exemplos de trade marketing

Conheça 3 exemplos de trade marketing e comece a aumentar suas vendas

Você já ouviu falar e conhece exemplos de trade marketing? Esse é um formato de planejamento que possui, como principal objetivo, adaptar todas as ações de marketing para o melhor relacionamento com o consumidor.

exemplos de trade marketing

O que é trade marketing?

De maneira resumida, o trade marketing é uma técnica focada no canal de distribuição de um serviço ou produto. Na prática, ele transforma a ambição dos clientes em estratégias comerciais efetivas.

O objetivo? Alavancar as marcas e, é claro, conquistar o mercado – aumentando as suas vendas. Por fim, faz com que as empresas tenham maior lucro e os consumidores fiquem mais satisfeitos com aquilo que adquiriram – seja um serviço ou produto. Por isso, quando bem utilizado, o trade marketing traz resultados incríveis para as empresas.

Para saber um pouco mais sobre essa importante estratégia, conhecer exemplos e aplicá-la na sua corporação, confira esse artigo com atenção.

– Se você se interessa pela área de vendas, pode complementar a leitura com o seguinte artigo: Saiba o que é cross selling e up selling e melhore suas vendas!

A importância da tecnologia nos pontos de venda (PDV) do trade marketing

Normalmente as ações de de trade marketing são utilizadas por empresas que desejam melhorar suas vendas em seus PDV. Ou seja, é o marketing feito nesse próprio canal de distribuição. Normalmente esses canais são os supermercados, distribuidoras, atacadistas, farmácias, e grandes redes de vendas. O trade marketing também é o estudo que define qual o melhor posicionamento de um produto nesses pontos de venda.

Para chegar à conclusão de qual é a melhor estratégia de trade a ser usada, as empresas passaram a investir cada vez mais na tecnologia para auxiliar nesse processo. Isso através de banco de dados, leitura de dados de vendas e de institutos de pesquisa que fazem monitoramentos e oferecem às corporações as informações sobre quem é o consumidor daquele PDV – e o que ele busca comprar naquele local.

Além disso, a tecnologia também oferece recursos que ajudam a reduzir custos, coletar demais informações, evitar excesso de estoque, analisar a concorrência e monitorar as equipes.

O que faz um profissional de trade marketing?

O profissional de trade marketing é uma pessoa que entende – e muito – sobre o marketing como um todo. Sua função é elaborar as estratégias de trade e colocá-las em prática.

A partir dos dados coletados pelas tecnologias nos PDVs, o profissional decide qual produto deve ser comercializado em cada loja. Também define qual o preço compatível com o mercado, o que será necessário para fazer a distribuição dos produtos, entre outros.

As ações de trade marketing

Para o profissional de trade marketing colocar em prática qualquer ação que envolva esse formato de estratégia, ele precisa ter conhecimento de quatro pontos cruciais. São eles:

  • Qual a área de atuação da empresa;
  • Qual o volume de vendas;
  • Quais são as principais características da região;
  • Qual é o público alvo daquela ação.

A partir de então é possível desenvolver e, por fim, colocar em prática as estratégias.

– Veja também: Conheça o SPIN Selling, uma poderosa técnica de venda, e obtenha sucesso crescente

Conhecendo alguns exemplos de trade marketing

Agora você já sabe qual é a teoria que envolve essa estratégia. Agora, é hora de conhecer a sua prática. Veja 3 dos principais exemplos de trade marketing para aplicar na sua empresa. Essas são as estratégias mais utilizadas atualmente dentro do mercado corporativo:

O tal do merchandising:

Você com certeza já ouviu essa expressão. O merchandising é toda ação de marketing feita no ponto de venda. Aqui, estão incluídos as faixas, banners, panfletos, outdoors, flyers, cartões, entre outros. Ou seja: é aquilo que tem como objetivo destacar a marca frente às outras.

O merchandising auxilia na hora de o consumidor tomar a sua decisão final. Isso porque o cliente costuma levar sempre em consideração a parte visual da empresa. Por isso, investir nesse quesito é tão importante.

Cabe do profissional de trade marketing pensar e oferecer propostas que irão fazer com que o produto ali apresentado se destaque dos demais.

Criação de demanda:

Outro dos principais objetivos dessa estratégia é atrair e criar situações de compra.

Como fazer isso? Oferecendo novos produtos, investindo em embalagens diferenciadas, entre outros. Alguns bons exemplos de trade marketing podem ser vistos quando as empresas oferecem degustação de seus produtos em importantes pontos de venda, criam programas de fidelidade para seus clientes, fazem promoções, sorteios, oferecem bônus nas compras, entre outros.

Ou seja: o objetivo dessa fase é criar soluções de compras. Encontrar consumidores que se interessem pela sua marca.

Para ter um bom resultado – e que seja mensurável – tenha um banco de dados. Assim, você poderá medir e fazer uma análise do que foi conquistado em cada uma dessas ações que são exemplos de trade marketing. Dessa maneira, também saberá o que funciona, o que não funciona, quais seus melhores PDVs, entre outros.

Capacitação, envolvimento e desenvolvimento de profissionais:

Para que os itens anteriores tenham sucesso é preciso contar com bons profissionais.

Para isso, a empresa deve treinar seus promotores. Dessa maneira, cada um deve saber desempenhar com sucesso as suas funções. Por conseguinte, é importante saber quando é hora de repor o estoque, negociar melhores espaços para os produtos da marca serem disponibilizados, entre outros. O engajamento, qualificação e desenvolvimento no treinamento de promotores de vendas é imprescindível para garantir uma boa gestão de produtos.

– Você também pode se interessar por: Melhore seus argumentos de vendas com nossas dicas

Colocando em prática o trade marketing

Assim, agora que você sabe um pouco mais sobre essa estratégia de vendas e conhece bons exemplos de trade marketing, é hora de colocar em prática todo esse estudo. Com isso, com certeza você notará um aumento nas vendas dos seus produtos, terá uma melhor relação com seus PDV e, é claro, conseguirá fidelizar seus clientes antigos – e conquistar um novo público.

CTA Consultoria

consultoria ead


Categorias