Plano de Marketing para Cursos Online

Plano de marketing: Como criar para meus cursos online

Um plano de marketing voltado para cursos ead é como se fosse um mapa da mina. Sem um bom mapa você não vai conseguir alcançar o grande prêmio, que é um curso online de sucesso. Quando bem utilizado, um plano de marketing se torna uma ferramenta de crescimento, ao invés de um mero apoio. Confira neste texto como fazer um plano de marketing para cursos online.

 

O que é um plano de marketing?

Pode parecer meio óbvio, mas ter a resposta para este questionamento é extremamente necessária para não se perder no conceito. Um plano de marketing é um conjunto de ações que visam alcançar determinado objetivo. Este objetivo pode ser desde aumentar as suas vendas até fidelizar o seu cliente. Ter um bom plano de marketing é a certeza de manter você competitivo no mercado.

Antes de desenvolver o plano de marketing do seu curso online é importante saber o mercado que você está inserido. Realizar pesquisas benchmarking para compreender qual é o seu posicionamento perante as outras empresas é de extrema importância.

Com esta compreensão você pode fazer com que as suas ações balizem o seu crescimento. Vale lembrar que independente do objetivo principal, as ações de marketing devem convergir para que você aumente o seu marketshare. Ou seja, toda ação deve levar você a ter uma participação maior no mercado de ensino a distância.

 

As melhores estratégias para seu plano de marketing

Embora não seja como uma receita de bolo, algo pronto para ser seguido, podemos observar algumas coisas. Em cursos online os alunos estão, obviamente, na internet. Ou seja, utilizar recursos para investir em meios tradicionais off line, como rádio e televisão, não faz sentido. Como consequência, o marketing digital é o plano mais eficaz, utilizando-se do marketing de conteúdo.

O marketing de conteúdo vai levar as pessoas até você e fazer com que elas saibam quem você é. Basicamente, você vai produzir conteúdos relacionados à temática das suas vídeo aulas ou cursos online para atrair interessados. Estas publicações devem ser relevantes e gerar o interesse e a curiosidade dos seus possíveis clientes, os prospects ou leads.

Se trabalhar num cronograma inteligente, com uma boa frequência, você vai ter um fluxo de visitantes cativos em seu site. Quanto mais os seus prospects acessarem o seu conteúdo, mais propensos eles estão para efetuar a compra.

Quando você for construir o planejamento, a primeira coisa que você precisa fazer é traçar as metas e objetivos. Com isso bem desenhado e claro na sua mente fica mais fácil saber qual “mapa” pegar.

 

Qual o seu segmento?

Antes de traçar a sua estratégia e definir as metas, saiba quais são os fatores que incidem em seu trabalho. Estes fatores podem ser internos, como o tempo que você dedica; ou externos, como o servidor do seu site. Analise como o mercado observa seu produto, se ele é premium ou com um bom custo benefício, por exemplo. Também faça o levantamento dos pontos positivos e negativos do seu produto. Saber onde está a sua fraqueza pode ser o um dos seus pontos mais fortes.

 

Conheça seu aluno

Para desenvolver um plano de marketing você precisa saber quem é o seu público alvo e como ele se comporta. Esta é uma tarefa primordial para que o seu planejamento de marketing seja um sucesso. Vale lembrar que se você errar o público, todo o trabalho desenvolvido daqui por diante não vai fazer sentido.
Saber com quem você está falando impacta até na maneira com que você dá a sua aula. A dinâmica do vídeo e até mesmo as suas referências precisam levar em conta este detalhe importante.

Para definir o seu público alvo você precisa se atentar para algumas características. Idade, nível de escolaridade e estado civil são algumas das mais relevantes a serem levadas em consideração. O importante aqui é não generalizar. Um erro comum é afirmar que: “meus alunos são de ambos os sexos e tem de 15 a 65 anos”.

Quanto mais assertivo for o seu público alvo, maior é a possibilidade de o seu aluno adquirir o seu produto. Isso também diminui o investimento para fazer com que ele cumpra a jornada do cliente, avançando em seu funil de vendas.

Aqui vale lembrar que, em geral, o público alvo de vídeo aulas possui seus objetivos claros. Eles sabem exatamente qual é o conteúdo que necessitam e querem saber como empregar isso no dia a dia. Se ele está adquirindo seu curso é porque ele não conseguiu encontrar este conteúdo gratuito na internet. Ou, na melhor das hipóteses, ele é seu seguidor e vai ser o seu defensor e marca. Mas para isso você precisa ser claro e preciso naquilo que você se propõe a expor em seus cursos online.

 

Criando as personas dos alunos ideais

Uma maneira eficaz de determinar quem é o seu publico alvo é através da criação de personas. As personas nada mais são do que uma representação visual do seu público. Para isso, traçamos perfis de pessoas que imaginamos ser o consumidor final. Tenha acesso a ferramenta Anulo Ideal, da EadBox. Com ela você cria personas de forma rápida e fácil.

Este instrumento de marketing evita a temida generalização de público alvo. Para quem já possui vídeo aulas no mercado, utilize-se da sua base de alunos para responder as perguntas. Envie e-mail marketing para recolher respostas e desenhar o seu público alvo.

Mas se você não possui um curso online lançado ainda, não se preocupe. Basta responder as perguntas utilizando o bom senso que todo bom empreendedor tem. Lembre-se, o que é bom para você, não necessariamente é bom para todos. Com isso em mente, você certamente vai conseguir desenhar as suas personas. Cinco são o suficiente para ter uma boa noção e conseguir balizar a sua estratégia.

CTA Aluno ideal

criar persona do aluno ideal e planejamento digital

Também vale a pena separar um tempo para pensar no cliente que você não quer de jeito algum. Aí você se pergunta: “Mas por qual motivo eu não iria querer um cliente, uma venda?”. A resposta vem com um exemplo simples: digamos que você dê uma vídeo aula sobre marcenaria, mas este curso em específico é voltado para cortes e móveis simples, sem articulação.

Se um marceneiro experiente cair em seu funil de vendas e adquirir seu curso, ele será um problema. Pois ele pode até ter se tornado uma venda inicial, mas tenha certeza de que vai lhe dar dor de cabeça. Ele certamente vai falar que o seu curso não vale nada e que sua propaganda foi enganosa. Mas, na realidade, ele apenas possui mais conhecimento do que o que foi aplicado na aula. Por isso, é importante deixar claro seu plano de aula e objetivos que vão ser lecionados em seu curso online.

 

Análise da concorrência

A parte boa de trabalhar com o ensino a distância no Brasil é que ele está em uma curva crescente. Apesar de estar firmado como uma plataforma de ensino sólida, ainda existe muito espaço para crescimento. Isso não quer dizer que você não tenha que olhar para o que seus concorrentes fazem e como se portam.

Analisar a concorrência é importante, pois com isso você consegue visualizar a diferença entre o seu produto e o deles. Com isso você consegue estruturar quais são os diferenciais do produto perante o mercado, além de definir a posição que está inserido neste universo, consolidando a construção da sua imagem e expondo aquilo que o seu produto possui de melhor. Mais importante do que observar o que deu certo com sua concorrência, é captar o que não deu certo. Já dizia o ditado “um ser inteligente aprende com seus próprios erros, um sábio aprende com o erro dos outros”.

 

Estratégias e ações

O maior desafio de qualquer pessoa ou empresa que trabalha com marketing de conteúdo é fazer o primeiro contato. Mas de nada adianta você ter as melhores iscas para fisgar seu cliente se você não sabe recolher a linha. Padronize as suas ações para levar o seu cliente para que ele avance em seu funil de vendas. Seja oferecendo de e-books ou produzindo webinars.

Veja também: como criar webinars de sucesso.

Agora é a hora de utilizar o público alvo, o seu aluno ideal e aquele cliente indesejado. Quando você fez este trabalho, você desvendou quais são os seus desejos e suas aspirações. Saber o que eles querem vai ajudar você a oferecer exatamente o que eles querem. Utilize-se da análise de concorrência para fortalecer o seu diferencial e deixe transparecer credibilidade.

Utilize-se do plano de marketing para fortalecer seus pontos fracos e exaltar seus pontos fortes.

Utilizar promoções e cupons de desconto pode ser uma boa estratégia para adquirir e fidelizar clientes. Experimente utilizar esta estratégia em datas comemorativas, como Natal e Páscoa. Datas relacionadas com o seu tema também merecem atenção, no exemplo acima seria o dia do marceneiro. Para fidelizar o seu cliente, após a conclusão do curso e do questionário de feedback, ofereça descontos na próxima compra.

A plataforma EAD da EadBox lhe permite gerar estes cupons de desconto e outras ferramentas de marketing. Tenha o controle administrativo das suas vídeo aulas enquanto o seu aluno possui a melhor experiência com esta plataforma completa e intuitiva.

 

Canais para se comunicar com seu aluno

Para quem trabalha com produção de conteúdo para educação a distância, ter um site é de vital importância. Quando você for publicar os conteúdos em seu site, fique de olho no SEO. De acordo com a relevância do seu conteúdo o Google irá posicionar melhor seu site nas buscas. Isso pode trazer várias visualizações orgânicas. Para acelerar o crescimento, investir em Google AdWords é uma saída interessante. Lembre-se de ficar de olho nas campanhas para ter certeza de que seu dinheiro está sendo investido nas palavras certas.

Dica importante: crie uma conta no Google Plus e divulgue lá os posts do seu site. O Google considera de alta relevância a sua própria rede social e pode fazer a diferença.

Outras ferramentas de comunicação e mídias sociais podem (e devem) ser utilizadas. A primeira delas é o Facebook, pela grande quantidade de brasileiros que acessam esta plataforma. Lembre-se que com uma plataforma ead você pode atingir pessoas do mundo inteiro, o único impeditivo é o idioma. Além disso, o Facebook Ads é ferramenta poderosa para alcançar um grande público, alavancando os acessos em seu site.

Você também pode utilizar o Instagram, caso o seu negócio tenha ligação com imagens. Por exemplo, as aulas de marcenaria podem ser alimentadas com móveis bonitos. Aulas de culinária com doces deliciosos, chamando a interação do seu público. Use a sua criatividade, saia da caixinha.

O YouTube também pode ser utilizado de maneira inteligente. Utilize vídeos para complementar os posts em seu site. Libere a introdução do seu curso ou os primeiros minutos para despertar o interesse do seu público. Experimente fazer transmissões ao vivo para interagir com o público. Mas não esqueça que todas estas ações devem ter um objetivo claro e pré-determinado.

 

Revise seu plano de marketing

Um plano de marketing é quase um organismo vivo, pois ele pode sofrer mutações para sobreviver. Nunca considere o seu plano de marketing como algo estático, pois o mundo dos negócios é dinâmico. Há 10 anos atrás o ensino a distância estava engatinhando e hoje é uma mídia consolidada por diversos fatores externos, como a crise mundial, que diminuiu o poder de compra; e a banda larga que hoje possui valores acessíveis para grande parte da população.

Mas calma, você não precisa mudar a toda hora e montar uma nova estrutura a cada mês. Basta uma revisão detalhada para que você entenda quais partes precisam de mais atenção. E logicamente, compreender e investir nas ações que dão mais resultado.

Ainda tem alguma dúvida para criar o seu plano de marketing? Quer compartilhar como foi sua experiência de criar o seu primeiro planejamento? Deixe seu comentário aqui em baixo.

CTA Trial

Banner_Testar-Grátis-Eadbox

Categorias