o desempenho da empresa referente ao objetivo estipulado;
  • O nível de performance: de acordo com os indicadores e objetivos, qual o nível de performance esperado?
  • As ações e projetos estratégicos: quais ações, iniciativas e intervenções devem ser feitas para alcançar o objetivo proposto?

Assim, entendendo de maneira esmiuçada o BSC, é possível observar que ele apresenta a solução para a seguinte questão: o que deve ser feito para chegar aos objetivos estratégicos da corporação?

O BSC pode ser utilizado para empresas nos momentos de desenvolver orçamentos e planejamentos e também nos direcionamentos de investimentos. Ainda, o Balanced Score Card é importante na hora de estabelecer a remuneração metas atingidas, sejam elas individuais ou coletivas.

Os principais benefícios observados em empresas que investem no BSC são:

  • A conversão de estratégias em ações – e a conversão dessas ações no cumprimento de metas e objetivos;
  • Ao gestores, confere-se uma visão ampla e sistematizada de todo o desempenho operacional da empresa;
  • A constante e contínua mensuração e atualização de planos, metas e objetivos;
  • A otimização da comunicação da empresa com suas equipes e clientes;
  • A melhoria na cultura de aprendizagem e inovação, ação essencial para reter talentos e conquistar o mercado.

E você, já conhecia o método de Balanced Score Card? O que acha desse formato de estratégia? Deixe seu comentário!

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias