como escalar negócios

Entenda o que é preciso para saber como escalar negócios e cresça em ritmo acelerado!

Todo gestor deseja que a sua empresa cresça no mercado, certo? Para isso, saber como escalar negócios pode ser de grande auxílio. Isso porque não existe uma receita concreta para o sucesso. Porém, é possível, sim, seguir alguns passos que podem ajudar a ter sucesso nessa longa empreitada. Não ter pressa é o primeiro passo.

Se você deseja saber melhor sobre como escalar negócios de maneira saudável, confira esse artigo até o final e aprenda mais sobre esse assunto. Dar o passo maior do que a perna pode, muitas vezes, resultar em grandes estragos e prejuízos para a empresa.

Até mesmo para crescer, a empresa deve ter cuidado e saber como escalar negócios. É preciso fazer isso de maneira calculada e pronta para lidar com uma possível maior demanda e, com isso, maior pressão do público, por exemplo.

– Veja também: Encontre oportunidades de negócios para empreender com nossas dicas

como escalar negócios

Como escalar negócios?

Existem dois grandes motivos que fazem com que uma empresa falhe no mercado atual: a falta de adaptação ao novo formato de consumo ou empresas que crescem de maneira acelerada acima de sua capacidade. Por isso, essas são duas questões que devem ser levadas em consideração na hora de saber como escalar negócios.

Para não estar no nicho de empresas que abrem, mas falham, é preciso tomar cuidado para não dar um passo a mais ou se apressar. A corporação deve crescer quando estiver pronta para isso. Assim sendo, é preciso ter atenção com a contratação desenfreada de novos  colaboradores ou gastos excessivos com a aquisição de clientes sem possuir um produto/serviço que já esteja pronto para ser comercializado.

Além disso, para escalar negócio é preciso que todas as equipes da empresa consigam atender às demandas. Assim sendo, não adianta que a equipe de vendas prometa que serão entregues 1000 produtos em 1 semana se a sua empresa não possui essa capacidade de produção. Por isso, vale ressaltar: TODOS os setores devem estar alinhados. Somente assim uma empresa escalará com sucesso.

Um pequeno exemplo: a empresa vai contratar mais 10 funcionários para aumentar a equipe de atendimento. Isso significa que serão necessários mais 10 mesas e 10 computadores – fora o espaço físico. E é claro, o salário e benefícios de mais 10 colaboradores. Isso tudo deve ser levado em consideração antes de ser tomada qualquer decisão.

A escalabilidade do negócio: fazer mais com menos

Para ter sucesso nessa jornada é preciso fazer mais com menos. Ou seja: otimizar a sua produção. Tanto a parte de maquinário quanto a parte que envolve o trabalho humano. Assim, é reduzida a utilização de recursos ao mesmo tempo em que se conquista ganhos adicionais. Como? Com bons equipamentos, equipes bem treinadas e alinhadas com os objetivos da empresa. Para fazer isso tudo, é preciso saber: onde investir e quanto investir.

Se você deseja aumentar a sua receita e expandir a sua empresa sem aumentar os gastos na mesma proporção, – ou seja, aplicar a escalabilidade – ainda existem outras informações que você precisa saber. Para isso, separamos alguns passos que podem ajudar na empreitada da escalabilidade. Confira:

1. Qual o seu objetivo?

Defina de maneira clara e concreta as suas metas. Para isso, você precisa conhecer profundamente e sua empresa e definir qual é o seu objetivo de escalabilidade:

  • Em quanto tempo deseja atingir essa meta?
  • Quanto pode investir para alcançar esse objetivo?
  • Quanto as suas suas equipes devem produzir para alcançar esse objetivo? Como fazer com que elas produzam esse número X?

Para chegar a esses números, analise seus resultados dos últimos meses e use-os como parâmetro. Assim, poderá ver de maneira clara quais setores estão produzindo de maneira mais efetiva, por exemplo. Então, defina o que pretende alcançar a partir de agora.

Para isso: planeje-se e organize-se. Aproveite as ferramentas que a internet lhe oferece para ter uma boa organização e métodos de trabalho organizados. Tenha esses dados documentados e digitalizados. Assim, você pode atualizá-los e acessá-los sempre que necessário. Essa ação também faz com que fique mais fácil a visualização do que ainda precisa ser feito.

Um aplicativo que pode auxiliar nessa tarefa de organização diária é o Keep, do Google. Confira: Veja como usar o Keep do Google para melhorar sua organização

2. Quem é o seu cliente?

Para crescer, você precisa saber se haverá demanda de consumo. Para isso, tenha muito claro que é necessário saber – e, mais do que isso, conhecer profundamente, – o seu cliente. Como fazer isso? Criando a persona ideal do seu negócio.

Definir a persona é mais do que saber de maneira ampla quem é o seu público-alvo. A persona auxilia a mostrar exatamente para quem você deve construir conteúdo e, assim, aumentar as chances de engajar sua audiência e atrair clientes.

Para saber mais sobre isso, sugerimos a seguinte leitura: Aprenda o que são personas e como criar as suas

3. Qual o seu diferencial?

É preciso se destacar no mercado, certo? Para isso, você deve saber qual o seu diferencial. Isso é o que fará o mercado escolher você ao invés da concorrência. Para definir seus diferenciais, faça as seguintes pesquisas:

  • Analise, pesquise e conheça o seu mercado de atuação;
  • Conheça seus concorrentes – os pontos fortes e os pontos fracos de cada um;
  • Saiba quais são as necessidades, desejos e dificuldades do seu público. O que você vai oferecer a eles que as outras marcas ainda não fazem? Um preço melhor? Um atendimento mais personalizado? Um produto/serviço de maior qualidade?

4. Use a internet a seu favor para divulgar sua empresa e conquistar parcerias importantes

Invista em um bom site, blog e gestão de redes sociais. É por esses canais que o mercado e os clientes saberão sobre a sua empresa. Assim, você terá canais para conquistar um novo público e fazer parcerias interessantes para ambos os lados. Além disso, as redes sociais são gratuitas e de alcance para todos. Isso tem um lado bom e um lado que requer atenção:

  • O lado bom é que suas informações chegarão ao grande público sem você precisar investir de maneira financeira pesada;
  • O lado ruim é que, caso as suas redes e site tenham aspecto amador, não irão transmitir confiança. Por isso é importante dar o devido valor à internet e suas milhares de ferramentas.

– Veja também: Conheça os diferentes estilos de postagens e utilize-os da melhor forma para gerar engajamento

Analisando os resultados do crescimento acelerado

Agora que você já sabe como escalar negócios de maneira saudável, está pronto para investir nessas ações? Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato conosco!

CTA Consultoria

consultoria ead


Categorias