EAD no Brasil

EAD no Brasil: confira o crescimento deste mercado

Com a popularização da internet banda larga, o EAD no Brasil vem crescendo cada vez mais. Segundo pesquisa realizada Sagah em parceria com a Educa Insighs, a fatia de mercado já representa 26%. O estudo ainda prevê que o marketshare em 2023 será de 51%, superando o ensino presencial na graduação.

Com a crise econômica, o EAD no Brasil é uma saída mais barata para os brasileiros que querem aprofundar seu conhecimento. Outro fator favorável são os seguidos cortes do Governo Federal nos incentivos na educação superior. A pesquisa capta um recorte interessante na região de Ipojuca (PE). Neste município, 36 mil jovens possuem o ensino médio completo, mas 64% possuem um limite de mensal de investimento de R$500 para investir no ensino superior.

Como a produção de conteúdo para aula virtual possui um custo fixo e pode ser replicado facilmente, o valor do ticket médio é substancialmente mais baixo do que os custos de aula presencial.

Mas não é apenas para na graduação que o ensino a distância vem ganhando espaço. Os chamados “cursos livres” está crescendo neste universo de democratização do conhecimento nas mais diversas áreas. E você? Que tal fazer parte desta curva de crescimento, compartilhar o seu conhecimento ainda conquistar uma renda extra?

 

Eu posso produzir cursos online e aproveitar o mercado de EAD no Brasil?

Praticamente todas as pessoas que observam o crescimento do mercado fazem esta pergunta e a resposta é “sim”. Por mais que o mundo do EAD no Brasil esteja em crescimento, ainda existe espaço para todos que querem produzir conteúdo. Também não é necessário ser professor ou mestre para começar a compartilhar o seu conhecimento. Basta gostar ou ser especialista em um tema específico, a partir daí é ter foco e começar o seu projeto. O investimento inicial é relativamente baixo e o retorno pode trazer frutos além das vendas da sua vídeo aula ou curso online.

Para produzir uma vídeo aula você pode começar com um estúdio caseiro, utilizando o material que você já possui. Para realizar a captação você pode começar utilizando o seu celular, atualmente, todos os smartphones do mercado gravam em HD. A iluminação do ambiente de gravação também pode ser feita com focos de luz sendo rebatidos para o teto. O único problema fica por conta da captação de áudio, pois a do celular não fica com uma qualidade profissional, mas isso você pode solucionar com o tempo. Claro, quanto mais equipamento você tiver, melhor será a qualidade técnica, mas o que importa aqui é o conteúdo.

O público que acessa materiais de cursos livres de ensino a distância no Brasil preza pela qualidade de conteúdo.

Quanto mais completa for sua didática, mais os alunos vão recomendar para os amigos com este interesse em comum. Vale lembrar que todo este público está na internet, ou seja, certamente já procuraram conteúdo sobre o seu tema. O que você precisa fazer é entregar algo que solucione os problemas dos seus alunos no dia a dia. Mas para isso você precisa conhecer quem é o seu aluno.

 

Como descobrir meu público?

Saber com quem você está falando é o primeiro passo para obter sucesso em sua vídeo aula. Além de ser fundamental para as vendas, isso também pode ajudar no seu desempenho como professor. Uma dica importante aqui é não cometer o erro de generalizar o seu público alvo. Digamos que sua vídeo aula seja destinada para pessoas que querem aprender a tocar violão. É correto afirmar que todas as pessoas que gostam de música vão aproveitar sua aula? Bem provável que não, não é mesmo? Também fique atento com o grau de conhecimento do seu aluno, pois se a sua aula for destinada para iniciante, quem quer aprender a tocar blues ou a compor solos no violão não vai se interessar por sua aula, por mais que esteja interessada em aprender mais sobre o instrumento.

Saiba mais: como definir seu público alvo

Além dos interesses do seu público alvo, é interessante descobrir quais são os seus hábitos. Por exemplo, uma pessoa solteira, ao menos em teoria, possui mais tempo livre para se dedicar aos estudos. Enquanto uma pessoa casada precisa dar atenção para a sua família, encurtando o tempo que será destinado ao aprendizado. Se você souber quanto tempo cada um deles possui livre em sua agenda, você consegue balizar a quantidade de tempo de duração de suas aulas, tornando a experiência do seu aluno ainda mais agradável.

Por fim, mas não menos importante, o seu público alvo possui objetivos e metas bem claras a serem cumpridas. Por exemplo, quem quer aprender a tocar violão quer montar uma banda, está descobrindo um novo hobby ou simplesmente quer impressionar alguém. Saber quais são as motivações, problemas e objetivos dos seus alunos é fundamental. A criação de personas é essencial para isso, pois é uma representação visual do seu público alvo.

Saiba mais: como criar a persona do seu aluno ideal

 

Como vender meu curso online nesse mercado de crescimento do EAD no Brasil

A maneira mais eficaz para vender seus cursos online é através do marketing de conteúdo. Com ele você atrai o seu público para o seu site, gerando um relacionamento. Dependendo do nicho, você pode até se tornar uma referência em sua área de atuação, atraindo ainda mais alunos. O marketing de conteúdo consiste em produzir conteúdo que tenha ligação com o seu tema. O intuito é atrair interessados pelo tema, despertar o interesse e a necessidade do prospect saber mais sobre o assunto.

Saiba mais: como fazer um plano de marketing para curso online

Outro segredo é aceitar diferentes tipos de pagamento e até mesmo parcelamento para os seus cursos online. A plataforma EadBox proporciona isso para você além de outras ferramentas para alavancar suas vendas. Gere cupons de desconto para seus alunos e tenha o controle das suas vendas em um painel administrativo completamente intuitivo. Clique no link abaixo e ganhe 15 dias grátis para testar esta plataforma que será o seu braço direitos nas vendas.

CTA Trial

Banner_Testar-Grátis-Eadbox

Categorias