O que é social selling? As redes sociais como aliadas nas vendas

A utilização da internet cresce de forma exponencial e as redes sociais acompanham esse fluxo. E você já deve ter ouvido o termo que marca essa tendência nas vendas.

Mas o que é social selling?

As grandes empresas já perceberam que podem usar as redes para melhorar seu desempenho de vendas e relacionamento com os clientes. Assim surgiu o social selling – em português, a “venda social”.

Criar uma boa estratégia de vendas e, com isso, aumentar a renda da empresa, consiste em investir nas ferramentas certas. Para isso, é preciso contar com profissionais que conheçam os processos disponíveis e tenham domínio deles.

O que se sabe é que ter um bom relacionamento com os clientes e/ou fornecedores sempre foi de grande valor para esse sucesso. Agora, com as redes sociais, essa relação se torna ainda mais produtiva.

A empresa que está atualizada com o que é social selling e sabe utilizá-lo está no caminho certo.

Continue lendo e saiba o que é social selling e como começar a investir nessa tendência do mercado digital.

Leia também: Como ser um influenciador digital e conquistar sua audiência.

redes-sociais-para-vendas-social-selling

 

O que é o social selling?

De forma resumida, social selling é um método em que as empresas utilizam as diferentes redes sociais para encontrar e se conectar com leads e clientes.

Assim, a conversa com eles se torna mais pessoal, personalizada e significativa. Um bom social selling também facilita na hora de construir, manter os relacionamentos e gerar novos negócios. A consequência? Maior número de vendas.

Outro ponto positivo é que essa estratégia de vendas faz com que passem a ser evitadas as “cold calls” – a prática de ligar para clientes sem ter um contato prévio, algo que pode interferir na imagem da empresa. Afinal: é muito fácil ter antipatia por companhias que usam esse tipo de estratégia.

Porém, para utilizar cada rede social da forma correta e atingir ao público alvo, é preciso investir em uma boa estratégia de produção de conteúdo, com um plano editorial robusto. Para isso, é preciso conhecer as redes sociais e suas particularidades.

As redes sociais como aliadas de vendas

Entendido o que é social selling, agora é hora de definir como e onde investir. O passo inicial é saber em qual rede a sua empresa estará presente. Vale lembrar que cada rede possui suas particularidades:

  • Linkedin: mais importante no relacionamento B2B – ou seja entre empresas.
  • Facebook, Twitter e Instagram: mais eficazes na interação B2C – entre empresa e cliente/consumidor.

Com essas informações básicas, cabe à empresa identificar quais as melhores redes para se comunicar com seus clientes.

Além das diferenças de relacionamento, cada rede também possui tipos de postagens diferentes consideradas atraentes. Ou seja: uma postagem que funciona muito bem no Instagram nem sempre vai ter o mesmo efeito quando publicada no Twitter ou no Facebook.

Por isso é preciso ter tanta preocupação com a estratégia. Publicações aleatórias e feitas sem pensamento anterior não conquistam mais o público. Eles estão o tempo todo online e sabem diferenciar uma página com conteúdo profissional de uma amadora.

Pense bem: qual imagem você quer passar para o seu público?

Como fazer social selling?

Cada empresa possui seu nicho ideal. Apesar de não ser possível entregar uma “receita de bolo” para a produção de conteúdo – afinal, essa parte exige muito da criatividade da equipe de marketing, – é possível, sim, seguir algumas regrinhas comuns que costumam ser eficazes.

Sempre ele: o funil de vendas

Assim como nos outros métodos de vendas, as postagens também devem seguir a regra do funil de vendas. Ou seja: 80% do conteúdo deve ser de topo de funil (entretenimento) e 20% distribuído entre meio e fundo de funil (conteúdo efetivo de venda).

Quer saber mais? Leia este post do nosso blog: Funil de vendas: aprenda hoje a organizar o seu.

A abordagem adequada

Já sabendo em qual rede atuar e qual o seu público, a empresa deve ficar atenta na interação do cliente com a marca. Ele está curtindo e/ou compartilhando suas publicações no Facebook ou no Instagram? Está interagindo via Twitter ou Linkedin?

Caso a resposta para essas perguntas seja positiva – e esteja dentro da estratégia da marca – é possível investir em um contato mais direto com o cliente. Nessa hora, a abordagem é muito importante.

O discurso desse primeiro contato pode ser algo nesse formato:

“Olá, (nome do cliente)! Tudo bom? Percebi que você tem curtido bastante a nossa página, principalmente as postagens sobre XX. Posso te ajudar de alguma forma?”

Sua empresa investe em social selling?

Agora que você entendeu o que é social selling e a importância dessa estratégia para estreitar a relação com os clientes, gerar novos leads e aumentar a autoridade nas redes sociais, resta a pergunta: sua empresa já está investindo nessa ferramenta? Se ainda não estiver, não fique para trás: comece já!

CTA Academia 1

academia eadbox

Que tal criar conteúdos ao vivo para o seu público? Com a Eadbox você tem uma plataforma pronta para fazer seus webinars e divulgar seus produtos e serviços. Fala com um de nossos consultores e conheça sobre a nossa plataforma.


Categorias