motivação no trabalho

Motivação no trabalho: 10 dicas imperdíveis

Manter os funcionários motivados é o sonho de toda a empresa, e isso tem sido um dos maiores desafios no mundo corporativo. Muitas vezes ficamos sem saber como mudar esse quadro e o RH é o principal aliado para manter a motivação no trabalho. Diante de uma boa gestão organizacional, o colaborador demonstra um melhor desempenho. Mas esse não é um trabalho fácil, se levado em consideração a singularidade de cada colaborador.

Mas o que é motivação? Segundo o dicionário é um impulso – emocional, biológico e social – que faz com que as pessoas ajam para atingir seus objetivos. É a energia responsável por dar início (e mantê-lo) para que as metas sejam cumpridas.

A performance de cada indivíduo está diretamente ligada a inspiração e propósito que ele enxerga nas tarefas diárias que realiza. Desta maneira é essencial estar atento às novas maneiras de incentivar e motivar a equipe para obter melhores resultados.

motivação no trabalho

Para manter seus funcionários estimulados, listamos 10 dicas de motivação no trabalho para você começar a colocar em prática:

10 dicas para motivação no trabalho

1 – Entenda o propósito

Saiba qual é o propósito pessoal dos seus funcionários, para assim uni-lo ao da empresa. Desta forma é possível mostrar que os dois andam na mesma direção.

Com os objetivos alinhados fica mais fácil demonstrar a importância de cada um dentro da estrutura organizacional, fazendo com que ele se sinta valorizado e engajado com o trabalho.

2 – Reconheça o valor de cada um

Cada pessoa possui uma habilidade específica. Reconhecê-la e elogiá-la transforma a rotina e motiva o funcionário. Saiba reconhecer o valor que cada um possui e oriente-o a melhorar cada vez mais. Assim, cada conquista é um impulso a mais para realizações com mais empenho.

3 – Fique atento às necessidades dos funcionários

Muitas vezes, os membros da equipe necessitam de ferramentas para realizar o trabalho e a ausência delas pode afetar diretamente na qualidade da entrega.

Observe e pergunte se há a necessidade de treinamentos ou equipamentos melhores para que eles sintam confiança no trabalho e saibam que podem contar com você caso seja necessário mudanças e melhorias.

4 – Tenha um tratamento humanizado

Este tópico parece desnecessário, mas não é. Esse é um dos passos mais importantes para a motivação de seus funcionários. É preciso ter em mente que cada membro tem suas particularidades e tratá-los com a importância que cada um possui é o primeiro grande passo para uma comunicação assertiva.

Respeito a hora de se comunicar é fundamental para uma maior qualidade de relacionamento.

5 – Estabeleça metas equivalentes

Tenha bom senso no momento de estabelecer objetivos – tanto para equipe como um todo quanto para cada membro – seja realista e busque sempre o crescimento individual quando forem alcançados.

Criar metas irreais acarretam a desmotivação e criação de crenças que podem vir a limitar o comportamento de seus funcionários. Então, é sempre bom elogiar os resultados alcançados e buscar entender as gratificações que mais os motivam.

É preciso deixar claro o que é esperado de cada um, desta forma evita-se ruídos na comunicação e o trabalho é exercido com mais qualidade.

6 – Esteja disponível

Imagine que exista alguma dúvida ou conflito dentro da equipe o melhor jeito de resolver é estar a par dos acontecimentos e conduzi-los da forma mais saudável e tranquila possível.

Durante um momento de crise ou dificuldade esteja ao lado da equipe e disponível para orientar e suavizar o caminho para a equipe.

7 – Capacite seus funcionários

Por mais tempo de casa que o funcionário tenha é necessário mantê-lo atualizado com treinamentos e capacitações para que ele saiba das ferramentas disponíveis no mercado e a melhor forma de utilizá-la para que os resultados sejam cada vez mais satisfatórios.

Invista, também, em desenvolvimento pessoal, para que assim ele tenha motivação dentro e fora do trabalho. Lembre-se, formar e capacitar funcionários não é o desafio mais difícil e sim mantê-los engajados em sua equipe.

Dica: Utilize uma plataforma de ensino a distância para treinar seus colaboradores. Assim você economiza tempo e dinheiro ao mesmo tempo em que investe na capacitação.

8 – Saiba a importância do feedback

Analisar o comportamento e dar retorno para seus funcionários é o principal ponto para alinhar resultado e postura profissional, assim é possível saber se o trabalho está sendo bem feito e é possível identificar quais são os pontos que precisam melhorar.

O objetivo do feedback é construir comportamentos que são vistos como bons e devem ser continuados, por isso é necessário ter atenção neste momento para que o foco não seja somente no negativo e sim formas de melhoras e comportamentos a se continuar.

9 – Incentive seus funcionários

Demonstre a importância que cada um tem dentro da empresa, lembre-os dos objetivos a serem alcançados, que cada ação afeta outras áreas e qual o valor dele nesse processo.

Esteja aberto a novas ideias e formas de realizar o trabalho para que eles sintam mais liberdade e motivação para alcançá-las. Desta forma é possível criar um senso de responsabilidade maior pelos resultados atingidos.

10 – Celebre os resultados

Quando algo dá certo ou um objetivo é alcançado elogie o funcionário e comemore com ele. Deste modo é possível saber se o que está sendo feito está no caminho certo.

Os elogios, sejam individuais ou públicos, são chave para aumentar a motivação no trabalho e consequentemente o empenho da equipe. Assim os colaboradores entendem a importância do trabalho realizado e sabem que podem contar com você sempre que necessário.

O que pode desmotivar um colaborador?

Segundo estudos realizados pelo Hay Group, consultoria de gestão de negócio, os fatores que levam a falta de motivação no trabalho podem ser variados. Mas muitas vezes os indícios não são claros. Pensando nisso, separamos alguns para que você possa ficar atento:

  • Falta de comunicação com gestores e colegas de equipe;
  • Esquivar-se de responsabilidades;
  • Não alcançar metas ou não se esforçar para alcançá-las;
  • Conflitos com outros integrantes da equipe;
  • Reclamações em excesso;
  • Diminuição na qualidade do serviço;
  • Dificuldade em aceitar mudança e feedbacks construtivos;

Conclusão

Ter uma equipe engajada pode ser mais fácil e barato do que você imagina. É necessário tempo e dedicação para isso. Por melhor que seja o funcionário, não há como manter-se motivado sem incentivo interno e externo.
Motivar uma equipe pode não parecer uma tarefa fácil, mas é menos complicado do que se imagina. Conheça bem seus funcionários e esteja atento às suas necessidades e administre-as para que os resultados sejam cada vez melhores.

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias