absenteísmo

Absenteísmo: Saiba o que é e como reduzir este índice em sua empresa

Nenhuma empresa gosta de ter colaboradores que atrasam ou que costumam faltar às suas jornadas de trabalho. Porém, nem todas as instituições param para ver os motivos que levam a esse absenteísmo.

Quando essas situações começam a acontecer com frequência, cabe à companhia investigar quais os motivos que levam a essas consequências – e, a partir de então, trabalhar para diminuir o absenteísmo. Explicamos melhor o esse termo.

absenteísmo

O que é absenteísmo?

Absenteísmo (ou ausentismo), como o próprio termo já estipula, significa se abster de alguma atividade ou função. No âmbito empresarial, é a palavra utilizada para definir a falta de um colaborador. Essa falta não está ligada à nenhuma doença, licença legal ou desemprego. Pode ser dado de maneira justificada e injustificada.

Existem inúmeros motivos que podem fazer com que o índice de ausentismo seja alto. Alguns que podem ser citados são: problemas sociais e conflitos internos – como ter algum problema pessoal com o chefe ou pessoas da equipe, por exemplo. O absenteísmo também pode ser causado por problemas familiares, financeiros e funcionais.

As consequências do absenteísmo são vários. Citamos as dificuldades operacionais, não cumprimento das metas, desconforto entre as pessoas da empresa – ou seja, piora no clima organizacional.

Para evitar esse problema, existem algumas atitudes que podem ser feitas pela empresa e pelo profissional.

– Veja também: 14 dicas imperdíveis para vencer a falta de motivação no trabalho

Como reduzir o absenteísmo?

Para resolver essa questão é preciso, antes de qualquer coisa, saber o que a está causando. Separamos aqui alguns tópicos que podem ajudar nesse momento:

Absenteísmo causado por problemas pessoais

Problemas familiares ou psicológicos, estresse e desgastes físicos podem ser observados nesse tópico. Quando são essas questões que levam ao ausentismo, a sugestão é: sugerir o diálogo e a paciência, unidos à ajuda médica/psicológica. Também, quando possível, aderir à prática de exercícios físicos.

Absenteísmo causado por questões da empresa

Jornadas de trabalho muito longas, má liderança, insalubridade e baixa remuneração podem desmotivar o colaborador. Assim, suas falhas poderão ser mais constantes.

Para evitar esse problema, a empresa deve olhar para seus funcionários de forma mais humana. Cabe ao gestor tentar flexibilizar os horários das jornadas e motivar os colegas.

Absenteísmo causado por falta de comunicação

Quando não há uma comunicação eficaz entre os profissionais, é possível que surjam ruídos e fofocas, o que prejudica o clima da organização.

Por isso é sempre importante dar feedback aos colaboradores e valorizar o capital humano. Isso pode ser feito por meio de reuniões e demais formatos de comunicação. Ser objetivo e claro, na hora de comunicar, também é essencial.

Absenteísmo causado pelo erro de perfil

Nesse caso, o colaborador não possui o perfil desejado pela empresa. Devido a isso, não absorve os objetivos da corporação – e, consequentemente, sente-se desmotivado. Com isso, é comum que hajam mais faltas da sua parte. Para evitar questões dessa natureza, cabe à companhia investir de forma mais eficaz no seu processo de seleção.

– Complemente a leitura com: Recrutamento e seleção: melhore a sua hoje através do EAD

Invista no diálogo e boas condições de trabalho:

Toda empresa depende de seus colaboradores para funcionar de forma harmônica. Falhas humanas são normais, porém, elas devem ser evitadas e contornadas sempre que possível.

Para isso, a grande função da instituição é ter um olhar mais humano para cada um de seus funcionários. Porém, também cabe ao colaborador se esforçar e enxergar a empresa de forma positiva. Ou seja: é preciso que haja esforço de ambas as partes para que seja garantido um menor índice de absenteísmo – e, consequentemente, melhor produtividade e clima organizacional.

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias