formatos de conteúdos EAD

Conheça os formatos de conteúdos EAD possíveis para seus cursos online6 min read

O ensino a distância oferece, dentre suas inúmeras vantagens, um grande leque de possibilidades nos formatos de conteúdos EAD. O objetivo final é garantir a melhor experiência de aprendizado possível. Como cada pessoa possui seu tempo e, além disso, absorve conteúdo de maneira diferente, conhecer os principais  formatos de conteúdos EAD pode ser essencial para garantir o sucesso nesse mercado.

Assim sendo, o ensino via EAD se destaca por ser extremamente personalizado de acordo com a capacidade de aprendizagem de cada um. Infográficos, imagens, vídeoaulas, textos,  entre outros, são materiais que podem e devem ser utilizados pelas instituições que querem garantir o bom desempenho dos estudantes.

Se você deseja investir nessa metodologia de ensino, saiba mais sobre esses formatos de conteúdos EAD e as vantagens e desvantagens de cada um deles. Ainda, lembre-se que, antes de qualquer ação, é importante saber quem é o seu público-alvo. Somente assim será possível acertar em cheio na produção do conteúdo. Após ter esse conhecimento, é hora de aplicá-lo no seu material.

– Veja também: Como identificar a persona do aluno ideal para cursos online

formatos de conteúdos EAD

Quais são os principais formatos de conteúdos EAD?

O ensino via EAD é algo que se atualiza de maneira constante. Isso porque de tempos em tempos surgem novas tecnologias que transformam esse tipo de ensino. Com elas, o modo do consumo do conteúdo também muda. Assim sendo, é importante estar sempre atualizado e com conhecimento o suficiente sobre as melhores plataformas, ferramentas e formatos de conteúdos EAD do momento.

Atualmente, alguns desses merecem destaque. Então, os selecionamos para você. Confira:

As inúmeras possibilidades das videoaulas

As vídeoaulas são o formato mais conhecido e, atualmente, utilizado na transmissão de conteúdo EAD. Isso acontece porque é possível oferecer videoaulas de vários formatos. Dentre eles, é possível fazer:

Webinário e/ou Transmissões ao vivo

Nesse formato de aula, o professor transmite o seu conhecimento da mesma maneira que seria de forma presencial. A diferença é que isso é feito de frente para uma câmera. Os webinários e transmissões ao vivo ganham cada vez mais adeptos. Esse formato permite que haja uma interação entre o tutor e alunos – muitas vezes via chat.

Caso seu objetivo seja o de dar a aula – ou seja, ser o tutor – é importante lembrar que nesse formato de curso EAD você é a sua própria vitrine. Ou seja: as pessoas associarão o conteúdo que está sendo passado com a sua pessoa física, mesmo que você esteja representando uma grande empresa. Por isso, é importante que haja treinamento para acertar em cheio na postura que será utilizada nesse formato.

Vantagens e desvantagens

As principais vantagens dos webinários e transmissões ao vivo é a aproximação que existe entre o aluno e os professores. Caso a transmissão seja em tempo real, essa sensação é ainda maior. Ainda, é muito comum que as pessoas absorvam melhor o conteúdo ao assistirem um vídeo do que apenas lendo o material. Por isso, as videoaulas em formato de transmissão e webinários funcionam muito bem.

Também, destacam-se as outras vantagens do ensino EAD: a possibilidade de aprender sem preocupar-se com o deslocamento, por exemplo. Já as desvantagens de fazer um webinário ou transmissão ao vivo é a possível falta de interação entre os estudantes/professores. Ainda, é importante contar com uma boa conexão de internet para garantir que o seminário seja bem aproveitado.

– Veja também: 7 ferramentas para criar vídeos que vão facilitar sua vida

Tutoriais

Os tutoriais também podem ser essenciais para ensinar um conteúdo mais didático. Aqui, podem ser utilizadas animações, fundo em chroma key ou, como o tópico anterior, com um tutor explicando. O chroma key pode ser uma opção muito importante nesse sentido, pois ele permite que sejam inseridos imagens e efeitos visuais para que o vídeo ganhe o formato desejado.

Vantagens e desvantagens

Os tutoriais, para funcionar como devem, precisam ser extremamente didáticos e de fácil entendimento. Afinal, funcionam como um manual – seja para aprender a utilizar uma máquina com tecnologia de ponta ou para questões que envolvam assuntos aparentemente mais simples, como o de uma receita culinária.

Seja como for, é importante ressaltar que o tutorial deve cumprir o objetivo de ensinar a pessoa com qualidade. Assim sendo, é fundamental contar com um professor com boa didática, que saiba a melhor maneira de compartilhar o seu conteúdo. Tutoriais com o auxílio de ferramentas de animação também podem ser interessantes para chamar a atenção e garantir o aprendizado do aluno. Resumidamente: esse é um formato que funciona extremamente bem, porém, é preciso conhecimento de ferramentas que auxiliem na montagem desse vídeo e, é claro, de um tutor preparado.

Ainda, como existem muitos formatos de tutoriais na internet, é importante investir na criatividade e oferecer um material diferente, que ainda não tenha sido explorado pelos seus concorrentes.

Aqui citamos os webinarios/transmissões ao vivo e os tutoriais. Porém, o mundo das videoaulas oferece inúmeras possibilidades. É possível criar vídeos no formato de storytelling, perguntas e respostas, animações e ilustrações, entre outros.

Formatos de conteúdos escritos e estáticos

Além das videoaulas, também é possível complementar o material de estudo com conteúdos escritos e/ou estáticos. Ou seja: é possível oferecer e-books relevantes, infográficos, e-mails, sugestões de leituras, exercícios a serem feitos para memorizar o conteúdo, entre outros. Ainda, por meio da escrita é possível sugerir a interação entre alunos e professores. Isso pode ser feito através de chats, fóruns grupos de e-mail, entre outros.

Tirando o curso do papel e colocando-o em prática

A tecnologia oferece a possibilidade da utilização de diversos formatos de conteúdos EAD. Assim sendo, cabe ao produtor do curso utilizar todas essas ferramentas ao seu favor – combinadas. Ou seja: você pode fazer uma transmissão ao vivo e, para aqueles que desejarem aprofundar mais o conhecimento, um vídeo com um tutorial específico. Ainda, pode complementar a experiência do aprendizado com um e-book e sugestões de leituras extras.

Lembre-se sempre que cada pessoa aprende de um jeito. Assim, para garantir a melhor absorção do conteúdo – e, com isso, aumentar a credibilidade dos seus cursos online, – é importante oferecer materiais de diversos formatos. Dessa forma, o ensino é mais democrático e a taxa de aproveitamento será melhor.

Quais são os seus formatos de materiais preferidos para o ensino via EAD? Deixe seu comentário!

CTA ebook cursos online

Planejamento de curso


Categorias