marketing educacional

Conheça as estratégias de marketing educacional e saiba como atrair e reter mais alunos6 min read

O marketing é uma estratégia de relacionamento e vendas que não só pode, mas deve ser aplicada em todas as áreas do mercado. E quando trata-se de educação e aprendizado, não poderia ser diferente. Assim, ganha espaço no mundo dos negócios o marketing educacional.

Esse método de comunicação, quando bem utilizado, pode ser bem aproveitado pelas grandes instituições de ensino, porém, também para escolas de idiomas e demais pessoas que comercializam cursos online – sejam autônomos ou por meio de empresas.

Se você deseja ingressar nessa área e obter sucesso no marketing educacional, confira dicas e informações importantes sobre o assunto.

– Veja também: Motivação educacional: importância e ferramentas

marketing educacional

O mercado educacional brasileiro

Pessoas que investem em sua própria educação e qualificação se tornam cada vez mais valorizadas no mercado. Assim sendo, o mercado EAD supre essa necessidade. Isso acontece porque essa modalidade de ensino consegue abranger todas as áreas e oferecer capacitações de maneira remota, com horários flexíveis, qualidade no ensino e a comodidade das pessoas poderem assistir às aulas na comodidade da própria casa.

Dessa forma, da mesma maneira com que aumenta o interesse pela educação via EAD, também aumenta o número de profissionais e instituições que oferecem essas qualificações. Sendo assim, utilizar o marketing educacional de maneira efetiva pode ser um grande diferencial na hora de conquistar e fidelizar os seus alunos. Afinal, é preciso saber como driblar a concorrência e oferecer serviços de qualidade, que realmente chamem a atenção do público.

– Você pode se interessar por: Plataformas de tecnologia educacional: a evolução na aprendizagem

Utilizando estratégias de marketing digital na retenção de alunos

É comum que muitas empresas, sejam instituições de ensino ou não, se preocupem com a atração e conversão de clientes. Ou, nesse caso, de alunos. Porém, mais do que isso, é preciso fazer as ações corretas e assertiva para fidelizar esses estudantes. Como fazer isso? Utilizando estratégias de retenção.

Primordialmente, lembre-se sempre que reter um cliente é até 5 vezes mais barato do que conquistar um novo. E o mesmo pensamento vale para os alunos. Tendo isso em mente, podemos ressaltar que o marketing digital é de grande auxílio nesse processo. Isso acontece porque essa é uma estratégia que, quando bem feita, motiva, engaja e, por fim, fideliza os alunos.

Porém, para obter sucesso nessa empreitada, existem algumas ações que podem ser feitas. Destacamos a seguir:

1. Produza conteúdo de qualidade

Esse tópico pode parecer óbvio, mas não é. Para conquistar e reter seus alunos você precisa oferecer um bom conteúdo. Porém, isso também significa saber para quem você está vendendo / com quem está se comunicando. Isso porque de nada adianta possuir um material de primeira qualidade mas não ter um público segmentado.

Assim sendo, defina, primeiramente, quem é a persona do seu curso. Para acertar em cheio nessa tarefa, você pode ver a nossa ferramenta: Como identificar a persona do aluno ideal para cursos online.

Com esse passo bem definido, você saberá quais assuntos abranger, qual linguagem utilizar, entre outros pontos fundamentais.

2. Ofereça bom suporte aos visitantes / leads / alunos

Além de um bom material, é preciso passar confiança e credibilidade àqueles que desejam virar seus clientes – ou àqueles que já são seus alunos. Assim, ofereça um bom suporte e atendimento. Se uma pessoa está na dúvida entre fazer dois cursos, sai na frente aquele que responde com maior agilidade e qualidade. Esse é um ponto muito valioso nos cursos EAD.

Vale ressaltar que aqui, nesse tópico, estamos falando de suporte completo. Ou seja:

  • Ensino, com bons tutores e/ou professores e material para estudo;
  • Atendimento, com equipe preparada para atender e resolver possíveis dúvidas dos visitantes, leads e alunos;
  • Estrutura de qualidade: se for virtual, investir em um bom ambiente virtual de aprendizagem (AVA); e for físico, salas bem estruturadas com toda a infraestrutura necessária para garantir um aprendizado de qualidade.

3. A tecnologia é sua amiga: use-a

Para acertar nas estratégias de marketing educacional, invista na tecnologia. Ela oferece excelentes ferramentas de interação e relacionamento online. É ação fundamental para conquistar e reter alunos.

Ações que podem parecer simples fazem toda a diferença. Assim, ofereça um ambiente de aprendizado em que o aluno possa fazer a consulta de grade horária, se comunicar com a instituição, solicitar declarações, entre outros.

Essa praticidade – de poder resolver todas essas questões sem precisar ter o estresse de deslocamento – eleva o nível de satisfação dos alunos. Dessa forma, é possível que comentem com pessoas próximas sobre o quão satisfeitos estão com o seu curso e se tornem propagadores da sua marca.

Ainda sobre a tecnologia: invista em canais online para efetivar e aumentar ainda mais a credibilidade da sua marca. Como? Apostando em um site responsivo com o depoimento dos alunos, blog atualizado e boa gestão de redes sociais.

Lembre-se que as redes são canais obrigatórios para fortalecer a relação com o público. Verifique em quais vale a pena estar presente e invista nelas. Para saber quais formatos de postagem funcionam melhor em cada canal, complemente a leitura com: Conheça os diferentes estilos de postagens e utilize-os da melhor forma para gerar engajamento

4. Monitore e mensure seus resultados

Dentre as estratégias de marketing educacional, também é preciso se preocupar com a monitoração e mensuração de resultados. Afinal, apenas assim você saberá quais das suas ações efetivamente estão funcionando.

Para isso, acompanhe quantos alunos fizeram um curso e continuaram o relacionamento com a sua marca, a sua taxa de novos leads, o retorno sobre o investimento (ROI) de cada ação. Além dessas métricas concretas, também é possível enviar um formulário aos seus alunos pedindo o feedback deles. Faça uma ação segmentada, assim, você poderá entrar em contato com:

  • Estudantes que começaram um curso, mas pararam no meio;
  • Estudantes que fizeram um só curso e estão há certo tempo sem interagir com a sua marca;
  • Estudantes que se tornaram clientes fiéis;
  • Leads que se cadastraram nas ações da sua marca (como newsletters, por exemplo), mas não chegaram a fazer nenhuma matrícula.

Essa é uma forma de mostrar que, apesar de todas essas pessoas terem um relacionamento com a sua marca, cada uma está em um nível diferente. Assim sendo, as ações para conquistar e retê-los também devem ser distintas.

Pronto para colocar em prática as estratégias de marketing educacional?

Agora que você sabe mais sobre o assunto, está pronto para colocar em prática as nossas dicas? Caso continue com alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário ou entre em contato conosco!

Planejamento de cursos online

Planejamento de curso


Categorias