o-que-sao-cursos-livres

O que são cursos livres e como criar um: 8 dicas práticas11 min read

O entendimento sobre o que são cursos livres pode ser um grande ganho profissional para alunos que buscam capacitação e para os profissionais que desejam investir em cursos virtuais como um novo negócio.

Sem a necessidade de estar atrelado a uma instituição tradicional de ensino, a tecnologia atualmente permite que um profissional crie cursos, os comercialize, amplie sua renda e ainda compartilhe conhecimento e experiência profissional.

Cada vez mais, a disputa por um espaço no mercado de trabalho vem fazendo os profissionais se manterem constantemente em busca de capacitação. Em contrapartida, a tecnologia da educação a distância proporcionou uma facilidade de acesso à informação nunca antes experimentada.

A busca por cursos rápidos e práticos ampliou a procura e, consequentemente, a oferta de cursos livres. Mas afinal, o que são cursos livres e como você pode se beneficiar comercializando seu conhecimento adquirido ao longo de sua vida profissional?

Resumidamente, os cursos livres são uma modalidade de capacitação, tendo como maior objetivo o aperfeiçoamento de habilidades de seus alunos. Os cursos livres não possuem tempo mínimo ou máximo de duração, podendo um curso ter duração de algumas horas ou mesmo meses.

Se você é um chef de cozinha, por exemplo, pode oferecer um curso livre sobre confeitaria para festas infantis. Tudo por meio da tecnologia oferecida pela educação a distância. Se você é um profissional de marketing com experiência, pode desenvolver, por exemplo, um curso livre sobre marketing na era digital.

Investir em cursos livres é um mercado altamente fértil para alunos que buscam aprender sobre qualquer assunto que os leve a melhoria de uma atividade específica e para professores, que encaram a venda desses cursos como uma nova possibilidade de carreira.

Se você quer entender mais profundamente sobre o que são cursos livres, como eles são vistos perante a lei e como produzir esse tipo de capacitação com o objetivo de mudar ou inserir uma nova carreira em seu currículo, continue lendo este artigo.

Conceito: o que são cursos livres?

O aluno que procura por um curso livre em geral deseja ampliar seu conhecimento prático sobre uma questão específica, por isso, no geral, os cursos livres têm uma duração de algumas horas ou dias. Entretanto, como dito acima, eles não têm uma duração, mínima ou máxima, definida.

Por exemplo, um profissional que esteja iniciando seu trabalho em uma mecânica de carros, pode se interessar em fazer um curso livre de Mecânica de Refrigeração. Uma costureira que conseguiu um emprego em um atelier de vestidos de noivas pode querer aprender rapidamente como fazer a modelagem de um vestido de noiva. Em ambos os casos, os profissionais podem recorrer a um curso livre.

Os cursos livres nesses casos apresentarão, de forma rápida e direta, as técnicas que esses profissionais aplicarão no dia a dia.

Imagine que você acabou de se formar em publicidade e conseguiu um emprego em uma agência, desejando trabalhar com Inbound Marketing, sem realmente nunca ter desenvolvido um projeto com essa estratégia. Não seria interessante fazer um curso livre que o permitisse aplicar as técnicas corretas já no seu primeiro dia de trabalho?

Entre os tópicos importantes para entender o que é curso livre, encontramos alguns pontos relevantes:

  • Flexibilidade e praticidade proporcionados pela EAD
  • Custo benefício favorável para quem vende o curso e quem o compra
  • Aplicação imediata das técnicas apresentadas, com menos teoria e mais prática
  • Aprendizado facilitado por meio de vídeos

Os mesmos pontos que destacam os cursos livres como importantes ferramentas para os alunos que procuram por eles para desenvolver uma habilidade, também são importantes para os profissionais que irão oferecer esses cursos.

Por que criar um curso livre?

Para você que já entendeu o que são cursos livre e se interessou em desenvolver aulas e comercializá-las, separamos mais alguns pontos que irão te deixar ainda mais animado com essa ideia.

Facilidade de acesso à tecnologia

Uma preocupação de quem resolve criar um curso livre e comercializá-lo é onde colocar esse curso? Será que você precisa criar um site e toda a estrutura do zero para poder registrar os alunos e liberar as aulas, bem como conferir se o aluno realmente as assistiu para aí sim liberar o certificado? Não!

Atualmente existem plataformas EAD prontas para você montar seu curso e disponibilizá-lo para seus alunos, bem como ter todo o controle de frequência e dados necessários.

Ao contrário do que possa parecer, contratar essas plataformas sai mais barato do que construir uma do zero, e além disso você aproveita o know-how da plataforma, economiza tempo e possíveis dores de cabeça – e falhas – com a estruturação de uma ferramenta própria.

Você grava o curso uma vez e o compartilha com quantos alunos quiser

Economia de tempo e maior ganho financeiro. Ao criar um curso livre você terá o trabalho de gravar suas aulas apenas uma vez e distribuí-las para uma infinidade de alunos.

A única atenção aqui é para que você mantenha o conteúdo atualizado, sempre. Se você está falando de modalidades de anúncio no Google Adwords e como realizar esse tipo de publicidade, fique atento a possíveis mudanças do Google e atualize seu curso para que ele não fique obsoleto.

Custo de investimento acessível

Como falamos acima você não precisa investir no desenvolvimento de uma plataforma própria, podendo utilizar as opções de plataformas EAD do mercado, como a Eadbox.

Além dessa economia, com um curso livre à distância você também não precisará gastar com aluguel de sala, contas de energia, contratação de funcionários e outros gastos provenientes de um curso presencial.

Nos cursos presenciais você tem um limite de alunos por sala, já nos cursos EAD, como já falado anteriormente, você tem a possibilidade de vender o acesso ao seu curso para um número ilimitado de alunos de uma só vez.

Cursos livres e a lei

De acordo com a Lei nº. 9394/96, os cursos livres não precisam ser regulamentados por nenhum órgão de educação para funcionar. Eles se encaixam na categoria de Educação Profissional Básica.

Entre os motivos dos cursos livres não serem vinculados ao MEC estão:

  • Não possuem carga horária obrigatória ou pré-definida
  • Não há um cronograma a ser seguido
  • Não há exigência de nível de escolaridade para que o curso seja realizado
  • Não há diplomas, apenas certificados de participação e conclusão

O responsável pelo curso deve se relacionar com o aluno por meio de um contrato ou termo de adesão.

Não ser vinculado ao Ministério da Educação e Cultura, torna o curso livre uma modalidade com menos burocracia e custos para sua divulgação e oferecimento.

Entendeu o que é curso livre e quais as vantagens de criar um curso e comercializá-lo? Abaixo separamos 8 dicas práticas de como produzir cursos livres e oferecê-lo em uma plataforma EAD.

Como produzir cursos livres – 8 passos fáceis de aplicar

Depois de entender o que é curso livre é preciso aprender algumas dicas de como vender cursos pela internet. Abaixo separamos 8 dicas para você desenvolver e divulgar seus cursos online.

1.Conheça profundamente sobre o assunto

Parece óbvio, mas ao oferecer um curso livre é importante que você tenha um domínio avançado sobre o assunto que deseja abordar.

Um curso com conteúdo superficial não atenderá as necessidades de seus alunos e provavelmente não fará sucesso.

Mesmo se você estiver oferecendo um curso de introdução a qualquer assunto, garanta que você seja um profissional de nível avançado para poder realmente oferecer um conteúdo com segurança e informações relevantes.

2. Conheça seu público

É importante entender para quem você está oferecendo seu curso. É para um profissional recém formado ou para um gerente de empresa que deseja se aprimorar? A linguagem, bem como o conteúdo serão diferentes em cada um desses casos.

Desenvolva personas para cada um de seus cursos. Sim, você pode criar vários cursos, cada um com um público diferente, mas entenda cada um deles e faça um trabalho que realmente atenda às suas expectativas.

Sugerimos que você leia o material; Aprenda o que são personas e como criar as suas.

Se seu aluno for um aluno da faculdade de Design que deseja aprender como usar o Photoshop para criar anúncios, seu curso deve ser construído apresentando técnicas básicas, informações sobre a importância da identidade visual, apresentando as ferramentas e suas funções.

Já se seu curso for voltado para um profissional com tempo de carreira, que deseja aprender técnicas para desenvolver anúncios responsivos para internet, seu curso deve ter outra linguagem e didática. Não é necessário, por exemplo, a apresentação das ferramentas mais usadas no Photoshop.

3. Planeje o conteúdo

Além de entender suas personas é importante que você organize seu conteúdo antes de iniciar a gravação de um curso. É importante definir:

  • O tema do curso
  • Quantas aulas farão parte da programação
  • O que será falado em cada aula
  • Qual o tempo de duração de cada aula

Esses pontos são básicos para que um curso aconteça de maneira profissional, atendendo às suas necessidades e às dos alunos.

4. Faça bons conteúdos

Uma vez que você irá comercializar o seu curso, é preciso que aprenda como fazer um vídeo profissional, garantindo a qualidade da imagem e do som.

É importante garantir:

  • Boa iluminação
  • Qualidade de som
  • Qualidade de imagem
  • Edições e efeitos simples

Separamos alguns conteúdos que podem ser interessantes para você e que irão te ajudar a desenvolver um material mais profissional para seus cursos:

5. Invista em divulgação, principalmente em marketing digital

Eu estou conectado, você está conectado e provavelmente seus alunos também estão, por isso investir em estratégias do marketing digital pode ajudar a alcançar seus potenciais alunos. Você pode investir esforços em criar:

  • Redes sociais para seu curso, como Facebook e Instagram, para permitir relacionamento e compartilhar conteúdos
  • Desenvolver e atualizar um blog. Os blogs são ferramentas importantes para SEO, com o objetivo de rankear seu canal nas primeiras páginas do Google, permitindo que você seja organicamente encontrado por suas personas
  • Compra de mídia paga no Google Adwords, Facebook Ads e Instagram Ads, por exemplo. Por meio da segmentação de público, palavras-chave e canais, seus anúncios apareceram para o seu público
  • Conheça a jornada de compra de seu consumidor e crie estratégias para cada etapa do seu funil de vendas.

Essas são algumas das estratégias que você poderá utilizar para levar seu público até seu curso.

As estratégias de marketing e divulgação são importantes no aprendizado de como lançar um curso online

6. Ofereça certificados de participação

Você não é obrigado, mas oferecer certificados de participação a seus alunos é um atrativo interessante.

Os participantes poderão colocar em seus currículos a participação em seus cursos livres, e isso poderá chamar a atenção dos contratantes.

Por não terem carga horária nem cronograma, os cursos livres não emitem diploma, apenas certificados. Já apresentamos neste artigo o que são os cursos livres perante a lei e ao Ministério da Educação e Cultura do Brasil.

8. Tenha uma boa plataforma de vendas

Como já falamos, ter uma plataforma preparada para hospedar seu curso, controlar alunos e auxiliar nas demais questões é fundamental para o sucesso de seu curso.

A Eadbox é a única plataforma para EAD com tecnologia própria e integrada para armazenar a apresentar seus cursos, realizar transmissão de aulas ao vivo e webinars.

Ela disponibiliza recursos para seu curso online e garante segurança e confiabilidade para sua transmissão, bem como melhor experiência para seus alunos.

Se você ficou interessado no conceito sobre o que são cursos livres e deseja investir em cursos virtuais como um novo negócio, você deve conhecer um ambiente virtual de aprendizagem, economizando custos e ampliando a capacidade de alcançar alunos.

A Eadbox é uma plataforma de ensino a distância completa e intuitiva, preparada para receber seus cursos com tecnologia atual e preparada para acesso de muitos alunos. Fale com um consultor e saiba como começar gratuitamente.

 


Categorias