ciclo motivacional

Veja como aplicar o ciclo motivacional em sua equipe

Independente do tamanho ou segmento em que a empresa atua, um dos maiores desafios é manter colaboradores motivados e engajados. Um vez que várias ações externas e internas podem agir diretamente em sua capacidade funcional, além de prejudicar a produtividade geral.

Nesse contexto empresarial, o ciclo motivacional ganha ainda mais relevância. Dada a  informação de que essa é uma ferramenta estreitamente relacionada à teoria de cognição humana, muito estudada pela psicologia, e apresenta de forma visual as etapas da motivação do ser humano. De acordo com a ferramenta as etapas podem variar entre:

  • Necessidade;
  • Tensão;
  • Comportamento ou ação;
  • Estímulo ou incentivo;
  • Satisfação ou frustração.

Leia mais sobre o assunto: Ciclo motivacional: saiba o que é e aplique em sua equipe

Quando bem utilizada no ambiente organizacional, essa ferramenta proporciona ganhos positivos tanto para a empresa quanto para os profissionais – que, a curto prazo, tendem realizar suas atividades com maior qualidade. E a longo prazo, podem se destacar-se para assumir cargos de liderança dentro da empresa.

Com tantos benefícios fica fácil compreender porque tantas empresas desejam trazer essa ferramenta à sua estrutura empresarial, não é mesmo? Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para você aplicar o ciclo motivacional em sua equipe. Confira:

Coloque em prática o ciclo motivacional

Antes de mais nada, é necessário ter em mente que o ciclo motivacional é um processo contínuo. Afinal, existem diversas situações ao longo do dia, do mês ou ano que podem fazer o colaborador migrar de seu estado de equilíbrio para o estado de tensão.

  • Estado de equilíbrio: O estado de equilíbrio representa o momento que o profissional está no seu modo de ser original, concentrado na execução de suas atividades;
  • Estado de tensão: O estado de tensão refere-se ao momento em que surge alguma necessidade ou tarefas urgentes quebrando o anterior estado de equilíbrio.

Para que o ciclo de motivação funciona em sua total plenitude, é necessário que os gestores acompanhem diariamente seus colaboradores. Dessa forma, será possível identificar os momentos de tensão profissional. Alguns sintomas comuns são:

  • Sofrimento antecipado;
  • Ansiedade;
  • Consumo de energia;
  • Cansaço físico e mental.

Reconhecer esses sintomas nos colaboradores é essencial para auxiliá-los nos momentos de alta tensão, além evitar frustração com as atividades, ajudando-os a encontrar alternativas para para satisfazer suas necessidades. Pode até parecer algo pequeno, do ponto de vista organizacional, mas cada um desses cuidados significa mais pontos para a produtividade e motivação de cada colaborador.

Você também pode se interessar por: Conheça quais são os benefícios da motivação no trabalho e entenda sua importância

E como manter os colaboradores motivados?

Para que seus colaboradores vistam a camisa da empresa, sentindo-se sempre motivados,  é essencial que o negócio também cumpra sua função de encorajar, estimular e proporcionar ao profissional um ambiente de crescimento.

Embora não existam regras talhadas em pedra e cada empresa trabalhe a motivação com suas equipes de diferentes formas, podemos citar algumas técnicas que podem garantir mais sucesso e produtividade nas atividades.

1- Invista em feedbacks

Ao contrário do que muita gente pensa, o feedback não é aquele momento que o gestor possui para detonar o colaborador. No ambiente organizacional, o feedback tem função estratégica, pois proporciona um retorno ao profissional sob as atividades que este tem realizado.

Através desta simples ferramenta, os colaboradores terão plena consciência se o trabalho que estão realizando atende aos objetivos da organização, mantendo um estado de equilíbrio individual e coletiva na equipe.

2- Acompanhe o desempenho

Como você, enquanto gestor, sabe o que precisa ser melhorado?

Acompanhar o desempenho dos colabores significa ter uma visão ampla dos pontos, (individuais e coletivos) que podem ser melhorados para atender aos objetivos da empresa. A longo prazo, também será possível identificar a evolução de cada colaborador para que ele possa assumir novos cargos na organização.

3- Aposte nas reuniões em equipe

Fazer reuniões com a equipe antes do início de novas atividades representa um ótimo momento para que os colaboradores tirem suas dúvidas. Dessa forma, eles se sentirão muito mais seguros para começar o trabalho, além de valorizados pela empresa. Em contrapartida, a organização se mostrará determinada a auxiliar seus profissionais, quebrando barreiras e conflitos.

4- Não deixe de pensar no ambiente

Convenhamos, não adianta muito investir em inúmeras estratégias para motivação se o ambiente de trabalho não inspirar o funcionário. Você já deve ter percebido que as maiores empresas como o Google investem em ambientes inspiradores para que seus funcionários desenvolvam quase 100% da produtividade.

Também pode ser do seu interesse: Como aumentar a motivação de equipe com 9 dicas que funcionam mesmo

Conclusão

A aplicação do ciclo motivação nas equipes é um processo contínuo que exige da empresa planejamento e organização. Através de pequenas mudanças na estrutura da organização é possível alcançar resultados cada vez mais positivos, como:

  • Equipes mais satisfeitas;
  • Qualidade na realização de atividades;
  • Colaboradores mais capacitados e seguros;
  • Profissionais mais pro ativos.

Leia mais sobre o assunto: Como a motivação afeta a si e aos seus colaboradores

Agora que você já sabe como aplicar como aplicar o ciclo motivacional em sua equipe, que tal colocar essa ferramenta em prática na sua empresa? Conte para nós, queremos saber como foi!

CTA Trial

trial


Categorias