crescimento-ead-no-brasil

Crescimento EAD no Brasil: mercado e o futuro da modalidade6 min read

As oportunidades de crescimento EAD no Brasil e no mundo não param. Para se dar bem nesse cenário, é preciso oferecer um bom produto/serviço, saber explorar o mercado e conquistar a clientela. Porém, mais do que isso, é necessário saber reconhecer e aproveitar as oportunidades que surgem.

Por isso, se você é adepto desse mercado ou deseja aproveitar melhor as oportunidades do mercado EAD no Brasil, fique atento às tendências. É preciso saber se destacar no meio de tantas empresas que surgem a cada momento.

E, mais do que isso: valorizar o relacionamento com clientes e fornecedores e saber como fidelizá-los.

Se você está em busca de saber um pouco mais sobre o crescimento EAD no Brasil e as oportunidades do mercado, leia esse artigo até o final. Se, ao fim, você ainda estiver com dúvidas sobre o assunto, entre em contato conosco!

Leia também: Entenda a evolução da EAD e seus avanços até hoje.

mercado-ead-no-brasil

Crescimento EAD no Brasil

O EAD se tornou essencial para pessoas que desejam aprender, mas que não tem tempo ou dinheiro disponível para fazer cursos presenciais.

No Brasil, esse é um mercado que passa por um crescimento exponencial. Aqui, o mercado EAD cresce com uma média de 21,5% ao ano. Porém, para aproveitar esse crescimento, cabe à empresa saber em quais setores investir.

Por isso, selecionamos as principais oportunidades no mercado EAD no Brasil. Confira:

Mercado EAD no Brasil: as modalidades principais

Cursos preparatórios

Aqui, destacam-se os cursos específicos para vagas de concursos. Entre eles, estão a busca por:

  • um emprego em concurso público;
  • preparação para a prova da OAB;
  • preparação para vestibulares;
  • preparação ENEM, entre outros.

De maneira resumida, os cursos preparatórios são voltados aos alunos que precisam fazer uma prova para adentrar naquela instituição/emprego ou para garantir uma certificação.

Cursos livres

Esse tipo de curso é um dos responsáveis pelo crescimento EAD no Brasil. Isso porque não dependem da aprovação de algum órgão regulamentador – como o Ministério da Educação (MEC) ou aprovação do governo.

Os cursos livres abrangem uma enorme variedade de assuntos que podem ser explorados. Sabendo trabalhar bem com os cursos livres, é possível alcançar um nicho ou micro-nicho e se diferenciar no mercado.

Alguns cursos que podem ser considerados “cursos livres” são:

  • cursos de culinária;
  • reforço escolar;
  • informática;
  • artesanato;
  • treinamentos variados;
  • música;
  • artes, entre outros.

Esse é um mercado que pode ser muito explorado e pode ser uma das grandes oportunidades no mercado de EAD no Brasil.

Sua desvantagem é não possuir/oferecer certificação regulamentada. Porém, o lado positivo é que pessoas que normalmente optam por esses cursos realmente são apaixonadas pelo assunto. Por isso, oferecem muita dedicação e vontade de aprender.

Cursos ou treinamentos corporativos

As empresas passaram a investir – e muito – nos treinamentos para os seus gestores e colaboradores. Isso porque esse investimento faz com que haja uma melhora na produtividade e engajamento de toda a equipe. Porém, para ter sucesso nessa empreitada, é preciso aplicar bons treinamentos.

O objetivo desses treinamentos é qualificar profissionais para exercerem uma função específica, seja dentro ou fora da empresa.

Ao serem aplicados, é esperado que haja uma melhora na cultura da qualidade da produção e realização de serviços, assim como bons resultados no atendimento ao público. Essa também é uma mina de ouro nas oportunidades crescimento EAD no Brasil.

É possível oferecer treinamentos via EAD para empresas de todos os tamanhos e áreas.

Para saber mais sobre esse formato de cursos, sugerimos a leitura de um artigo para a complementação de informações: Treinamento a distância nas empresas: conheça as vantagens do EAD.

Cursos universitários

Nessa categoria, como o próprio nome já diz, cabem os cursos de nível superior. Tanto de graduação quanto de pós-graduação. Esses cursos demandam a permissão e supervisão do MEC para serem regulamentados.

Assim sendo, exigem certas características para funcionarem com eficácia. Entre essas características, são avaliadas:

  • a qualidade e número de aulas oferecidas;
  • carga horária;
  • provas, entre outros.

Cursos profissionalizantes

Outro setor que impulsionou o crescimento EAD no Brasil foram os cursos profissionalizantes.

Aqui entram os treinamentos que são direcionados para a formação de profissionais para o mercado de trabalho. Assim como os cursos livres, não exigem pré-requisitos governamentais. Também abrangem todas as áreas de formação possíveis.

Todavia, o aluno que se interessar por fazer um curso profissionalizante deve ser informado que esse treinamento não é avaliado pelo MEC.

Normalmente, quem opta por esse tipo de curso é quem deseja se qualificar, de maneira independente, na profissão. Autônomos constituem grande parte desse público, bem como pessoas que desejam aprofundar e melhorar o conhecimento.

Assim como nos cursos livres, o lema aqui é o aprendizado pelo aprendizado. Porém, para uma instituição ter sucesso nesse formato de curso, deve investir muito na qualidade das aulas oferecidas. Isso porque precisa apresentar um diferencial frente ao mercado.

Cursos técnicos

São parecidos com os cursos profissionalizantes, pois também têm o objetivo de qualificar e preparar profissionais para o mercado. Porém, a grande diferença entre eles é o que os cursos técnicos precisam cumprir as normas impostas pelo MEC.

Em 2017, o MEC atualizou a regulamentação de EAD, o que ampliou a ofertas de cursos e abriu mais oportunidades de crescimento EAD no Brasil.

Leia mais: Universidade e-learning, entenda o futuro da educação.

Formato dos cursos EAD

Os cursos EAD permitem vários formatos de aprendizado, um dos grandes fatores do crescimento EAD no Brasil. Eles podem ser feitos inteiramente a distância ou serem híbridos.

No primeiro, todo o conteúdo é passado via ambiente online. Cabe à instituição definir como serão apresentados os ensinamentos – se uma turma terá aula ao mesmo tempo ou se será um aprendizado individual, em que o aluno pode ver/fazer as aulas quando preferir.

No método híbrido, existem partes do curso que são feitas via online e outras de maneira presencial. Esse é um formato que está sendo cada vez mais utilizado pelas empresas para treinamentos corporativos. Isso porque aproveita o melhor dos dois mundos:

  • Via EAD: otimiza o tempo, economiza com gastos de deslocamento e estrutura física;
  • Via presencial: aproveita a interação entre os colaboradores, melhorando o relacionamento entre todos.

Futuro EAD no Brasil

Agora que você tem um maior conhecimento sobre o crescimento do EAD no Brasil, as várias oportunidades no mercado de EADbtasileiro, fica mais fácil de saber por onde começar o seu investimento ou sua qualificação, certo?

Aproveite e compartilhe conosco a sua opinião sobre esse tipo de formação. Já fez algum curso EAD? O que acha do ensino feito a distância?

CTA Academia 1

academia eadbox

 


Categorias