dinamica-que-desenvolva-empatia

Dinâmica que desenvolva a empatia e interação: como aplicar?6 min read

Estimular e desenvolver opções de dinâmica que desenvolva a empatia auxilia na interação e relacionamento entre os colaboradores de um projeto e é essencial para uma empresa.

Esses investimentos devem ser contínuos e frequentes. E, diferentemente do que muitos pensam, eles podem ser feitos quase sem custo nenhum.

Basta apenas um bom planejamento, engajamento e motivação dos colaboradores. A dinâmica das cores e sentimentos, que falaremos mais adiante neste post, é um exemplo extremamente funcional, fácil e prático de processo que pode ser feito.

Se o objetivo for quebrar o gelo e melhorar a interação e relacionamento entre colaboradores ela merece destaque. Mas você sabe o que é uma Dinâmica de grupo que desenvolva a empatia? Confira e aplique na sua empresa.

dinamica-das-cores-e-sentimentos

A importância da dinâmica de grupo

Antes de qualquer informação, é preciso ressaltar que: para uma dinâmica de empatia rápida funcionar com eficiência, ela deve ser levada a sério por todos. Ela é um investimento que está sendo feito pela corporação e deve ser encarado como tal. Exige tempo, atenção e demanda resultados – assim como qualquer projeto.

Tendo isso em mente, é possível começar a investir de forma certeira nesses processos – que vão além da dinâmica das cores e sentimentos citada anteriormente. Investir nesse formato auxilia a empresa a melhorar a sua imagem frente ao mercado e também a reter os seus principais talentos. Mas não para por aí.

As principais vantagens que podem ser vistas quando são feitos os investimentos necessários nas dinâmicas para trabalhar a empatia são:

  • Melhora no clima organizacional e, consequentemente, na produtividade da empresa,
  • O possível surgimento de novas soluções para problemas antigos;
  • Aproveitamento, conhecimento e retenção dos talentos;
  • Maior motivação e engajamento dos colaboradores;
  • Desenvolvimento dos profissionais como um todo – não apenas no âmbito empresarial;
  • Menores índices de absenteísmo; entre outros.

No fim, as dinâmicas de grupo quebram o gelo entre os colegas e acabam ensinando muitas coisas importantes para o dia-a-dia da empresa. Afinal, não é apenas com treinamentos que se aprende – mas também com as interações e ações diárias.

Vale lembrar que: para acertar em cheio em uma dinâmica de grupo é preciso saber, antes de tudo, qual o objetivo se deseja conquistar com ela. Tendo essas informações em mente, é possível saber para quem aplicar a atividade, quanto tempo demandará e quais os resultados esperados.

Leia também: Engajamento profissional: saiba as vantagens de ter funcionários engajados.

Dinâmica de empatia rápida em grupo devem ser utilizadas no dia-a-dia

Muitos enxergam a dinâmica de empatia rápida apenas como uma ferramenta do RH na hora de fazer contratações. Mas elas vão além disso. Devem sim ser aliadas importantes no processo seletivo e auxiliam a empresa a saber, já em um primeiro momento, como a pessoa se sai em uma situação que envolve o grupo e suas habilidades. Porém, seu alcance vai muito além disso.

Saber trabalhar em grupo é uma característica extremamente valorizada e deve ser estimulada e promovida diariamente. Essas práticas auxiliam a desenvolver o autoconhecimento e liderança.

Quando bem aplicadas, têm grande impacto na segurança e oratória de uma pessoa. Ou seja, além de melhorar o grupo como um todo, também tem um efeito impressionante no desenvolvimento e crescimento pessoal de cada profissional. Por isso passou a ter tamanha importância no mercado.

Complemente a leitura com: Entenda a importância das atividades em grupos para empresas.

Dinâmica das cores e sentimentos: como funciona

Existem alguns formatos de dinâmica conhecidos como a dinâmica das cores” e sentimentos. Todos têm o objetivo de melhorar o ambiente corporativo e a relação entre os colaboradores.

Existem umas que funcionam melhor para colaboradores recém contratados e outras para equipes que já trabalham juntas há mais tempo. Aqui, explicaremos como funciona essa segunda opção:

Ela é mais indicada para profissionais que já se conhecem, pois envolve autoconhecimento mais o sentimento de empatia com os outros. Por isso, é essencial que os colaboradores já tenham pelo menos um espírito de grupo com os que estão ali presentes.

Colocando a dinâmica das cores e sentimentos em prática

Para fazer essa dinâmica, será preciso:

  • contar com uma sala com espaço o suficiente para os colaboradores sentarem no chão;
  • algumas folhas de papel branco;
  • lápis de cor.

Para colocá-la em prática, o instrutor deve deixar os lápis de cor ao alcance de todos e distribuir as folhas. Cada participante deve pegar de 3 a 5 folhas.

Após, ele deve sugerir que cada pessoa expresse com uma cor o sentimento/emoção que está sentindo naquele momento. Feito isso, todos devem mostrar o seu papel e explicar o que aquela cor representa. Se por um acaso a cor for de algum sentimento negativo, todos os outros colegas devem oferecer uma emoção positiva ao outro – por meio de uma cor que transmita um sentimento bom.

Por exemplo: se alguém escolheu a cor preta por estar se sentindo mal, outra pessoa pode lhe oferecer o amarelo que lhe traz felicidade. Se alguém optou pelo vermelho, por estar com raiva, o outro colega pode oferecer o contraponto com o branco: paz e tranquilidade. E assim por diante.  

Se alguém escolheu cinza porque está preocupado, o colega pode oferecer a cor azul como desejo de que tenha tranquilidade para resolver a questão.

O objetivo é que todos os participantes fiquem à vontade para compartilhar seus sentimentos. Assim, também ficam mais abertos para receber apoio dos seus colegas de trabalho. Também passa a existir uma maior empatia e conhecimento sobre a vida daqueles que trabalham juntos, situação importante para melhorar o ambiente de trabalho.

Muitas pessoas passam a maior parte do seu dia com os colegas de trabalho. Então, desenvolver esses relacionamentos de forma saudável é de extrema importância.  

Veja também: Dinâmica de grupo: uma lista com 4 ideias para você aplicar.

 Sua empresa utiliza dinâmica para trabalhar a empatia ou aplica alguma outra forma de atividade em grupo?

Aqui citamos a dinâmica das cores e sentimentos como um exemplo de dinâmica que desenvolva a empatia e melhore a interação entre os colaboradores de uma empresa.

Porém, existem outras formas de aplicar e desenvolver dinâmicas de empatia rápida. Sua empresa já investe nesse formato de atividade? Se sim, qual a sua atividade preferida e que oferece os melhores resultados para os colaboradores? Compartilha com a gente!

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias