treinamento de software

Treinamento de software: 4 estratégias para treinar clientes

O treinamento é uma modalidade de capacitação muito utilizada internamente em grandes companhias. Entretanto, as empresas de softwares começaram a perceber que existe mais um caminho a ser seguido: o treinamento de software voltado para o cliente final. Este treinamento é tão importante quanto o dado para o seu colaborador. Se seu cliente sabe utilizar o seu software, ele vai conseguir extrair o máximo da sua ferramenta.

Fazer com que o seu cliente compreenda como funciona o seu produto ou serviço vai fazer com que você obtenha melhores rendimentos no seu negócio. Quem trabalha em empresas de software sabe a quantidade de tíquetes diários que chegam de usuários que não conseguem utilizar a ferramenta corretamente. Agora imagine sua equipe de atendimento tendo a sua demanda reduzida e podendo atuar em outras áreas, aumentando a produtividade da sua empresa?

O treinamento de clientes é uma realidade para quem quer aumentar sua produtividade e escalar os seus negócios. Mas como fazer isso? É o que vamos mostrar para você neste texto, vamos começar?

4 formas de aplicar o treinamento de software em seus clientes

Mesmo que a sua empresa tenha uma excelente estrutura para desenvolver a formação do seu cliente, de nada adianta se não atender à necessidade dele. Ou seja, mais difícil que garantir a prestação de serviço é oferecer os recursos corretos. Para te auxiliar, vamos indicar algumas estratégias treinamentos de softwares que você pode aproveitar com seus clientes.

Treinamento de softwares através de vídeos

O vídeo é um recurso atrativo, dinâmico e de fácil acesso ao público. Quando utilizado de maneira correta, pode alavancar o engajamento e o interesse do aluno. Vale lembrar que o conteúdo deve ser explicativo e de fácil entendimento. Por isso, é preciso fazer uso de uma linguagem atrativa para quem está assistindo. O ideal é que não seja algo exaustivo ou muito complexo.

É preciso prezar pela qualidade do material produzido. A escolha de uma ferramenta adequada para criação de vídeos torna-se um diferencial na hora de montar um roteiro, editar e gravar o conteúdo. Ele é ideal para a demonstração de softwares, por exemplo.

O roteiro de conteúdo

Qual a finalidade do vídeo? Roteirizar o material facilita para ter objetividade na gravação. Opte por introduções curtas e por tópicos na hora da explicação. Uma estratégia bem delineada irá melhorar a construção de uma interatividade com o seu cliente.

Veja também: aprenda criar roteiros incríveis para suas vídeo aulas.

Produção de vídeo capturando tela

Produzir vídeos utilizando a captura da tela é um ótimo jeito de treinar seus clientes. Principalmente para quem vai realizar treinamentos de softwares. Através deste tipo de treinamento o seu cliente consegue observar a interface do programa, se familiarizando com ele, enquanto o instrutor trabalha as suas lições com a voz.

Alguns softwares para screencast permitem que você produza vídeos com a gravação de tela. Através deste modelo você pode até mesmo realizar transmissões ao vivo.

Você também pode aliar o vídeo de captura de tela como parte de um curso online. O ensino a distância é uma alternativa rentável que lhe garante saber o aproveitamento de cada um dos seus clientes.

Treinamento de clientes presencial

Este tipo de treinamento aproxima o cliente da empresa. Ele é muito comum em consultorias, por exemplo, onde o custo é elevado. É sempre válido lembrar que todo curso presencial exige um alto investimento. Ele pede o deslocamento de um profissional, bem como uma grande quantidade de horas de esforço dedicado a único cliente.

Um dos maiores problemas neste tipo de treinamento, além da falta de escala que ele possui, é a perda da informação. Se o colaborador do seu cliente precisar revisar algum conteúdo, ele não vai conseguir. As opções são apostilas, que na maioria das vezes são impressas e possuem um prazo de validade muito pequeno devido a falta de poder de atualização.

treinamento de software

Treinar clientes com o blended learning

Neste tópico é importante levantar alguns questionamentos: qual o objetivo da capacitação? Ela será realizada durante o expediente? A empresa dispõe de uma verba satisfatória para investir em seus clientes? O cliente tem interesse na capacitação do seu colaborador?

Identificar estas questões vai facilitar na hora de decidir sobre o recurso utilizado e ainda auxiliar a produção do conteúdo. O blended learning, ou em português: “aprendizagem combinada”, pode ser um meio para melhorar os treinamentos de clientes. A aprendizagem personalizada é capaz de alavancar e propiciar um melhor aproveitamento educacional. Ela viabiliza a interação online e o suporte presencial. A metodologia de ensino híbrido dá aos alunos uma autonomia significativa sobre o tempo e ritmo, além de driblar obstáculos como a dispersão geográfica, sem abrir mão do laço que o treinamento presencial possui.

O interessante é que o blended learning consegue conversar com outras mídias como e-books e videoaulas. Fica fácil misturar esses processos dispondo de uma boa plataforma de ensino a distância. É possível criar conteúdos específicos de maneira personalizada para cada necessidade de cada cliente. Lembrando que o treinamento de software pode ocorrer de maneira síncrona, na qual todos executam a atividade ao mesmo tempo; ou assíncrona, quando cada usuário acessa o conteúdo no momento que achar mais oportuno.

O treinamento de software online e a capacidade de aproveitamento

O ensino online já está consolidado no treinamento de colaboradores internos. No entanto, é preciso considerar o que você está disposto a ofertar no curso e qual formato será aplicado. Você vai utilizar textos, apresentação de power point ou videoaulas? Qual será o direcionamento? É necessário definir e explorar os recursos que uma plataforma de ensino a distância pode oferecer.

Uma das vantagens é a flexibilidade em relação aos horários, sendo uma boa alternativa para clientes que tem uma rotina acelerada. Outro fator é a questão da praticidade, pois os funcionários do seu cliente poderão assistir o treinamento em qualquer lugar com acesso à internet. E além disso, poderão contar com uma gama de materiais de apoio como a interatividade, vídeos explicativos, podcasts, infográficos e fóruns de debates.

Conferências e transmissões ao vivo

As conferências e transmissões ao vivo podem auxiliar a reduzir ainda mais os custos de um treinamento de software. Você vai atingir uma ampla audiência, o que impacta num maior alcance de todo o seu conteúdo. Além de criar uma conexão muito maior entre você e seu cliente através da pessoa que está transmitido o conteúdo, diferente de um texto, por exemplo.

Veja também: guia completo de webinar.

Mas para que o resultado seja favorável alguns pontos devem ser estabelecidos: é imprescindível escolher um tema de relevância para o treinamento de software e atrativo o cliente. Estabeleça um horário e divulgue para a sua base de clientes.

O webinar é uma boa forma de engajar seus clientes na hora de criar seu treinamento de software ao vivo. Esta transmissão pode ser realizada através de uma plataforma ead ou do YouTube. A vantagem do serviço da Google é que ele consegue alcançar um grande público, além do fato de possuir uma conexão fácil com as redes sociais.

Por outro lado, uma plataforma de ensino a distância lhe permite um controle maior das pessoas que estão assistindo sua transmissão. Se o treinamento é apenas para seus clientes, você terá dificuldade para controlar as pessoas que acessam o seu webinar. O YouTube não permite o controle de acesso por e-mails, por exemplo, apenas como um link privado que pode ser distribuído facilmente. Mas você quer treinar apenas os seus clientes, não é mesmo?

Uma plataforma de ensino a distância, como a Eadbox, permite que você consiga realizar seus webinars ao vivo com facilidade e segurança, mantendo o controle de acesso da sua audiência. Tudo isso sem perder a interação entre público e o apresentador da transmissão ao vivo.

Você percebeu que cada tipo de treinamento possui uma característica, certo? Analise qual é o mais adequado para o seu software, mas lembre-se que você pode trabalhar com diferentes tipos para fazer um treinamento personalizado para o seu cliente.

CTA Produtividade

banner ebook produtividade


Categorias