Como fazer Iluminação para vídeos

Dicas de iluminação para o seu home studio: como fazer iluminação para vídeos

Quer saber como fazer Iluminação para vídeos?

Confira a seguir algumas dicas de iluminação que separamos para você trabalhar no seu home studio.

Uma das grandes dificuldades para quem produz conteúdo em vídeo para ensino a distância é atingir um padrão que permita que o material seja inteligível, de fácil compreensão, e ao mesmo tempo que tenha uma boa qualidade de reprodução.

Sem esquecer que o sucesso de uma produção audiovisual também provém da iluminação do ambiente em que se grava.

Confira nossas dicas de iluminação para filmagem.

como fazer Iluminação para vídeos

Como fazer iluminação para vídeos

Com a disseminação dos aparelhos smartphone que compilam, entre outras funções de gravação em vídeo com qualidade high definition, tais aparelhos têm ganhado espaço no mercado de gravações.

Mas devido às limitações de tais dispositivos, muitas vezes aparecem problemas relacionados à produção de conteúdos.

Isso acaba inviabilizando a gravação de materiais em ambientes caseiros, dificultando a propagação de conteúdos, um dos principais objetivos do ensino à distância.

Um dos principais gargalos enfrentados por colaboradores de plataformas de ensino à distância, como o EadBox, é a gravação com qualidade de materiais audiovisuais.

Pode-se dizer que um dos principais problemas está na iluminação.

Por esse motivo, é importante ter uma noção básica desse conceito com poucos equipamentos.

A verdade é que é possível transformando a produção de algo pouco atrativo em um conteúdo bem acabado e de qualidade.

Mas como fazer iluminação para vídeos com a qualidade desejada?

É possível usar smartphones para gravação de conteúdos?

Vale lembrar que, apesar do smartphone ser utilizado para diversas funções diferentes, a câmera dele dá conta de gravar vídeos em HD.

É claro que ele não vai ter as mesmas funções e não vai permitir que o operador tenha o mesmo controle de uma câmera profissional.

Mas para produtores que estão começando a desenvolver o seu trabalho, um aparelho celular é o suficiente para ter uma boa qualidade de captura de imagem.

Vale lembrar que a lente do celular capta a luz refletida, ou seja, quanto melhor iluminado estiver o seu local de gravação, melhor será a qualidade da sua imagem.

Mas como melhorar a qualidade das gravações caseiras?

Como fazer iluminação para vídeos com smartphones?

Já demonstramos aqui um processo simples e relativamente barato de se ampliar a qualidade da iluminação do ambiente de gravação.

Para isso, produza aparatos conhecidos como softboxes, entre outras dicas de iluminação para para filmagem em seu home studio.

Mas dispor de recursos para aumentar a iluminação de um ambiente não vai solucionar os problemas mais comuns.

É necessário compreender também a forma como os aparatos devem ser dispostos e posicionados.

E esse complemento é o que será demonstrado a seguir.

Aprenda como fazer iluminação para vídeos em casa!

CTA ebook cursos online

Planejamento de curso

Dicas de iluminação para filmagem em meu home studio

Fique atento e descubra todos os segredos de como fazer iluminação para vídeos.

1- Como posicionar

A primeira das dicas de como fazer iluminação para vídeos é saber posicionar os equipamentos.

Deve-se pensar em dois aspectos quando se trata de iluminação cenográfica para gravação de materiais audiovisuais.

O primeiro é a quantidade de luz que será direcionada ao objeto da gravação, que no caso, é você.

O segundo é como iluminar toda a cena.

como fazer Iluminação para vídeos

O esquema ideal de direcionamento de luminosidade envolve três pontos de luz, portanto:

Com duas softboxes e a fonte natural de iluminação de um ambiente (pode ser a janela, com a luz de fora, ou a lâmpada que ilumina o ambiente) é possível ter uma quantidade de luz suficiente para dar qualidade à gravação.

Geralmente, esse esquema é composto de:

  • Uma luz frontal, ou luz principal,;
  • Uma contra-luz, ou luz de fundo;
  • A iluminação ambiente, que funciona como a luz de preenchimento.

A fonte primária de luz

A fonte primária é a luz que influencia mais a quantidade de iluminação que se tem na gravação.

É geralmente a fonte mais ‘forte’ de luz à disposição e deve ser posicionada de forma a proporcionar boa cobertura de luz no foco da gravação, que é o apresentador do conteúdo.

Sem esse cuidado, não há como fazer iluminação para vídeos de qualidade.

A contra-luz é responsável pela percepção de profundidade da cena.

Posicionada atrás do objeto, essa fonte de luz proporciona:

  • Realces e contornos no personagem;
  • Ajuda na separação do sujeito do fundo;
  • Aumenta a sensação de tridimensionalidade.

Em outras palavras, a luz de fundo vai jogar um foco de luz nas costas do apresentador, diminuindo a impressão de “achatamento” queo  vídeo traz.

Já a luz de preenchimento é a fonte secundária de iluminação.

Seu papel é, principalmente, cobrir sombras criadas pelos focos principal e de fundo.

Essa luz é, normalmente, mais suave e menos brilhante que as outras duas.

Deve ser mantida a certa distância do enquadramento da cena, já que seu raio de abrangência deve ser maior que a das outras.

Por isso, no caso de gravações que contém como fonte de luz secundária janelas ou outras fontes naturais, é recomendável que se afaste da cena de gravação o máximo possível.

Dessa forma, sua interferência na projeção das outras luzes será a menor possível.

Onde se posicionar

Se posicione frontalmente à essa fonte, usando a luz principal com alguma angulação do personagem para se conseguir efeitos de sombra que vão aumentar a dimensionalidade da cena.

Esse é um esquema de iluminação que gera pouco contraste, pois não dá margem às zonas de baixa luz.

Em função disso, percebe-se que a questão do volume e da tridimensionalidade são sutis.

Neste esquema de iluminação vale a pena salientar a importância de manter o seu cenário de gravação longe de luz natural, seja de janela ou de alguma porta.

A luz natural varia de acordo com o horário e até mesmo com a quantidade de nuvens no céu.

Se você quer saber como fazer iluminação para vídeos, fuja da iluminação natural.

Grave em um local que não tenha interferência, ou durante a noite, se possível.

2- Como ter uma iluminação perfeita

O esquema de iluminação de três pontos é o mais tradicional e simples possível, mas atende a praticamente todas as necessidades de uma gravação caseira.

Porém, existem algumas dicas que vamos passar para vocês quando se trata de posicionamento e intensidade das fontes de iluminação.

como fazer Iluminação para vídeos

O primeiro passo, que na verdade é uma questão latente que surge é o efeito chamado high key.

Esse fenômeno acontece quando as fontes primária e secundária de iluminação têm intensidades semelhantes ou quando a secundária suplanta a força da principal.

Tem-se uma imagem com pouco contraste, que limita o efeito da profundidade do palco cenográfico e ressalta as sombras no personagem.

Imagens em high key são usadas geralmente quando o local de gravação é pequeno, tem pouca profundidade ou quando é necessária a exposição do fundo com foco definido.

Em outras palavras, a quantidade de lums da sua lâmpada pode ser muito alta para o espaço que está utilizando, causando sombra no fundo da imagem.

A opção mais simples é afastar a iluminação do objeto.

Mas às vezes isso não é possível, então experimente direcionar o foco de luz para o teto, isso vai dissipar a luz.

A outra é adquirir uma lâmpada mais fraca, com menos lums.

Esta informação é facilmente localizada nas embalagens das lâmpadas vendidas em mercados e materiais de construção.

Dica de iluminação para filmagem importante:

Prefira iluminação fria, de LED, mas nada impede de fazer com luzes incandescentes.

O mais importante aqui é não misturar os tipos de lâmpada que vão compor a iluminação do seu cenário no home studio.

Se é possível iluminar seu home studio com alta exposição de luz, o contrário também é verdadeiro, efeito conhecido como low key.

Os palcos cenográficos feitos com tal configuração, quando a luz de preenchimento é esparsa, quase inaparente diante da fonte principal, ou até mesmo inexistente, são fortes em contraste para o personagem.

Em low key, o fundo praticamente desaparece, as silhuetas do sujeito são menos aparentes e suas expressões faciais ganham profundidade com a alta exposição da fonte principal.

São situações projetadas para dar dramaticidade a uma cena, ou chamar a atenção para o personagem principal.

Você vai perceber esta situação se sua luz secundária tiver muito menos potência de iluminação do que a luz primária.

Com isso o objeto vai ficar com sombras muito aparentes.

Como corrigir sombras:

Para corrigir, experimente direcionar a luz principal para o teto, fazendo com que ela rebata e fique mais suave. Aproximar a luz secundária também pode ser uma saída.

Com os pontos de luz nos lugares certos é possível fazer com que as suas vídeo aulas fiquem ainda mais atrativas para o seu público.

O cenário pode ser o diferencial para o que o seu aluno sinta-se imerso no contexto da sua vídeo aula.

Uma simples prateleira com adereços, ou um quadro voltado a sua temática pode dar uma identidade e fazer a diferença na composição de cena da sua vídeo aula.

Uma maneira de fazer isso é utilizar um foco de luz direcionado para este objeto se destacar no cenário.

Experimente também utilizar filetes de LED abaixo de prateleiras, elas dão um efeito interessante no vídeo, além de retirar uma eventual sombra que possa surgir sob ela.

3- Como angular a iluminação?

Um detalhe que deve ser percebido antes de iniciar a gravação é a questão da angulação da luz.

O local e distância que se posiciona a fonte primária gera tipos diferentes de iluminação no sujeito, principalmente em seu rosto, o que pode dificultar a gravação.

O posicionamento das fontes luminosas é influenciado diretamente pela localidade em que se grava, já que seu afastamento e angulação dependem do espaço que se tem para posicionar as fontes de luz.

Porém, é possível entender como tais configurações alteram o resultado final da gravação a fim de maximizar o resultado possível nas condições que o personagem se encontra.

Tais conceitos vêm da produção de retratos, que é a parte da fotografia que dedica maior empenho na iluminação facial.

Pode-se dividir em iluminação split, curva e borboleta. Vamos a elas?

Os 3 conceitos de como fazer iluminação para vídeos:

Split:

Quando a sombra criada pela iluminação “divide” o personagem em duas áreas: uma mais clara, outra mais escura.

Cria-se tal efeito com o posicionamento lateral da fonte principal em relação ao apresentador.

Assim, as partes do objeto que estão do lado da fonte luminosa ficam clareadas, e o perfil oposto à fonte fica sombreado.

Esse princípio é usado para ampliar o contraste e dar tons mais dramáticos à gravação.

Iluminação curva:

Semelhante à split, principalmente em sua finalidade de contraste, mas guarda suas particularidades.

Esse esquema proporciona melhor uniformidade na iluminação, na face principalmente, mas pode acabar dando tons cartunescos à gravação se não usado corretamente.

A questão é posicionar a fonte primária de iluminação de maneira inclinada ao personagem, em um nível acima de sua cabeça.

A ideia é que se forme um pequeno triângulo de sombra abaixo do nariz do sujeito da cena, direcionado para a lateral em uma das bochechas, não sobre a área do buço.

Esse esquema ajuda a realçar a silhueta e tem grande área de cobertura facial.

Iluminação borboleta:

é chamada assim, pois cria uma sombra em forma de borboleta no rosto do personagem.

Para isso, é preciso colocar a fonte principal de luz acima do nível da cabeça, e logo atrás da câmera.

Este padrão é mais usado para esconder imperfeições na cena e no personagem, tais como rugas na face ou defeitos nas paredes, por exemplo.

Sua principal característica é dar proeminência às formas da face, esmaecendo seus detalhes.

O ponto a ser ressaltado com tal esquema é a profundidade de palco.

Usando o padrão borboleta, tem-se menor sensação de profundidade principalmente no rosto do personagem, porém ganha-se em definição no palco da cena, já que a luz direcionada de maneira frontal ajuda o foco da gravação.

Dica extra: A plataforma EAD ideal

Agora que você já sabe como ter uma iluminação profissional em sua vídeo aula, está na hora de ter uma plataforma EAD profissional

De nada adianta ter uma qualidade de cinema em suas gravações, se a experiência do  aluno é ruim no ambiente virtual de aprendizagem.

Separe os seus alunos em grupos e administre os fóruns, alimentando-os com cada vez mais conteúdo.

A interface intuitiva desta plataforma EAD vai fazer com que o seu curso online fique ainda mais perto do sucesso.

CTA Trial

trial

Tem mais alguma dica de iluminação para filmagem?

Deixe abaixo a sua sugestão ou até mesmo a sua dúvida que a nossa equipe vai te ajudar a obter os melhores resultados possíveis.


Categorias