sistema de gestão por competência

Sistema de gestão por competência: o que é e como implementar

Pode ser uma das primeiras vezes que você escuta falar sobre sistema de gestão por competência, porém este sistema está sendo empregado a muito tempo nas organizações. Mas afinal de contas, o que é e como implementar isso hoje mesmo no seu local de trabalho?

Continue a leitura e tenha essas e outras dúvidas respondidas agora mesmo!

Pode ser do seu interesse – Veja como melhorar a comunicação interna em sua empresa com nossas dicas

sistema de gestão por competência

O que é gestão por competência?

Você certamente já escutou falar que as pessoas devem ser tratadas conforme o tratamento que dão. Bom, a gestão por competência também funciona assim.

Neste sistema o profissional de RH, por meio de padrões mensuráveis, observa as competências de funcionários para determinadas funções. Por competência, também é possível ler aptidão e habilidades.

Esta gestão permite que sejam detectáveis quais as habilidades os funcionários possuem e são extremamentes fundamentais e se sobrepõem a outras quanto ao crescimento da organização.
Qual a importância da Gestão por competência?
A partir do sistema de gestão por competência é possível analisar os pontos fortes e fracos da organização, assim como de seus funcionários. E dizer quais profissionais estão mais aptos para realizar determinadas funções com excelência, ou seja, trazendo o maior lucro possível para a empresa.

Outros benefícios são:

  • Motivação;
  • Produtividade;
  • Adequação de funcionários a cargos;
  • Análise de pontos a serem melhorados;
  • Clientes mais satisfeitos.

Como implementar um sistema de gestão por competência?
Para saber como implementar este sistema na sua empresa é necessário, primeiro, que se entenda como seu ciclo funciona.

Resumindo facilmente, podemos separar este sistema em 4 etapas:

Primeira etapa: Mapeamento

Mapeamento é a tarefa de identificar todas as competências que a organização precisa ter para conseguir se manter estável ou alavancar-se no mercado. Outro aspecto a ser estudado as capacidades necessárias para cada cargo.

Leia mais – Implemente o mapeamento por competências em sua empresa com nossas dicas

Segunda etapa: Avaliação

Nesta etapa são colocados lado a lado, o perfil do funcionário e as capacidades necessárias para o cargo. E então ocorre a avaliação comparativa, em que o funcionário é avaliado segundo suas capacidades para a função.

Terceira etapa: Desenvolvimento

Desenvolvimento é visto como uma segunda chance para o funcionário permanecer na sua função. Isso ocorre quando o colaborador não possui as qualidades necessárias para seu cargo.

Neste momento é ofertado a possibilidade de aprimoramento, assim o colaborador permanece na sua função, ou é direcionado para uma função compatível com suas competências.

Quarta etapa: monitoramento

Depois das mudanças necessárias realizadas, é o momento de monitorá-las para saber se surtiram efeito e alcançaram os resultados esperados. E então se reinicia o ciclo.

Agora que você já sabe como o ciclo funciona, para implementá-lo basta aplicar estas etapas na sua empresa.

Leia também – Acompanhe a eficiência através dos indicadores de treinamento e desenvolvimento

Como podemos analisar o sistema de gestão por competência agrega e muito nos avanços de uma empresa. Se você ainda não implementou na sua organização não perca mais tempo!

CTA Planejamento de cursos online

Planejamento de curso


Categorias