tutor ead

Requisitos para ser um tutor EAD nota 10

Atender os principais requisitos para ser um tutor EAD é um grande passo para quem deseja entrar com o pé direito nesse mercado que não para de crescer, no Brasil. Os números comprovam essa realidade.

O Censo da Educação Superior, do Inep, por exemplo, apontou uma expansão de 7,2% do ensino a distância (EAD), em 2016. Nesse mesmo período, o ensino presencial andava na contramão, com redução de 0,08% no número de matriculados.

Fatores que impulsionam o crescimento

É claro que o acesso fácil à internet de boa qualidade é um fator decisivo. E junto com ele, vieram as tecnologias mobile, que oferecem comodidade, flexibilidade e conveniência para as pessoas. Afinal, agora, você pode estudar onde e quando quiser.

Existem outros fatores que contribuem para acelerar o ritmo de crescimento e-learning no país. Entres eles, destacam-se:

  • Custo: o ensino EAD, na maioria das vezes, é mais barato do que o equivalente tradicional. E não há prejuízo algum para a qualidade.

E é justamente para garantir essa qualidade que as empresas mantêm rigor em relação aos requisitos para ser um tutor EAD.

  • Desemprego versus carreira: dados recentes do IBGE mostram que o Brasil tem  mais de 13 milhões de desempregados. E a média de tempo para se recolocar no mercado de trabalho gira em torno de 14 meses, de acordo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

O que fazer nesse período? Ficar parado é uma péssima ideia e muita gente, percebendo isso, vem investindo em novos aprendizados como forma de aumentar a empregabilidade. Nesse cenário, o e-learning surge como excelente opção.

O que é um tutor EAD?

O tutor EAD é um professor online. Ele interage com os alunos, das mais variadas partes do país ou do mundo, por meio de ferramentas online, webinars, e-mail, quadro de mensagens, salas de bate-papo etc.

Existem ainda plataformas e softwares específicos para os cursos a distância que otimizam o aprendizado e facilitam a vida do tutor e dos estudantes.

Cada instituição de ensino online tem as suas próprias regras de tutoria. No entanto, algumas atribuições do tutor são comuns, entre elas:

  • Responsabilidade pedagógica de tornar o ensino online uma ferramenta de real aprendizado e crescimento para os alunos.
  • Apresentar o conteúdo de maneira a manter os estudantes interessados, motivados e engajados.
  • Responder as possíveis dúvidas e necessidades dos alunos.
  • Analisar o desempenho de cada estudante individualmente e a performance do grupo.

Principais requisitos para ser um tutor EAD: 9 dicas

Para ser um tutor EAD brilhante e se destacar acima da média, você precisa ter algumas habilidades e obedecer os requisitos que a empresa e o mercado estarão cobrando a todo instante.

Então, se você está interessado em crescer na carreira de tutor EAD, anote as nossas dicas! Vamos lá:

1) Especialização

É claro que para ensinar, você precisa ser um especialista no tema em questão. Por exemplo, não dá pra ser um tutor num curso Marketing Digital, se você sequer conhece os principais conceitos sobre o assunto. Parece óbvio, mas é uma regra de ouro e vale para todo tipo de ensino, inclusive, o ensino a distância.

Alguns fornecedores EAD vão mais longe e exigem qualificações muito específicas. É o caso de um curso de Inglês, que pode requisitar o certificado TEFL – Teaching English as a Foreign Language, também conhecido como TESOL – Teaching English to Speakers of Other Languages.

2) Competências comportamentais

Todo especialista que pretende se destacar como referência em sua área de atuação deve investir em competências e habilidades paralelas. Com o tutor EAD não é diferente. Entre elas, destacam-se a habilidade de se relacionar com as pessoas, negociação (nós negociamos a todo instante), controle emocional, entre outras.

3) Clareza na comunicação

Esse é um dos requisitos para ser um tutor EAD muito importante. Afinal, no ensino a distância, não dá para contar com olho no olho ou a fala do corpo para saber se os alunos estão entendendo ou não. Assim, toda a comunicação deve ser correta, mas simples, de forma que todos possam assimilar perfeitamente as mensagens.

4) Confiança

Os alunos dos cursos a distância precisam entender você, mas isso não basta. É primordial para eles acreditarem na sua competência e nas informações que estão sendo transmitidas. Conquistar essa confiança do grupo é mais um dos requisitos para ser um tutor EAD.

5) Português na ponta da língua

Você vai preparar o conteúdo e ainda corrigir os trabalhos dos alunos. Como fazer isso sem o domínio do idioma? Se você não souber gramática, concordância, regras de ortografia etc., vai passar uma imagem ruim, que fatalmente respingará no índice de confiança dos alunos em relação a você e, consequentemente, em relação ao curso.

6) Aprendizagem contínua

Não é porque você é um especialista que precisa parar de estudar. Isso não significa também que você é o dono da verdade.

Um dos requisitos para ser um tutor EAD, inclusive, é ter humildade para aprender com os alunos e saber manter um clima de aprendizado constante e interativo.

7) Abertura para ouvir

O tutor EAD não é aquele professor que fala, fala, fala e os alunos escutam. Ele precisa desenvolver a habilidade de ouvir corretamente, para estimular o engajamento e motivação dos estudantes. Além disso, ao ouvir, ele passa a imagem de uma pessoa disposta a apoiar e com quem o grupo pode contar, sempre.

8) Estímulo ao aprendizado ampliado

O aluno EAD não precisa – e não deve – limitar-se ao conteúdo apresentado em “sala de aula”, chamadas de Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVAs).

É preciso ir mais longe, pesquisar e aprender além do que está na plataforma e apostilas. Cabe ao tutor estimular o estudante a ampliar o seu campo de conhecimento.

9) Habilidade para mediar conflitos

Nos cursos EAD, também existem conflitos entre as pessoas. Acredite, a distância não é tão grande a ponto de manter as chamas sob controle. Então, cabe ao tutor não permitir que o fogo se espalhe, possibilitando a livre manifestação de pensamento, mas dentro do limite do respeito mútuo.

Esses são alguns requisitos importantes, mas fique atento porque eles variam de uma empresa para outra.

Onde encontrar as oportunidades?

Então, você gostou de saber um pouco mais sobre o ensino a distância, a expansão desse mercado e as suas vantagens? Você preenche os requisitos para ser um tutor EAD e está disposto a entrar para esse time?

Se a sua resposta é sim, continue com a gente porque, agora, vamos dar algumas dicas de onde você pode encontrar ótimas oportunidades.

Você sabe que, na era da internet, é lá que as vagas aparecem em maior quantidade. Por exemplo, você pode começar por uma busca ampla no Google, digitando “vaga tutor EAD” . Elas vão pipocar na sua tela.

Mas você ainda pode se cadastrar em sites específicos de recolocação e receber alertas das oportunidades no seu e-mail. Anote aí alguns sites interessantes para você começar a sua pesquisa: Indeed, Catho, Vagas.com, Manager e Trabalha Brasil.

E não se esqueça do LinkedIn. Essa é uma rede profissional poderosíssima, muito usada pelos recrutadores para divulgar vagas e, ao mesmo tempo, achar os seus candidatos ideais.

Por isso, além de se cadastrar para receber os alertas do LinkedIn, capriche na elaboração do seu perfil, para brilhar mais que os concorrentes.

Agora, vai uma última dica. Sabe aquela sua rede de contatos? Ali podem estar ótimas oportunidades. Reserve um tempinho e faça uma análise. Se você quer saber mais sobre como usar o networking, clique aqui.

Luz, câmera, ação

Achou a sua oportunidade? É hora de colocar a mão na massa brilhar. A primeira coisa a fazer é se organizar. Assim, você vai ganhar tempo, evitar retrabalho e otimizar a sua produtividade.  

O segundo ponto de atenção para um tutor EAD é a disciplina. Sem ela, sua vida vai virar uma bagunça e, acredite, você não irá muito longe na carreira do ensino a distância.

Os vídeos são muito usados nos cursos a distância, com o propósito de prender a atenção dos alunos. Para prepará-los, você vai precisar de uma câmera e microfone semi-profissional. Aqui no blog nós temos um post que ensina tudo sobre como gravar video-aulas de cursos online. Vale a pena conferir.

E para interagir com os seus alunos a distância, é imprescindível, ainda, uma internet rápida, que não fica travando o tempo todo e nem saindo do ar.

Se você for trabalhar para alguma empresa, certamente ela indicará a plataforma EAD a ser usada. Mas se decidir montar os seus próprios cursos com sucesso, a escolha da plataforma de gestão é sua responsabilidade. O uso dessas plataformas não é uma obrigatoriedade, mas é extremamente recomendável.

Plataforma Eadbox: completa e intuitiva

Se você está convencido de que investir em cursos a distância é um bom negócio e pensa em abrir a sua empresa, lembre-se de associar-se aos seus aliados para facilitar todo o trabalho e otimizar os resultados.

A plataforma Eadbox é um deles. Conta com tecnologia própria e integrada para transmissão de aulas ao vivo e webinars.

Aqui, você cria cursos online, controla sua marca, os dados dos alunos, emite relatórios e um monte de outros serviços. Tudo em um único local e fácil de ser acessado.

A empresa segue o ritmo de crescimento do mercado EAD e ganha milhares de novos alunos a cada mês. Hoje, são mais de 600 clientes e o número de alunos cadastrados já superou a casa do 1 milhão.

Quer conhecer mais sobre a Eadbox? Clique aqui e faça um teste gratuito.


Categorias