como-acertar-estrategia-precificacao-curso-online

Curso online: como fazer uma estratégia de precificação de sucesso

Definir o preço do seu curso online deve ser uma parte essencial do seu projeto, mas como fazer isso? Até mesmo as grandes empresas possuem dificuldades para traçar uma estratégia de precificação eficaz. Saber quanto o seu produto vale e como ele é absorvido pelo mercado é essencial para o seu sucesso.

Preços muito elevados podem afastar o possíveis consumidores, enquanto preços baixos podem ser prejudiciais para a saúde financeira do seu negócio. Por isso, na maioria das vezes as empresas fazem a precificação de acordo com a concorrência. Mas nem sempre esse é o melhor caminho. Neste texto você confere como definir o preço de curso online.

 

As principais formas de precificação do seu curso online

Na precificação baseada na concorrência, busque qual é a média de valor que outros cursos de ensino à distância cobram. Fique atento para eles tenham o mesmo nível de conteúdo e produção que o seu vai ter. Se espelhar em um produto que tenha muito mais produção que o seu, poderá deixar o seu produto caro para o consumidor final, e o inverso também deve ser levado em conta, pois a sua produção vai ter um custo muito alto e você terá que vender muito mais para cobrir o investimento.

Também temos a precificação baseada na demanda. Aqui você vai definir os preços de acordo com o que o cliente esteja disposto a pagar. Neste caso o seu público é necessariamente premium e se importa com a experiência que lhe é transmitida. Seja a qualidade incrível do produto, a confiabilidade que você transmite e até mesmo o atendimento e assistência na compra.

A precificação baseada em custos consiste no levantamento do quanto é necessário para produzir seu conteúdo acrescido de uma porcentagem. Vale lembrar que os custos a serem levados em conta são os diretos, indiretos, fixos e variáveis. No caso da vídeo aula, você precisa colocar mais uma variável, que é a quantidade de vendas mínima.

Por exemplo: se deseja que seu curso online tenha 50% de lucro, você precisa saber qual é o mínimo de precisa vender para estabelecer a porcentagem, digamos que seja 30.

Sendo assim: se o custo final para produzir seu curso foi R$1.000,00 + 50% de lucro = R$1.500,00. Este valor você divide pela quantidade mínima de venda, que no exemplo é 30. Então, de acordo com esta teoria, o valor do seu curso é de R$1.500,00 / 30 = R$50,00.

 

Como definir o custo do meu curso online?

Medir quanto custa o seu conhecimento não é tarefa fácil, mas existem certos aspectos a serem levados em conta para fazer o levantamento de custos de itens e tempo necessário para desenvolver o seu curso online. Mas não se preocupe, vamos dar o caminho das pedras aqui em baixo.

Para gravar uma videoaula você precisa de equipamentos de captura de áudio e vídeo. Quem está começando não precisa se preocupar em adquirir aparelhos caros. Câmeras de celular já conseguem dar conta do recado, por exemplo. O cenário você também pode improvisar no começo, bem como a iluminação do ambiente. O único item que você deve se preocupar logo no começo é com a edição do material. As edições de vídeos necessitam de computadores que tenham uma grande capacidade de processamento. Talvez o computador que você utiliza no dia a dia não seja o suficiente.

Saiba mais: como produzir vídeo aulas gastando pouco.

Além do valor dos equipamentos você precisa saber quanto vale a sua hora de trabalho. Afinal de contas, você precisa fazer o tempo investido no dia a dia valer a pena no final do mês. Leve em consideração o tempo investido no planejamento da sua vídeo aula, pois aqui está o diferencial do seu curso online.

Traçar as estratégias para atrair o seu público e convertê-lo em vendas e desenvolver a precificação não pode ser esquecido. Para vender o seu curso você precisa fazer com que o público saiba quem você é, ou seja, também é necessário colocar na ponta do lápis quanto tempo você vai investir para produzir conteúdos para atrair o seu cliente para o seu site. O tempo necessário para editar também deve ser levado em consideração. Se não sabe editar, considere o tempo de aprendizado.

Veja também: segredos de um planejamento eficiente.

Aqui vale uma dica importante. Dependendo do valor por hora que você vai estipular, vai perceber que o tempo investido na edição e no marketing de conteúdo podem ser terceirizados. Lembre-se que o seu forte é a produção de conteúdo, gastar muito tempo em atividades secundárias só vai tirar o seu foco.

Considere investimentos em Facebook Ads e Google AdWords e outras ferramentas importantes para gerar a conversão do seu prospect. Conforme o seu crescimento, você vai precisar adquirir uma ferramenta de e-mail marketing profissional. Por último, mas não menos importante, você precisa de uma plataforma para hospedar o seu curso online. A EadBox possui uma plataforma ead completa para trazer ao seu aluno a melhor experiência. E para os produtores de conteúdo, um painel administrativo completo.

 

Preço não é diferencial

Em seu curso online você transmite conhecimento, ou seja, é um produto que não tem como medir o valor investido. Seu aluno está buscando um conteúdo especial, um conhecimento que só você possui, por isso o valor não é importante. Se o seu cliente vai comprar o seu conteúdo, é porque ele não encontrou de maneira gratuita em nenhum lugar. Determinados tipos de cliente não enxergam o preço como fator central de uma compra.

Vale lembrar que preço não é diferencial em nenhum tipo de mercado. Se você aposta no slogan “o curso online mais barato do Brasil”, por exemplo, você pode ter problemas. Imagine que ao perceber o seu sucesso de vendas por conta do valor, todos os seus concorrentes abaixem o preço das suas vídeo aulas. Percebeu o problema? O seu curso online precisa se destacar por outras maneiras para não depender da boa vontade dos seus concorrentes.

Como você definiu o preço do seu curso online? Compartilhe a sua experiência na caixa de comentários abaixo.

CTA Demonstração 1

Banner_Demonstração_Eadbox_2

Categorias