planejamento tributário

Saiba como fazer o planejamento tributário da sua empresa de cursos online!5 min read

Você sabe como fazer o planejamento tributário da sua empresa? Essa é uma ação que pode ser resumida como a organização dos tributos de uma empresa da maneira mais barata possível.

Independente do tamanho da sua empresa e área de atuação, é importante que ela esteja legal de acordo com as normas do país. Assim sendo, seja você um pequeno empreendedor, profissional que trabalha via MEI ou gestor de uma empresa de cursos online, saber como fazer o planejamento tributário pode livrá-lo de futuras dores de cabeça. Isso porque a ação de se planejar com essas contas é a melhor forma de onerar menos as empresas. Entenda como!

– Veja também: Inscrição Estadual: o que é e como consultar

planejamento tributário

Qual o objetivo do planejamento tributário?

De forma rápida e direta, seu objetivo consiste em diminuir as despesas da empresa. Assim, o planejamento tributário funciona ao reduzir o número de tributos pagos e os valores que incidem sobre o negócio. A isso, dá-se nome de elisão fiscal.

É sabido que para oferecer um serviço ou produto competitivo no mercado é essencial garantir um bom preço de venda. Nesse cenário, um dos fatores que podem atrapalhar o dono de uma empresa são os altos impostos cobrados. Assim, ao fazer o planejamento tributário é possível aliviar um pouco dessa carga para a empresa.

Dessa forma, é possível compreender que, ao investir em um bom planejamento tributário, as empresas passam a administrar melhor suas finanças e tributos. Consequentemente, passam a lucrar mais. Ainda, ao fazer esse planejamento, você poderá evitar o gasto com pagamentos desnecessários. Se estiver atento a essas situações, poderá economizar gastos.

– Confira: Controle financeiro de cursos: a prática fundamental para a saúde financeira do seu negócio de cursos online

Como fazer o planejamento tributário da sua empresa?

Para diminuir a quantidade de tributos pagos por uma empresa, mantê-la saudável e atuante no mercado, é importante saber como fazer o planejamento tributário. Assim sendo, confira algumas dicas para colocar em prática:

1. Consulte uma equipe de confiança e qualificada

Mexer com esse tipo de documentação é algo que exige conhecimentos multidisciplinares e específicos. Assim sendo, é importante contratar ou conversar com profissionais que entendam profundamente sobre esse assunto. Advogados tributaristas e contadores podem ser de grande auxílio para o gestor da empresa. É preciso contar com pessoas que entendam de negócio e da operação de compra e venda na empresa.

Após essa consulta, você poderá montar um cronograma com cada ação a ser seguida. Assim, conseguirá trilhar um melhor caminho para acertar o seu planejamento.

Você também pode conversar sobre seu projeto com nossos especialistas em EAD, cursos livres e e-learning clicando abaixo.

CTA Consultoria

consultoria ead

2. Faça a base de cálculos da sua empresa

Agora é hora de reunir as informações referentes às bases de cálculo da sua empresa. Alguns exemplos de dados que devem ser utilizados são:

  • O faturamento da instituição, que reúne a receita total, distribuição geográfica da receita e local da prestação dos serviços;
  • As compras feitas pela empresa. Detalhe: elas devem ser segmentadas de acordo com as compras feitas dentro do próprio estado, interestaduais ou importadas;
  • Serviços que a empresa contrata em seu dia a dia;
  • Despesas, custos e gastos operacionais;
  • Margens de lucro por atividade econômica;
  • Despesas gastas com toda a folha de pagamento da instituição;
  • Investimentos que possam ser feitos – e a fonte de recursos de cada um deles;
  • Quadro Societário da instituição.

Todos esses fatores influenciam na quantidade de tributos pagos pelo seu negócio. Por isso, por mais que pareçam extensos, é essencial tê-los detalhados e organizados. Assim, caso seja necessário consultar essas informações, elas estarão prontas para serem acessadas.  

3. Analise o cenário atual da empresa e faça previsões e simulações

Com todas as informações em mãos, é hora de fazer as análises desses dados e simular possíveis cenários para o seu negócio. Um exemplo fácil de ser entendido, mas que deve ser estudado, por exemplo, é mudar o fornecedor. Essa situação merece atenção pois, ao escolher um fornecedor de outro estado, por exemplo, é possível que sejam aumentados os valores de frete e, com isso, os tributos da sua empresa. Esse é apenas um pequeno fator usado para mostrar como atos que parecem pequenos podem resultar em grandes mudanças no final do planejamento tributário.

4. Reduza os valores a serem recolhidos

Após toda a análise criteriosa de cada imposto a ser pago, é hora de planejar as medidas para reduzir os gastos e taxas. Por exemplo, você pode diminuir a contribuição para o Seguro de Acidentes de Trabalho (SAT) e, com isso, também será reduzido o Fator Acidentário de Prevenção (FAP). Isso acontece porque essas taxas estão relacionadas. A sua instituição também pode aproveitar e conhecer políticas de incentivo que possibilitem a redução das alíquotas.

Ainda, há ações que permitem que você postergue o pagamento dos tributos sem a incidência de multas. Essa técnica pode ajudar quando você estiver com pouco capital de giro naquele momento. Assim, pode garantir mais uns dias para ter fôlego.

Colocando em prática o planejamento tributário

Qualquer empreendedor que tenha o objetivo de alcançar melhores resultados de maneira segura e legal precisa se dedicar para essa fase do planejamento empresarial. Fazer o planejamento tributário de uma empresa tem se tornado uma área específica dentro das instituições. Assim como o marketing conquistou seu espaço estratégico nas companhias, a parte de planejamento tributário também tem se tornado fundamental para garantir a manutenção saudável de uma empresa.

E então, você já está pronto para fazer o planejamento tributário da sua empresa de cursos online? Terminou de ler o artigo, mas ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Planejamento de cursos online

Planejamento de curso


Categorias